Os livros que nos unem | Os livros mais recomendados pelos nossos leitores

Por: Bertrand Livreiros a 2020-12-30 // Coordenação Editorial: Marisa Sousa

10%

Apneia
21,90€
10% CARTÃO LEITOR BERTRAND
PORTES GRÁTIS

10%

Noivos à Força
18,79€
10% CARTÃO LEITOR BERTRAND
PORTES GRÁTIS

10%

Autobiografia
17,70€
10% CARTÃO LEITOR BERTRAND
PORTES GRÁTIS

10%

Mataram a Cotovia
18,00€
10% CARTÃO LEITOR BERTRAND
PORTES GRÁTIS

10%

Esquece Quem Eu Sou
15,00€
10% CARTÃO LEITOR BERTRAND
PORTES GRÁTIS

10%

As Luzes de Leonor
30,00€
10% CARTÃO LEITOR BERTRAND
PORTES GRÁTIS

10%

O Monge que Vendeu o Seu Ferrari
15,50€
10% CARTÃO LEITOR BERTRAND
PORTES GRÁTIS

30%

Cisnes Selvagens
18,80€
30% CARTÃO LEITOR BERTRAND
PORTES GRÁTIS

10%

Verso e Prosa
28,00€
10% CARTÃO LEITOR BERTRAND
PORTES GRÁTIS

10%

A Sombra do Vento
20,95€
10% CARTÃO LEITOR BERTRAND
PORTES GRÁTIS

Últimos artigos publicados

O primeiro livrólico e outras curiosidades sobre a História da Leitura

Se para alguns o ato da leitura não é mais do que uma forma de distração e de passar o tempo, um verdadeiro livrólico sabe que pode ser muito mais. Fonte de conhecimento, de prazer, de consolo ou até objeto de subversão, o livro tem sido um dos meios mais valiosos para compreender a civilização e o mundo ao longo dos tempos. Alberto Manguel, autor, editor, tradutor e, em tempos, leitor pessoal de Jorge Luis Borges, quando a visão do autor argentino deixou de lhe permitir dedicar-se à atividade que mais prazer lhe dava, tem dedicado a sua vida aos livros: a lê-los, a escrevê-los, a escrever sobre eles, tendo anunciado, em setembro de 2020, a doação da sua magnânima biblioteca (composta por cerca de 40 mil volumes) à cidade de Lisboa.

5 curiosidades sobre Simone de Beauvoir

Conhecida como ícone feminista, Simone de Beauvoir foi escritora, ativista, socióloga e filósofa. Tendo escrito sobre os mais variados assuntos, desde romances a ensaios, é pelo livro O Segundo Sexo, um verdadeiro tratado sobre a condição da mulher, que é mais conhecida. Neste escreveu uma das suas ideias mais célebres: Não se nasce mulher, torna-se mulher. E é a mulher em que Simone se tornou que celebramos hoje, um dia antes da data em que comemoramos 112 anos desde o seu nascimento.

As Leituras de David Bowie

A paixão de David Bowie por livros era bem conhecida. Em 1976, levou consigo quatrocentos livros quando foi para o México gravar "The Man Who To Earth", inaugurando a tradição de levar algumas caixas de livros sempre que ia em digressão. Partilhamos consigo os livros preferidos do Starman. 

Desafiamos os nossos leitores a partilharem connosco qual o livro que mais recomendam. Seguem-se alguns dos essenciais que têm lugar cativo nas estantes da comunidade livrólica, porque este é um contágio que pode (e deve) ser promovido.


Apneia
Tânia Ganho, Casa das Letras


Pensei que ia demorar muito tempo a ler Apneia, mas devorei-o. Por um lado, a escrita e a história são viciantes. Por outro, os capítulos curtos permitem que devoremos o livro em pouco tempo. A Tânia consegue fazer-nos sentir o mesmo que a personagem principal. A sensação de sufoco, de impotência...de desespero. É uma obra-prima que deveria ser lida por muitos dos profissionais que lidam com situações de violência e de divórcios litigiosos, especialmente quando uma criança está envolvida. A história e as emoções que a Tânia nos transmitem têm continuado a acompanhar-me e por isso partilho imensas vezes fotos do livro nas minhas redes sociais. É um livro que recomendo imenso.
— ROBERTA FRONTINI, 32 anos

 

 

Noivos à Força
Christina Lauren, TopSeller


Nos tempos difíceis que correm, acho que precisamos de uma boa comédia romântica para animar o nosso dia. Noivos à Força consegue arrancar umas boas gargalhadas e ainda nos leva numa viagem inesquecível para o Havai. Mesmo sendo um livro divertido e de leitura leve, não deixa de passar uma mensagem: a importância da comunicação em qualquer relação na nossa vida. Não me canso de o recomendar.
— MARIANA SILVA, 22 anos

 

 

Autobiografia
José Luís Peixoto, Quetzal


Autobiografia, de José Luís Peixoto, foi um dos melhores livros que li nos últimos anos, e, por isso mesmo, quer no blogue Ministério do Livros, quer informalmente, tem sido um dos livros que mais tenho recomendado. Trata-se de um livro e de um exercício onde o autor conjuga brilhantemente momento autobiográficos, homenagem a Saramago e os seus livros e personagens, num enredo e história criados de forma brilhante, que em nada fica a dever ao melhor de Saramago. Há livros que nos passam pelas mãos e outros que criam o seu lugar na nossa memória. Autobiografia será um livro para guardar e para dizer a qualquer pessoa, hoje e daqui por uns anos: Queres um grande livro? Lê este!
— NUNO COELHO, 42 anos

 

 

Mataram a Cotovia
Harper Lee, Relógio D'Água


É um clássico já bastante apreciado e recomendado, contudo, e após este ano termos assistido a lamentáveis situações de racismo e xenofobia, penso que não é demais relembrar esta leitura que, baseada na voz e visão de uma criança, tem muito a ensinar aos adultos.
— ANA ANJO, 23 anos

 

 

Esquece Quem Eu Sou
S. Catarina Gomes, Emporium


Esquece Quem Eu Sou, da S. Catarina Gomes, é o livro mais partilhado na minha conta de Instagram, e bastante estimado na minha estante. Não apenas por ser de uma autora portuguesa, mas também porque este livro me fez abraçar um novo género, que é o romance. Caminhei pelas ruas do Porto, mesmo sem nunca ter tido a oportunidade de visitar a cidade. Acompanhei a história das
duas personagens como se de dois colegas se tratassem (…). Um amor tão português. Numa leitura em plena pandemia, e de quarentena, senti-me próxima da autora, dos leitores, da comunidade, do país.
— MARGARIDA NABAIS, 24 anos

 

 

As Luzes de Leonor
Maria Teresa Horta, Dom Quixote


As Luzes de Leonor, de Maria Teresa Horta, é um dos livros que mais recomendo. São mais de 1000 páginas de puro deleite. Porquê? Porque a sua leitura foi a porta de entrada no mundo de Maria Teresa Horta, da sua poesia, da sua luta pelas mulheres, do direito das mulheres ao conhecimento, à independência, ao prazer, a serem donas e senhoras do seu corpo, de se sentirem anjos, fadas, bruxas e feiticeiras.
— ANA PAULA RIBEIRO, 59 anos

 

 

O Monge que Vendeu o Seu Ferrari
Robin Sharma, Pergaminho


Este livro ajudou-me a entender, sobretudo, como chegar a mim própria. Olhar para dentro de mim e descobrir aquilo de que sou capaz. Encontrar-me. Recomendo sempre este livro a pessoas que, em algum momento, se sentem perdidas. É uma fábula espiritual que nos toca profundamente. Convido-vos a ler, não se vão arrepender.
— VANESSA MIRANDA, 20 anos

 

 

Cisnes Selvagens
Jung Chang, Quetzal


Há um livro que estou sempre a recomendar na esperança de que mais pessoas o leiam: Cisnes Selvagens, de Jung Chang. Este livro é especial por vários motivos. É comovente, inspirador e apresenta-nos de forma íntima à cultura chinesa através da perspectiva feminina de três gerações diferentes. Quem lê este livro não volta a olhar para o mundo com os mesmos olhos. Foi o primeiro
livro que me fez ter prazer com a leitura de não-ficção e que me influenciou a ler mais livros do género.
— BÁRBARA RODRIGUES, 24 anos

 

 

Verso e Prosa
Mário de Sá-Carneiro, Assírio & Alvim

Mário de Sá-Carneiro, que na vida passou fugaz, como um meteoro pelos céus a resplandecer num turbilhão dourado, legou-nos, na sua ânsia de viajar outros sentidos, outras vidas, uma "obra-oceano". Nela tudo cabe. Verso e Prosa é um livro que tem lugar cativo na minha lista de essenciais. Espero que outros, tal como eu, nele busquem um escape para a monotonia de todos os dias.
— HUGO ALEXANDRE MARTINS, 20 anos

 

 

A Sombra do Vento
Carlos Ruiz Zafón, Planeta


Este livro tem um lugar cativo na minha prateleira dos favoritos e é a história ideal para quem adora livros, uma vez que estes são o centro de toda a narrativa. É um livro surpreendente e arrebatador. As personagens são cativantes e cheias de personalidade (…). A escrita é poeticamente melodiosa, pautada por diálogos bem construídos que se transformam em passagens marcantes, com as quais todos os leitores se vão identificar. Para além da magia literária inerente a toda a obra, o livro funciona também como uma máquina do tempo que nos leva para Barcelona da primeira metade do século XX.
— CAROLINA BRANQUINHO, 24 anos

 

Opinião dos leitores

Triologia de Hilary Mantel
Cristina Campos | 09-01-2021
Estou a terminar o terceiro volume da saga de Hilary Mantel: Wolf Hall, Livro Negro é o último o Espelho e a Luz, são mais de 2000 páginas que nós descrevem soberanamente a época de Henrique VIII e, sobretudo do seu maquiavélico é inteligente ministro Thomas Cromwell, desde a sua ascensão até à queda ... Toda uma época descrita com mestria, suspense e rigor! Recomendo!
X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.