blogue-somos-livros-orwell-2-tile.jpg

Porquê ler George Orwell em 2021?

Embora tenham sido muitos os autores do passado a escrever obras de ficção passadas no futuro, George Orwell foi talvez o que chegou mais próximo de ver os seus livros transportados das estantes das livrarias dedicadas às distopias para as de não ficção. Escrita em 1948, a sua obra-prima sobre um regime totalitário controlado pela vigilância permanente do Grande Irmão, 1984, voltou ao topo de vendas nos EUA logo após a eleição de Donald Trump, dando provas da sua relevância e atualidade mesmo passado sete décadas. Em 2021, ano em que assinalamos 71 anos desde a sua morte e a entrada das suas obras no domínio público, multiplicam-se as novas edições de 1984 e A Quinta dos animais, provando mais uma vez que a obra Orwelliana continua viva e recomenda-se. 

blogue-somos-livros-1460564-tile.jpg

Eleições presidenciais | História de um país que emergiu "da noite e do silêncio"

Embora a Primeira República tenha visto nascer a luta pelo direito universal ao voto, foi apenas em 1975, um ano após aquele “dia inicial inteiro e limpo” que Sophia de Mello Breyner viu amanhecer, que se realizaram as primeiras eleições verdadeiramente livres em Portugal. Desde então, esse sonho da democracia que finalmente se fizera cumprir no nosso país, tem vindo a ser consolidado pelo exercício do voto – um direito com o peso de um dever, de um país marcado pela certeza de que “quem adormece em democracia, acorda em ditadura.”Recordamos a propósito das eleições presidenciais que decorrem no próximo domingo, dia 24 de janeiro, algumas curiosidades sobre a História das eleições em Portugal.

blogue-somos-livros-reading-tile.jpg

O primeiro livrólico e outras curiosidades sobre a História da Leitura

Se para alguns o ato da leitura não é mais do que uma forma de distração e de passar o tempo, um verdadeiro livrólico sabe que pode ser muito mais. Fonte de conhecimento, de prazer, de consolo ou até objeto de subversão, o livro tem sido um dos meios mais valiosos para compreender a civilização e o mundo ao longo dos tempos. Alberto Manguel, autor, editor, tradutor e, em tempos, leitor pessoal de Jorge Luis Borges, quando a visão do autor argentino deixou de lhe permitir dedicar-se à atividade que mais prazer lhe dava, tem dedicado a sua vida aos livros: a lê-los, a escrevê-los, a escrever sobre eles, tendo anunciado, em setembro de 2020, a doação da sua magnânima biblioteca (composta por cerca de 40 mil volumes) à cidade de Lisboa.

simone-de-beauvoir-livros-002-tile.jpg

5 curiosidades sobre Simone de Beauvoir

Conhecida como ícone feminista, Simone de Beauvoir foi escritora, ativista, socióloga e filósofa. Tendo escrito sobre os mais variados assuntos, desde romances a ensaios, é pelo livro O Segundo Sexo, um verdadeiro tratado sobre a condição da mulher, que é mais conhecida. Neste escreveu uma das suas ideias mais célebres: Não se nasce mulher, torna-se mulher. E é a mulher em que Simone se tornou que celebramos hoje, um dia antes da data em que comemoramos 112 anos desde o seu nascimento.

blogue-somos-livros-david-bowie

As Leituras de David Bowie

A paixão de David Bowie por livros era bem conhecida. Em 1976, levou consigo quatrocentos livros quando foi para o México gravar "The Man Who To Earth", inaugurando a tradição de levar algumas caixas de livros sempre que ia em digressão. Partilhamos consigo os livros preferidos do Starman. 

blogue-somos-livros-A10_Ana_anjo-tile.JPG

Os livros que nos unem | Os livros mais recomendados pelos nossos leitores

Desafiamos os nossos leitores a partilharem connosco qual o livro que mais recomendam. Seguem-se alguns dos essenciais que têm lugar cativo nas estantes da comunidade livrólica, porque este é um contágio que pode (e deve) ser promovido.

blogue-somos-livros-1280px-Jean_Honore_Fragonard_The_Bolt-tile.jpg

"Mais do que mil imagens" | Ver com o corpo todo

Pensar o que vemos, hoje, é simultaneamente um enorme desafi o e umaurgência. Os dias correm-nos por entre os dedos e, à mesma velocidade, saltam-nos imagens pelos olhos dentro. Do prato ao café, do livro ao quadro, dos pés às nuvens, do vazio à multidão, da intimidade à comunidade. Tudo se fotografa e tudo se partilha, acabando por cansar o verbo ver. Diz-nos António Mega Ferreira, na abertura do seu Mais Que Mil Imagens (Sextante), que o aforismo, atribuído a Confúcio, “Uma Imagem vale mais que mil palavras”, acabou por se banalizar, sobretudo entre os fotojornalistas da segunda metade do século XX. Nem a imagem ocupa o lugar insubstituível das palavras, nem as palavras se substituem à imagem, assevera.

blogue-somos-livros-mahmoud-fawzy-QgfSImLBQow-unsplash-tile.jpg

Dois filmes inspirados em livros para ver esta semana

Porque nem só de filmes natalícios se faz o Natal, os canais TVCine reservaram para esta semana duas estreias que prometem agradar aos leitores da família. Quer goste de comédias, ou prefira assistir a um bom thriller, pode encontrar aqui uma boa sugestão para si.

goodreads-choice-awards2020.png

Estes são os finalistas do Goodreads Choice Awards 2020

Conheça os vencedores do Goodreads Choice Awards 2020 e aproveite para se inspirar, se ainda tem prendas de última hora para comprar, para este Natal. 

X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.