snews 1.png

Entrevista | Maria João Valente Rosa

Partilhamos consigo a segunda parte da Entrevista a Maria João Valente Rosa para a revista Somos Livros. 

MJVR_crédito - Sérgio Garcia.png

Entrevista | Maria João Valente Rosa

Maria João Valente Rosa é doutorada em Sociologia (especialidade Demografia) pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, onde é professora. É autora e coautora de vários artigos e livros sobre a sociedade portuguesa contemporânea, designadamente sobre envelhecimento demográfico. Exerceu vários cargos públicos, nos Ministérios da Educação e da Ciência, e dirigiu o projeto Pordata, de 2009 a 2019. Integra o Conselho Superior de Estatística (CSE), é vice-presidente do Comité Consultivo Europeu de Estatística (ESAC) e é investigadora do Instituto Português de Relações Internacionais (IPRI).

snews 2.png

Alice Vieira | " Ter 78 anos dá-me uma grande vantagem: posso fazer o que eu quero e não tenho de dar satisfações a ninguém"

Partilhamos consigo a segunda parte da Entrevista a Alice Vieira para a revista Somos Livros. 

_DSC7530.png

Alice Vieira | " Ter 78 anos dá-me uma grande vantagem: posso fazer o que eu quero e não tenho de dar satisfações a ninguém"

Em Se Perguntarem por Mim Digam que Voei, Joana Ofélia (a única personagem cujo nome real Alice Vieira decidiu manter), à pergunta “É por essa janela que costuma voar?”, responde: “Qualquer janela serve. (…) Basta olharmos através dos vidros, e somos mais livres do que pássaros”. Alice Vieira também passa os dias a voar. Conversar com ela é quase uma vertigem. Os seus 78 anos são um pormenor administrativo, facilmente esquecido quando somos enredados, sem pré-aviso, na sua gargalhada desarmante. Lemo-la na escola, aprendemos a respeitar o património imaterial que o seu nome carrega e, hoje, é sobre a arte de viver que conversamos. Arte que domina com a urgência de quem ainda tem quase tudo por fazer.

Comunidade Bertrand (370 x 235 px) (1).png

Mads the Bookworm: “Leiam como, quando e onde quiserem. Mas leiam.”

A Comunidade Bertrand une livrólicos e bloggers, movidos pela paixão comum: os livros. Nesta edição, fomos conhecer a Madalena Afonso: livreira incansável na Bertrand e leitora ávida, que vê nas redes sociais uma oportunidade para partilhar as suas leituras e contagiar outros com a sua paixão pelos livros.

DSCF8210_alta©Filipe Ferreira-tile.jpg

Sara Barros Leitão | A arte como revolta contra a História

Partilhamos consigo a parte final da entrevista de Sara Barros Leitão, publicada em três partes no nosso blogue. O trabalho da atriz retira da invisibilidade e do esquecimento as personagens secundárias de que não reza a história – fazendo lembrar a frase de Lídia Jorge “a arte é uma revolta contra a história”, mote para uma conversa de mais de duas horas com uma mulher e artista que traz na voz uma força imensa e não quer menos do que mudar o mundo: 

MIA_COUTO_tile.jpeg

Mia Couto | "Na arte estamos sempre começando do zero"

O pseudónimo nasceu na infância, quando se misturava com os gatos, acreditando ser um deles. Disse aos pais que queria chamar-se Mia e o nome ficou. António Emílio Leite Couto, que chegou a querer ser psiquiatra, define-se como biólogo a tempo inteiro e escritor nos intervalos. A escolha do seu novo romance, O Mapeador de Ausências (Caminho) como Melhor livro de ficção lusófona, pelos leitores  Bertrand, no âmbito da 5.ª edição do Prémio Livro do Ano Bertrand, deu o mote para a nossa conversa sobre ausências, infinitos e maravilhamento.

Bárbara Rodrigues-tile.jpg

Comunidade Bertrand | Olha o que eu já li (Bárbara Rodrigues)

A Comunidade Bertrand une livrólicos e bloggers, de diversos quadrantes, com quem partilhamos a nossa paixão pelos livros e desenvolvemos diversas iniciativas, tendo em vista a promoção da leitura. Nesta edição, fomos descobrir o que dizem os olhos de Bárbara Rodrigues quando se fala sobre esse grande amor que é a literatura.

IMG_3872-tile.JPG

As leituras e o clube do livro feminista de Sara Barros Leitão

Atriz, criadora, encenadora, professora, assistente de encenação e dramaturga. Dirigente da Plateia – Associação de Profissionais das Artes Cénicas. Sara Barros Leitão, 30 anos, assume-se “feminista, ativista por todas as desigualdades ou injustiças, incoerente e a tentar ser melhor, revolucionária quanto baste, artista difícil de domesticar.” No seu site pode ler-se: “Usa o espaço de cena, o papel e a caneta como se fosse uma caixa de fósforos e um bidão de gasolina, ou um megafone para contar a história dos esquecidos.” 

X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.