Bertrand.pt - Autobiografia
Opinião dos leitores
(1)

Descubra mais VER +

José Luís Peixoto: “O Possível é o Futuro do Impossível” Relembramos o porquê de José Luís Peixoto ser esse escritor "sobretudo múltiplo e impossível de definir num só adjetivo" com um conto, escrito em 2012 pelo autor. Sessão de Apresentação | "Autobiografia" José Luís Peixoto. “Sou sobretudo múltiplo e impossível de definir num só adjetivo” A poucos meses de fazer 45 anos, José Luís Peixoto, um dos escritores portugueses mais talentosos e premiados da última década, publicou o seu mais recente romance, "Autobiografia". Conversámos com o autor e refizemos com ele o percurso de uma vida.  José Luís Peixoto. “Sou sobretudo múltiplo e impossível de definir num só adjetivo” A poucos meses de fazer 45 anos, José Luís Peixoto, um dos escritores portugueses mais talentosos e premiados da última década, publicou o seu mais recente romance, "Autobiografia". Conversámos com o autor e refizemos com ele o percurso de uma vida.  Bula Literária | "Autobiografia", de José Luís Peixoto Indicado para bloqueio criativo, procrastinação, preguiça, desistência, desorientação, desconexão, desmemória, intolerância à frustração, sensação de orfandade, excesso de rigidez. Conheça os 14 finalistas do Prémio Literário Casino da Póvoa do Correntes d’Escritas Obras dos escritores Luísa Costa Gomes, Mia Couto e Djaimilia Pereira de Almeida estão entre as 14 finalistas do Prémio Literário Casino da Póvoa, a atribuir em fevereiro, no âmbito do festival Correntes d’Escritas da Póvoa de Varzim. Para a edição deste ano, foram ainda escolhidas obras dos escritores Frederico Pereira, José Gardeazabal, José Luís Peixoto, Luís Landero, Patrícia Portela, João de Melo, Paulo Scott, Ana Margarida de Carvalho, Gonçalo M. Tavares, Almudena Grandes e Cláudia Andrade.

Autobiografia

de José Luís Peixoto 

Editor: Quetzal Editores
Portes
Grátis
10%
17,70€
Poupe 1,77€ (10%) Cartão Leitor Bertrand
Em stock
portes grátis

Na Lisboa de finais dos anos noventa, um jovem escritor em crise vê o seu caminho cruzar-se com o de um grande escritor. Dessa relação, nasce uma história que mescla realidade e ficção, um jogo de espelhos que coloca em evidência alguns dos desafios maiores da literatura.

A ousadia de transformar José Saramago em personagem e de chamar Autobiografia a um romance é apenas o começo de uma surpreendente proposta narrativa que, a partir de certo ponto, não se imagina como poderá terminar. José Luís Peixoto explora novos temas e cenários e, ao mesmo tempo, aprofunda obsessões, numa obra marcante, uma referência futura.

Críticas
«Nenhum leitor que se aproxime desta Autobiografia entrará no livro desprevenido. Saberá, para isso existem os meios de comunicação, que um jovem escritor chamado José, talvez o próprio autor quando começava, se encontra com um autor maduro e consagrado, esse sim com nome e sobrenome, José Saramago. Entre ambos, o que não existe fora do livro e o que existiu na vida real e literária, surge uma história de encontros e desencontros numa atmosfera que às vezes lembra, em outro tempo e circunstância, a que José Saramago criou para contar a vida de Ricardo Reis e Fernando Pessoa durante o ano em que ambos morreram. A história de Peixoto, ao contrário da de José Saramago, não é sobre morte, conta uma vida que começa com brios e desejos. O escritor consagrado é a referência, o futuro desejado, que provoca admiração e um incontrolável repúdio: em todas as circunstâncias da vida os mestres são a medida das coisas, o estímulo que precisa de ser combatido para que o aprendiz não fique cerceado. Este livro é a agónica luta do escritor jovem com amores e perdas, aventuras diversas aqui e ali, personagens que vêm de outros mundos, vozes diáfanas e vozes misteriosas, todas elas no compasso do ritmo próprio e já consagrado de José Luís Peixoto.»
Pilar del Rio, sobre Autobiografia

  • Peixoto faz malabarismos com as palavras
    Nuno Coelho - blogue Ministério dos Livros | 07-10-2019

    Peixoto faz malabarismos com as palavras, com a história e com as personagens de uma forma que, eu diria, é brilhante, mais ainda quanto coloca Saramago no centro do enredo. Peixoto faz de forma natural com as palavras aquilo que muitos tentam, de forma forçada, artificial. É quase como se nos permitisse degostar as palavras.

Outros livros da coleção

Onde
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
16,60€
Quetzal Editores
Almoço de Domingo
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
17,70€
Quetzal Editores
Autobiografia
ISBN: 9789897224591 Editor: Quetzal Editores Idioma: Português Dimensões: 150 x 234 x 22 mm Encadernação: Capa mole Páginas: 304 Tipo de Produto: Livro Coleção: Língua Comum Classificação Temática: Livros  >  Livros em Português  >  Literatura  >  Romance

Quem comprou também comprou

Hoje Estarás Comigo no Paraíso
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
18,80€
Quetzal Editores
A Sibila
20%
portes grátis
18,00€ 14,40€
Relógio D'Água
X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.