Quer criar um hábito de leitura mas não sabe como? Nós ajudamos

Por: Marta Ribeiro a 2023-11-07 // Coordenação Editorial: Marisa Sousa

Últimos artigos publicados

10 livros que inspiraram filmes nomeados para os Óscares

No mesmo domingo em que se decide o rumo que o nosso país irá seguir nos próximos quatro anos (10 de março), as estrelas de Hollywood reúnem-se no Teatro Dolby, em Los Angeles, Califórnia, para conhecer os favoritos de 2023 da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas. Se, tal como nós, acredita que o livro é sempre melhor que o filme, não pode perder estas dez leituras que inspiraram alguns dos mais especiais nomeados para os Óscares 2024.

Eleições legislativas: tudo o que precisa de saber e 9 livros essenciais

Depois da demissão do primeiro-ministro, António Costa, no dia 7 de novembro, e da consequente dissolução do parlamento, os portugueses vão a votos para decidir o futuro do país. As eleições legislativas antecipadas estão marcadas para dia 10 de março, e está nas mãos de mais 10,8 milhões de eleitores residentes em território nacional e no estrangeiro escolher o partido que irá formar o próximo Governo e representá-los durante os próximos quatro anos. Os nove livros que sugerimos são essenciais para conhecer melhor os candidatos que vão a votos e entender aquilo que está em jogo.

Um golpe de estado em 248 páginas

Há livros que são armas, tijolos que quebram muros, machados que quebram o mar gelado em nós (Franz Kafka), um “tiro de pistola entre a multidão” (André Breton). Portugal e o Futuro de António de Spínola foi um desses livros. Publicado dois meses antes da Revolução sem sangue que mudou para sempre o nosso país, o livro do então militar acabou por ser a arma, a “pedrada no charco”, o “rastilho” (António Valdemar) que colocou em movimento as engrenagens da mudança. Agora, no 50º aniversário da Revolução e da publicação do livro que lhe deu início, João Céu e Silva traça aquilo que descreve como “a biografia de um livro” com O General que Começou o 25 de Abril Dois Meses antes dos Capitães (Contraponto).

Ao longo do tempo e entre rotinas, é fácil descuidar o gosto pela leitura. É normal –— e totalmente reversível. Quer nunca tenha lido e queira agora começar ou a leitura seja um hábito perdido, estas dicas vão ajudá-lo a mergulhar no mundo dos livros.


1. Levar um livro para todo o lado

Esta é uma das estratégias mais eficazes para alimentar o hábito da leitura. Se andar com um livro debaixo do braço vai sempre ter companhia. Pode usar todo o tempo livre que tiver para ler, mesmo que seja por poucos minutos. Depois de repetir este comportamento várias vezes, vai estranhar situações em que não tenha páginas para folhear.

 

2. Descobrir o género literário que gosta

Se deixou de ler há muito tempo é provável que esta seja uma questão central  aliás, se calhar ainda não retomou a leitura porque não sabe por onde começar. Pode revisitar os seus autores favoritos se sentir que as histórias o continuam a chamar, mas talvez já tenha outros interesses. Visitar uma livraria pode ajudá-lo a escolher um caminho a seguir  os livreiros aconselham livros para a sua faixa etária ou interesse específico e, a partir daí, começa a descoberta. Começa, sim, porque ela nunca acaba, e essa é uma das partes mais estimulantes de ser leitor.

 

3. Criar listas

Se calhar já leu o termo “TBR” nas redes sociais. Mas afinal o que significa esta sigla? To Be Read (em português, para ser lido) – uma forma de elencar todos os livros que se quer ler depois do atual. A maior parte das pessoas que fazem estas listas já têm um hábito de leitura muito vincado  tanto que têm listas infinitas que as alimentam durante anos. Mas para quem está a começar pode ser importante fazer o mesmo, perceber que livros quer ler a seguir e organizar as leituras para não se sentir assoberbado.

 

4. Defina uma meta (realista)

Defina quantos livros quer ler no próximo ano. Se um ano parecer um compromisso muito longo, defina os próximos meses. Mas não atire números muito altos porque, se não conseguir lá chegar, esta meta pode ser contraproducente  vai sentir que não cumpriu um objetivo e desmotivar. Seja realista, comece por perceber quanto consegue ler por semana e, só depois, defina quantos livros quer ter lidos até ao final de um certo período de tempo.

 

5. Partilhe este hábito com alguém

Quer seja por motivação, indentificação ou outro fator, construir um hábito é mais fácil se o partilharmos. Se tem um livrólico na sua vida pode não só pedir-lhe recomendações mas partilhar com ele o seu progresso. Se este é um caminho mais solitário pode sempre juntar-se a comunidades online, como o Goodreads, onde são partilhados progressos e desafios de leitura.

X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.