10 livros a não perder este outono

Por: Bertrand Livreiros a 2020-10-06 // Coordenação Editorial: Marisa Sousa

10%

Isto Tem Piada?
23,99€
10% CARTÃO LEITOR BERTRAND
PORTES GRÁTIS

10%

Idiotas Úteis e Inúteis
15,90€
10% CARTÃO LEITOR BERTRAND
PORTES GRÁTIS

10%

Contra mim
16,60€
10% CARTÃO LEITOR BERTRAND
PORTES GRÁTIS

10%

O Mapeador de Ausências
18,90€
10% CARTÃO LEITOR BERTRAND
PORTES GRÁTIS

10%

Diccionario da Linguagem das Flores
20,90€
10% CARTÃO LEITOR BERTRAND
PORTES GRÁTIS

10%

10%

As Minhas Invenções
12,45€
10% CARTÃO LEITOR BERTRAND
PORTES GRÁTIS

10%

Uma Terra Prometida
27,90€
10% CARTÃO LEITOR BERTRAND
PORTES GRÁTIS

10%

Kill Creek
20,99€
10% CARTÃO LEITOR BERTRAND
PORTES GRÁTIS

10%

A Alma Perdida
19,99€
10% CARTÃO LEITOR BERTRAND
PORTES GRÁTIS

Últimos artigos publicados

130 anos de Álvaro de Campos, o poeta futurista e fingidor

Comemoramos hoje, dia 15 de outubro, 130 anos desde o nascimento de Álvaro de Campos em Fernando Pessoa, recordando o momento em que o heterónimo lhe surgiu pela primeira vez e um dos seus poemas mais célebres, "Aniversário".

3 filmes baseados em livros para assistir esta semana

Se os dias de outono convidam à leitura, convidam também às pipocas e às sessões de cinema no sofá. Esta semana, convidamo-lo a juntar os dois mundos e a assistir a três filmes inspirados em livros, sem deixar o conforto da sua casa.

5 piadas de Jerry Seinfeld para animar a sua semana

Embora seja mais conhecido por ter protagonizado e co-criado Seinfeld - a famosa "sitcom sobre nada", Jerry Seinfeld é um dos comediantes de stand-up mais aclamados da sua geração. Desde que fez a sua primeira atuação, no lendário clube noturno nova-iorquino de stand-up Catch a Rising Star, com apenas 21 anos, escreveu sempre o seu próprio material, tendo guardado todas as anotações numa pasta antiga de fole que preserva até hoje. Depois de o seu primeiro livro, Linguagem Seinfeld ter-se tornado um bestseller do New York Times e um dos livros mais vendidos da década de 1990, Seinfeld publica agora Isto tem piada? - uma compilação das suas melhores piadas, organizadas por décadas. Explica o comediante: "Sempre que me ocorria alguma coisa engraçada, fosse no palco, numa conversa ou no grande bloco de notas amarelo que era a minha tela favorita, guardava tudo numa daquelas pastas antigas de fole. (...) É por isso que ainda tenho tudo o que pensei que valeria a pena guardar ao longo de 45 anos.

"No entardecer da terra / O sopro do longo outono / Amareleceu o chão." Relembramos as palavras de Fernando Pessoa à medida que os dias se vão tornando mais frios e as árvores mudam de cor. O outono já chegou, e pede chá, mantas, lareira e muitos, muitos, livros. Se procura sugestões de livros para ler nos próximos meses, temos dez sugestões imperdíveis para si.


PARA OS QUE GOSTAM DE RIR

Isto tem piada?, de Jerry Seinfeld

Protagonista de uma das mais influentes séries de comédia de sempre, e um dos mais importantes comediantes de stand-up da sua geração, Jerry Seinfeld é o autor do livro Isto tem piada?, que reúne algum do seu material preferido. Desde que fez a sua estreia no lendário clube noturno nova-iorquino Catch a Rising Star, no outono de 1975, Seinfeld guardou todo o material que escreveu desde então, tendo confessado: "Sempre que me ocorria alguma coisa engraçada, fosse no palco, numa conversa ou no grande bloco de notas amarelo que era a minha tela favorita, guardava tudo numa daquelas pastas antigas de fole." A partir daí, selecionou as piadas de que gostava mais e organizou-as por décadas, resultando num livro hilariante que é, ao mesmo tempo, um testemunho único da evolução de um dos grandes comediantes da nossa era.

 

Idiotas, Úteis e Inúteis, de Ricardo Araújo Pereira

Escreve o comediante Ricardo Araújo Pereira"Toda a gente tolera os idiotas úteis — que são, aliás, o melhor tipo de idiota. Os idiotas inúteis, pelo contrário, geram muito menos simpatia, uma vez que juntam a inutilidade à idiotice." Idiotas Úteis e Inúteis surge na sequência do livro Estar vivo aleija e reúne mais de cem crónicas humorísticas que o autor escreveu originalmente para o jornal brasileiro Folha de S. Paulo. Percorrendo temas como a vida política brasileira, a etiqueta respiratória sob pandemia ou o politicamente correto, este é mais um exemplo imperdível do modo particular do comediante de observar o mundo.
 

PARA OS QUE GOSTAM DE LITERATURA

Contra mim, de Valter Hugo Mãe

Inspirado por um ano atípico que convida à introspeção, Valter Hugo Mãe regressa à sua infância para o seu novo romance autobiográfico, Contra mim. Escreve o autor: "Estamos sempre à procura das nossas grandes crianças. Essas que começámos por ser e que se tornam paulatinamente inacessíveis, como irreais e até proibidas. Crianças que caducaram, partiram, tantas por ofensa, tantas apenas por esquecimento." Explorando a forma como de um menino nasce um escritor, este é um livro sobre "a magia profunda de crescer fazendo das palavras alimento, companhia, lugar, espera ou bocados de Deus" (da sinopse), da autoria de um dos mais conceituados escritores portugueses da atualidade.

 

O Mapeador de Ausências, de Mia Couto

O segundo romance de Mia Couto publicado este ano, O Mapeador de Ausências, conta a história de Diogo Santiago, um prestigiado inteletual moçambicano. Professor universitário e poeta, desloca-se pela primeira vez em muitos anos à sua terra natal, a cidade da Beira, nas vésperas do ciclone que a arrasou em 2019. Mas esta viagem revela ser, mais do que um percurso feito no espaço, uma verdadeira viagem no tempo, pois o regresso à terra que o viu nascer traz ao de cima inúmeras recordações sobre a sua infância. Entre elas, a relação com o pai, jornalista e também poeta, e com a sua mãe, prática e totalmente terra-a-terra, bem como episódios importantes da história de Moçambique na altura em que o país era ainda uma colónia portuguesa.

 

Diccionario da Linguagem das Flores, de António Lobo Antunes

O novo romance de António Lobo AntunesDiccionario da Linguagem das Flores, tem como personagem principal Júlio Fogaça, membro proeminente do PCP nos anos trinta do século passado. Ao longo de vinte e quatro capítulos, numa escrita disruptiva a que Lobo Antunes já nos habituou, o leitor é levado a interrogar-se sobre a verdadeira identidade desse protagonista. Temas como o tempo, a memória e a identidade, caros ao autor, estão também presentes neste romance. Todavia, a verdadeira pedra angular da narrativa é a descoberta de um livro antigo, que está na origem do título do romance, e que origina uma surpreendente oscilação gráfica entre o português atual e o português do final do século XIX.

 

PARA OS ÁVIDOS POR CONHECIMENTO

Sapiens: A Origem da Humanidade (Novela gráfica vol. I), de Yuval Noah Harari 

Neste primeiro volume da adaptação do brilhante Sapiens: História Breve da Humanidade para novela gráfica, feita em parceria com o escritor David Vandermeulen e o ilustrador Daniel Casanave, Yuval Noah Harari conta-nos a história de um simples símio que acabaria por se tornar o rei do planeta Terra, capaz de dividir o átomo, voar até à Lua e manipular o código genético da vida. Com 248 páginas ilustradas a cores, este é o livro perfeito para alargar o diálogo iniciado em Sapiens:História Breve da Humanidade, e para apresentar o universo e as ideias de Yuval Noah Harari a novos leitores, curiosos pelo que tem sido a longa e agitada história do ser humano.

 

PARA OS QUE DEVORAM BIOGRAFIAS

Uma terra prometida, de Barack Obama

Em Uma Terra Prometida, Barack Obama narra, na primeira pessoa, a história da sua improvável odisseia, de jovem em busca da própria identidade a líder do mundo livre. Refletindo sobre a presidência, este que foi o 44.º presidente eleito dos Estados Unidos da América e o primeiro afro-americano a assumir o cargo mais importante do país, explora de forma singular o tremendo alcance dos poderes presidenciais, bem como os seus limites, numa altura em que os EUA se preparam para ir a eleições novamente. Maravilhosamente escrito e poderoso, este livro expressa a convicção de Obama de que a democracia não é uma dádiva caída do céu mas uma conquista alicerçada na empatia e na compreensão mútua, construída em conjunto, dia após dia.

 

As minhas invenções, de Nikola Tesla

As minhas invenções é a fascinante autobiografia de Nikola Tesla, um dos inventores e cientistas mais importantes da História. Dono de um cérebro altamente imaginativo e um processo criativo invulgar, ficou famoso pelas suas contribuições pioneiras para a era da eletrónica, pelo seu conflito ao longo da vida com Thomas Edison e pelo seu comportamento errático. Tendo concebido, entre outras invenções, o sistema de corrente alternada, que possibilitou a transmissão de energia elétrica, e lançado as bases do desenvolvimento da tecnologia moderna — as comunicações sem fios, a robótica, o controlo remoto, o radar, a ciência computacional, a balística, etc., Tesla foi um visionário e uma das mais brilhantes personalidades de sempre.

 

PARA OS QUE GOSTAM DE UM BOM SUSTO

Kill Creek, de Scott Thomas

Finalista do Prémio Bram Stoker na categoria de Melhor livro de terror do ano, Kill Creek é a leitura perfeita para o acompanhar na noite de Halloween. Da autoria de Scott Thomas, romancista e argumentista, relata a história de Sam McGarver, autor bestseller de livros de terror, que aceita com alguma relutância o convite para passar a noite de Halloween numa das mais infames casas assombradas do país - a Casa Finch - juntamente com mais três mestres do macabro. Contudo, o que começa como uma simples manobra de publicidade não tarda a transformar-se numa luta pela sobrevivência. A entidade que despertaram na casa irá segui-los e atormentá-los, ameaçando torná-los parte do legado sangrento de Kill Creek.

 

PARA OS MAIS PEQUENOS

A Alma Perdida, de Olga Tokarczuk

Da autoria das polacas Olga Tokarczuk, vencedora do Prémio Nobel de Literatura e do Booker Prize (2018), e Joanna Concejo, vencedora do Livro do Ano pelo IBBY (2013) e Menção Especial do Bologna Ragazzi Award (2018), A alma perdida é uma obra-prima escrita para o público mais jovem, sobre um homem que vivia tão apressado que, sem dar por isso, perdeu a alma. Com ilustrações de alto valor artístico, e pistas subtis que o leitor pode pesquisar de uma página para outra, esta é uma reflexão profunda e comovente sobre a capacidade de cada um de viver em paz consigo e permanecer paciente e atento ao mundo.

X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.