João Tordo | Uma viagem pelo ofício de escritor

Por: Bertrand Livreiros a 2020-05-14 // Coordenação Editorial: Marisa Sousa

João Tordo

João Tordo

João Tordo nasceu em Lisboa em 1975.
Venceu o Prémio Literário José Saramago 2009 com As Três Vidas, tendo sido finalista, com o mesmo livro, do Prémio Portugal Telecom, em 2011. Publicou doze romances, entre eles O Livro dos Homens sem Luz (2004), Hotel Memória (2007), Anatomia dos Mártires (2011), O Ano Sabático (2013), Biografia Involuntária dos Amantes (2014), O Luto de Elias Gro (2015), O Paraíso Segundo Lars D. (2015), O Deslumbre de Cecilia Fluss (2017) e Ensina-me a Voar Sobre os Telhados (2018). Foi finalista do Prémio Melhor Livro de Ficção Narrativa da Sociedade Portuguesa de Autores (2011 e 2015), do Prémio Literário Fernando Namora (2011, 2012, 2015, 2016), e do Prémio Literário Europeu em 2012. Os seus livros estão publicados em vários países, incluindo França, Itália, Alemanha, Hungria, Espanha, México, Argentina, Brasil, Uruguai, entre outros.

VER +

10%

Manual de Sobrevivência de um Escritor
15,90€ 14,31€
PORTES GRÁTIS

Depois de surpreender com o thriller "A Noite em que o Verão Acabou", João Tordo apresenta agora um livro num registo diferente, onde nos revela muito sobre o seu ofício: como escrever, como começar, como ler, como viver da escrita. Em "Manual de Sobrevivência de um Escritor - ou o Pouco que Sei sobre Aquilo que Faço", o autor partilha com o leitor não só a sua experiência no campo da escrita, como algumas das suas memórias e histórias de vida, porque escrever é isso mesmo: "olhar para a vida".


"Afinal, as únicas coisas que valem a pena fazer-se são aquelas que te podem partir o coração."

 

É com esta citação de Colum McCann que João Tordo inicia o seu mais recente livro. À semelhança de "Cartas a um Jovem Escritor" (da autoria de McCann), este apresenta-se como um manual para escritores e aspirantes, no qual o autor partilha conselhos úteis com todos aqueles que experimentam a magia da ficção. Combinando esta abordagem mais técnica com memórias pessoais, por defender que a arte não pode substituir a vida, o autor vencedor do Prémio José Saramago (2009) acredita, contudo, que "o mundo não é suficiente. Quero acrescentar-lhe e acrescentar-me a ele; e, por isso, escrevo."

 

 

Sobre a inspiração para este livro, escreve no prefácio: "Este «manual» não nasceu de uma ideia. É a consequência de milhares de horas passadas sentado a uma secretária, a tentar — palavra após palavra, uma página de cada vez — escrever um livro." Por essa razão, o livro aborda todos os aspetos inerentes à escrita e consequente publicação de um livro, dividindo-se, para esse efeito, em quatro partes: "A escrita", "Um modo de usar", "Efeitos secundários" e "Possíveis interacções". Ao longo das últimas semanas, o autor deu ainda a conhecer seis dos temas abordados neste livro, em pequenos vídeos que publicou nas suas redes sociais  (nomeadamente, #1 A Fé, #2 Olhar a Vida, #3 O Enredo, #4 A Ansiedade, #5 É sobre quê? #6 O Tédio).

Com uma mistura equilibrada de humor e pragmatismo, João Tordo oferece assim uma viagem exclusiva ao seu ofício, a partir de uma incursão no lado mais íntimo de um escritor entregue à sua mais dilacerante paixão. No final do prefácio, deixa um alerta: "Se queres ser escritor, prepara-te para ficares de coração partido."

X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.