"A Vida Mentirosa dos Adultos" | Aperfeiçoar a mentira como forma de contar a verdade

Por: Marisa Sousa a 2020-11-17

Elena Ferrante

Ninguém sabe quem é Elena Ferrante e os seus editores originais procuram manter silêncio absoluto sobre a sua identidade. Houve até quem suspeitasse que se trata de um homem; outros dizem que nasceu em Nápoles e viveu na Grécia e em Turim.
A maioria dos críticos considera-a a nova Elsa Morante, uma voz extraordinária que provocou um terramoto na narrativa dos últimos anos. O sucesso de crítica e público reflete-se em artigos publicados em jornais e revistas como The New York Times e Paris Review.
A saga composta por A amiga Genial, História do Novo Nome, História de Quem Vai e de Quem Fica e História da Menina Perdida está destinada a tornar-se um clássico da literatura europeia do século XXI.

"Não me arrependo de meu anonimato. Descobrir a personalidade do escritor através das histórias que propõe, das suas personagens, dos objetos e paisagens que descreve, do tom da sua escrita, não é mais nem menos que um bom modo de ler." Elena Ferrante numa entrevista via mail para Il Corriere della Sera.

VER +

20%

A Vida Mentirosa dos Adultos
20,00€ 16,00€
PORTES GRÁTIS

Últimos artigos publicados

Como a inteligência artificial está a aprender a escrever, a pintar e a pensar

Em 1953, Roald Dahl, num dos seus Contos do Imprevisto, dá vida ao Great Automatic Grammatizator, uma máquina capaz de escrever, em 15 minutos, romances vencedores de prémios, com base nas obras de autores vivos. Hoje, a realidade — como aliás já nos habituou — ri-se, desafiadora, na cara da ficção, suplantando-a tantas vezes. Poderá um computador compor uma sinfonia, escrever um romance premiado ou pintar uma obra-prima? E, nesse caso, seríamos capazes de perceber que a criação se deve a uma máquina? Estaremos nós a colocar em marcha algo que não conseguimos controlar? É talvez com mais dúvidas do que certezas que ficamos quando falamos de Inteligência Artificial (IA). O Código da Criatividade (Temas e Debates), de Marcus du Sautoy, propõe-nos uma viagem fascinante ao mundo das máquinas criativas. Fomos desbravar o capítulo sobre a criação literária, deste livro que é (e deve ser) de digestão lenta.

Ele, ela ou... | O espectro de cores da existência humana

Têm surgido cada vez mais evidências de que o género é um espectro e não um sistema binário: masculino ou feminino. À medida que se quebram os preconceitos associados a cada género, continuando a longa caminhada rumo à igualdade de direitos, importa desmistificar várias noções relativas à identidade de género. Cunhado na década de 60, este termo define-se como a perceção pessoal de cada um sobre o seu próprio género, sendo que aos casos em que uma pessoa não se identifica com o género com que nasceu, dá-se o nome de disforia de género.

Cuidar dos seus companheiros de quatro patas

A adoção e a compra de animais dispararam durante a pandemia. Confinados em suas casas, muitos consideraram que este poderia ser o momento certo para encontrarem um amigo de quatro patas. É importante, no entanto, estar atento ao bem-estar do seu animal, identificando possíveis sinais de que algo possa não estar bem. Arden Moore, nos livros Gato em Forma — Truques & Dicas Para Uma Vida Mais Longa, Saudável e Feliz e Cão Em Forma — Truques & Dicas Para Uma Vida Mais Longa, Saudável e Feliz (Jacarandá Editora), explica como fazer, em casa, dez exames rápidos, fáceis e eficazes, para verificar se o seu cão ou o seu gato estão de boa saúde. Em caso de dúvida, ligue ao veterinário.

O The Guardian considerou-o "surpreendente", a revista norteamericana Vox classificou-o como "formidável" e o El País apelidou as suas personagens femininas de “verdadeiras obras de arte”. A Netflix comprou os direitos de adaptação ainda antes do lançamento da edição original e prepara para breve a estreia da série com título homónimo.


A ficção literária é, nas palavras de Ferrante, “uma mentira propositada para dizer sempre a verdade”. O seu novo romance, A Vida Mentirosa dos Adultos (Relógio D’Água), é contado na primeira pessoa por Giovanna, a adolescente protagonista, que ao longo da narrativa que acompanha o seu crescimento aprende, com todas as dores de crescimento inerentes, que os adultos à sua volta — principalmente a sua família — lhe mentem. E mais do que o conteúdo destas mentiras, é a forma e o objetivo das mentiras que a desconcertam e transformam.

 

” Para tolerar a existência, mentimos, sobretudo a nós próprios. As mentiras protegem, atenuam a dor, permitem que evitemos o susto de refletir seriamente, diluem os horrores do nosso tempo."


Ficamos desarmados, frente a frente com as desilusões que nascem das expetativas, das aparências frágeis, da traição, das teias complexas que os adultos vão tecendo e onde acabam por ficar presas a inocência e a ingenuidade das crianças. Ao jeito de Ilusões Perdidas, de Balzac, ou Educação Sentimental, de Flaubert (como tão bem lembrou a revista The Atlantic), A Vida Mentirosa dos Adultos põe-nos na primeira fila. É daí que assistimos a relações tumultuosas e ambiguidades morais, à desorientação e revolta dos que se sentem abandonados, os desajustados que, a determinado ponto na escala da dor, encaram a vida como um processo que se faz em oposição a tudo e todos os que lhes falharam, superando-os — principalmente nas suas falhas. "Aperfeiçoei a minha maneira de mentir contando a verdade", confessa Giovanna.

O resto é arte, a de contar uma história com várias camadas onde, amiúde, revemos também estilhaços e dores que foram (e são?) nossos. A arte de nos levar, sem darmos conta, a compreender e a perdoar algumas das mentiras que nos povoaram. Reais ou imaginadas. A arte de materializar Giovanna na nossa vida e de não termos vontade de a deixar ir embora depois da última página.

X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.