"Síul, Epilif e o Grande Zigomático" | A magia de levar a vida a rir

Por: Beatriz Sertório a 2020-11-24 // Coordenação Editorial: Marisa Sousa

Nuno Artur Silva

Nuno Artur Silva nasceu em 1962, em Lisboa. É autor e produtor de livros, peças de teatro, eventos, séries e programas de televisão, sobretudo nas áreas da comédia e da poesia. Foi fundador, editor e diretor da Produções Fictícias, agência criativa, do jornal O Inimigo Público e do Canal Q, canal cabo de entretenimento. Recentemente, foi administrador da RTP com o pelouro dos Conteúdos. Atualmente, é secretário de Estado do Cinema, Audiovisual e Media.

VER +

10%

Síul, Epilif e o Grande Zigomático
12,20€
10% CARTÃO LEITOR BERTRAND
PORTES GRÁTIS

Existe um provérbio que diz que «rir é o melhor remédio». Mas nem sempre é fácil. Há alturas na nossa vida em que não temos vontade mesmo nenhuma de rir. É perfeitamente normal, e saudável, termos dias assim. Para o Luís, no entanto, todos os dias eram assim. O Luís nunca rira, desde bebé, chegando a preocupar os pais ao ponto de o levarem a um médico para ser examinado. Aparentemente, não havia nada de errado com ele. O que lhe faltava, dizia ele, era qualquer coisa para ele gostar. Ainda não tinha encontrado aquilo que o fazia rir.


Isto foi apenas até encontrar o Filipe. O Filipe — ou Epilif, como gostava de se chamar — era o seu completo oposto. Ria por tudo e por nada e fazia truques de magia. Tudo começou quando, um dia, o seu pai desapareceu e nunca mais voltou, «como um truque incompleto». Desde aí, aprendeu a magia que existe em tornar as coisas cómicas — quando rir é o único remédio. Às vezes, para tornar uma coisa cómica, basta colocá-la do seu avesso — como fez com o seu nome e o do seu amigo Luís (ou melhor, Síul). Outras vezes, palavras complicadas de dizer também o faziam rir — como zigomático, sabes o que é? É o músculo que nos faz rir.


Mas o maior truque do «Grande Epilif» foi o de fazer aparecer uma coisa inesperada num sítio improvável — tentou fazer aparecer um coelho dentro de uma cartola e, em vez disso, apareceu um cão. Foi nesse momento que, pela primeiríssima vez, o Luís começou a rir. O truque não tinha sido só mágico, como também cómico, e ensinara-lhe que «ser cómico é uma maneira de ser mágico».

No entanto, a maior lição que o Síul e o Epilif aprenderam é também uma lição importante para os adultos, sobretudo para aqueles que levam a vida demasiado a sério e que não conseguem arranjar forma de rir das suas preocupações: ser cómico não é apenas mágico, é também «uma maneira de ser miúdo quando se é crescido».

X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.