O vencedor do Man Booker Prize 2022 

Por: Bertrand Livreiros a 2022-10-18 // Coordenação Editorial: Marisa Sousa

Shehan Karunatilaka

Shehan Karunatilaka

Shehan Karunatilaka é o autor premiado de Chinaman: The Legend of Pradeep Mathew, vencedor dos prémios Commonweath Prize, Gratiaen Prize e DSC Prize for South Asian Literature. As Sete Luas de Maali Almeida é o seu segundo romance, que conquistou o meio literário. Vencedor do prestigiado Booker Prize de 2022, foi ainda eleito Romance do Ano pelos principais meios de comunicação internacionais. Os direitos de tradução foram vendidos para 30 países.

VER +

20%

The Seven Moons Of Maali Almeida
21,88€ 17,50€
PORTES GRÁTIS

10%

As Sete Luas de Maali Almeida
22,00€ 19,80€
PORTES GRÁTIS

Últimos artigos publicados

Os seis livros na shortlist do Booker Prize, e porque deve lê-los

Já são conhecidos os seis finalistas da edição de 2024 do Booker Prize e entre eles encontra-se um autor lusófono. Itamar Vieira Junior, autor vencedor do Prémio Leya 2018 e do Prémio Oceanos 2020 pela obra Torto Arado, figura de uma lista de quatro mulheres e dois homens, de países tão distantes quanto a Argentina, a Alemanha, a Suécia, a Coreia do Sul, os Países Baixos, e o Brasil. O que os une? Uma abordagem “implicitamente optimista” à literatura e a possibilidade de ganhar um prémio de 50 mil libras, repartido em partes iguais pelo autor e pelo tradutor.

Estão abertas as votações para a 8.ª edição do Prémio Livro do Ano Bertrand

Já está em marcha a 8ª edição do primeiro prémio literário português atribuído por livreiros e leitores, o Prémio Livro do Ano Bertrand, lançado há oito anos pela Livraria Bertrand. No seguimento desta 8.ª edição, tal como no ano anterior, será atribuído o Prémio Livreiros Bertrand para Autores Lusófonos, elegido pelos Livreiros Bertrand a partir das obras de autores lusófonos mais votadas.

Pode a leitura em voz alta ajudar pacientes com cancro? Um estudo sugere que sim.

Os benefícios da leitura para a nossa saúde são inúmeros e, em situações de doença, pode mesmo oferecer um escape da realidade verdadeiramente terapêutico. No entanto, para muitos pacientes de cancro torna-se uma tarefa quase impossível. O “cancer fog”, também conhecido como confusão mental ou deficiência cognitiva relacionadas com o cancro, é um efeito secundário comum do tratamento que leva muitos pacientes a abandonarem a leitura numa altura em que os seus benefícios poderiam ser especialmente úteis. 

A edição de 2022 do prestigiado prémio de ficção em língua em inglesa decorreu segunda-feira, 17 de outubro de 2022, na sala de espetáculos Roundhouse, em Londres, Inglaterra.



O prémio foi atribuído a The Seven Moons of Maali Almeida, do autor cingalês Shehan Karunatilaka. A obra é um “thriller metafísico, um filme noir da vida além da morte que dissolve as barreiras não apenas dos diferentes géneros, mas também da vida e da morte, corpo e espírito, este e oeste”, de acordo com Neil Mcgregor, presidente do júri e historiador de arte e escritor. 
 

No discurso de aceitação do prémio, o autor afirmou: “O meu desejo para os escritores nesta sala e para os escritores em toda a parte é que tenham três senhoras, três senhores, três não binários ou qualquer combinação que prefiram para olhar por vocês quando os dias não são bons”, agradecendo também a uma longa lista de colaboradores, principalmente aos seus editores, que aceitaram publicar o seu livro, que foi considerado por muitos “difícil e estranho”, e às “três senhoras” com quem o escritor vive e a quem The Seven Moons of Maali Almeida é dedicado.
 

A segunda obra de Karunatilaka narra a história de Maali, um fotojornalista de guerra que, após a morte, dá por si numa espécie de gabinete de emissão de visas celestiais, onde lhe são dadas “sete luas” para resolver o mistério da sua morte súbita e revelar um rolo de fotografias que promete “abanar” o Sri Lanka, devastado pelos horrores da guerra civil.
 

Lembrando que The Seven Moons of Maali Almeida é sobre o assassinato de um fotojornalista de guerra, o autor confessou que gostaria de ler os nomes de “todos os jornalistas, ativistas, políticos, civis e inocentes que foram assassinados pelo Estado [cingalês] por se lhe oporem”. Confessou, ainda, ter esperança que num futuro próximo o Sri Lanka entenda que “estas ideias de corrupção, raça e colonialismo não funcionam e nunca vão funcionar e que, nessa altura, Seven Moons esteja na secção de fantasia das livrarias, ao lado dos dragões e unicórnios.”
 

Fonte: Observador

X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.