Djaimilia Pereira de Almeida vence Prémio Literário Fundação Inês de Castro 2018

Por: Sónia Rodrigues Pinto a 2019-03-25 // Coordenação Editorial: Marisa Sousa

Djaimilia Pereira de Almeida

Djaimilia Pereira de Almeida

(Luanda, 1982) Vencedora do Prémio Novos 2016 - categoria Literatura, estreou-se no romance em 2015 com Esse Cabelo (Teorema). Ajudar a Cair, um retrato ensaístico do Centro Nuno Belmar da Costa, foi publicado, em 2017, pela Fundação Francisco Manuel dos Santos. Em 2018, publicou Luanda, Lisboa, Paraíso (Companhia das Letras Portugal). Licenciada em Estudos Portugueses na Universidade Nova de Lisboa, doutorou-se em Teoria da Literatura, na Universidade de Lisboa, em 2012. Em 2013, foi uma das vencedoras do Prêmio de Ensaísmo serrote, atribuído pela Revista serrote (Instituto Moreira Salles, Brasil); em 2016, esteve entre os finalistas do 8º ciclo da Rolex Mentor and Protégé Arts Initiative. Publicou em Common Knowledge, Granta.com, Granta Portugal, Ler, Revista Pessoa, Quatro Cinco Um, Revista serrote, Words Without Borders, Revista Zum, entre outras.

VER +

10%

Luanda, Lisboa, Paraíso
17,45€
10% CARTÃO LEITOR BERTRAND
PORTES GRÁTIS

Djaimilia Pereira de Almeida venceu o Prémio Literário Fundação Eugénio de Castro 2018, com o seu mais recente romance, Luanda, Lisboa, Paraíso, editado pela Companhia das Letras. O Prémio, que já vai na sua 12.ª edição, foi anunciado na passada terça-feira pela organização e será entregue no próximo dia 30 de março, no Hotel Quinta das Lágrimas, em Coimbra.

Adicionalmente, o Prémio Tributo de Consagração foi atribuído ao tradutor e poeta José Bento, pelo seu contributo na divulgação da cultura hispânica em Portugal, ao traduzir autores como Ortega y Gasset, Jorge Luis Borges ou Federico García Lorca.

O galardão foi outorgado por maioria do júri, presidido por José Carlos Seabra Pereira e composto por Mário Cláudio, Isabel Pires de Lima, Pedro Mexia e António Carlos Cortez.

Em 2015, Djaimilia Pereira de Almeida fazia a sua estreia literária com Esse cabelo, romance que ganhou destaque com o Prémio Novos em 2016, na categoria de Literatura. Após alguns ensaios e revistas literárias, a escritora regressa à ficção em 2018, com o livro premiado, uma obra que acentua o seu lugar enquanto “narradora atenta e singular, com um ponto de vista único” (via Público).

Luanda, Lisboa, Paraíso conta a história de Cartola de Sousa e Aquiles, pai e filho, que viajam para Lisboa, por volta de 1980, deixando para trás Glória, a mãe doente e imobilizada na cama, entregue aos cuidados da filha, Justina. O título do livro traça o percurso feito por pai e filho, numa viagem sem retorno, onde começam em Luanda, viajam para Lisboa, acabando a viver numa pensão para, mais tarde, acabarem a viver no Paraíso, um bairro da lata na margem sul do Tejo.

X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.