7 Thrillers Recomendados por John Grisham

Por: Sónia Rodrigues Pinto a 2020-11-03 // Coordenação Editorial: Marisa Sousa

Scott Turow

Scott Turow

Scott Turow é autor de oito obras de ficção, entre as quais Danos Pessoais, Erros Reversíveis, O Medo dos Bravos, Juiz Por Um Fio e o famoso thriller Presumível Inocente, que foi adaptado para o cinema por Alan J. Pakula e que conta com Harrison Ford como protagonista, entre outros atores de renome. Os livros de Turow estão traduzidos em mais de vinte e cinco línguas e já venderam mais de vinte e cinco milhões de exemplares em todo o mundo. Ele escreve também ensaios e artigos de opinião para publicações como o New York Times, o Washington Post, a Vanity Fair, o The New Yorker, a Playboy e o The Atlantic.

VER +
Ian Rankin

Ian Rankin

Nascido na Escócia em 1960, Ian Rankin licenciou-se na Universidade de Edimburgo. Considerado o maior escritor escocês de policiais da atualidade, as suas obras encontram-se disponíveis em trinta e cinco idiomas. Entre os inúmeros prémios que recebeu destacam-se 4 Daggers (um Diamond e um Gold), o Grand Prix du Roman Noir 2003, o Edgar Award para melhor romance em 2004 e o British Book Awards Crime Thriller of the Year em 2005. Recebeu ainda a Order of the British Empire pelos serviços prestados à Literatura. Vive em Edimburgo com a mulher e os dois filhos.

Página do autor: www.ianrankin.net

VER +
Louise Penny

Louise Penny

Louise Penny é uma autora bestseller internacional premiada, cujos livros alcançaram o primeiro lugar nas listas do New York Times, USA TODAY e Globe and Mail (Toronto). Os romances do inspetor-chefe Armand Gamache foram traduzidos para 31 idiomas. Em 2017, recebeu a Ordem do Canadá pelas suas contribuições para a cultura canadiana. Louise Penny mora numa pequena povoação, a sul de Montreal.

VER +
Ron Rash

Ron Rash

Ron Rash nasceu em 1953 na Carolina do Sul, Estados Unidos. Em 1994 escreveu o seu primeiro livro, e desde então já publicou várias obras de poesia e ficção, pelas quais tem recebido diversos prémios e distinções. Serena foi finalista do prémio PEN/Faulkner de 2009 e bestseller do New York Times. Os direitos de tradução foram adquiridos em mais de uma dúzia de idiomas, tendo sido adaptado ao cinema com Jennifer Lawrence e Bradley Cooper nos papéis principais.

VER +
John Grisham

John Grisham

John Grisham nasceu no Arkansas a 8 de fevereiro de 1955. Antes de se tornar escritor a tempo inteiro, licenciou-se em Direito, exerceu advocacia e tornou-se um profundo conhecedor do sistema jurídico americano. Inspirou-se na sua experiência profissional em toda a sua obra literária, que se inicia em 1989 com a publicação de Tempo de Matar.
Com mais de 350 milhões de exemplares vendidos e traduzido para mais de 45 línguas, é um autor que ocupa permanentemente os lugares cimeiros nas listas dos livros mais vendidos. A sua enorme popularidade e a mestria da sua escrita fazem de John Grisham um dos autores cujas obras literárias são frequentemente distinguidas com adaptações cinematográficas e televisivas de grande qualidade.
www.jgrisham.com
www.facebook.com/JohnGrisham

VER +

10%

A Time For Mercy
25,75€
10% CARTÃO LEITOR BERTRAND
PORTES GRÁTIS

10%

A Private Cathedral
19,30€
10% CARTÃO LEITOR BERTRAND
PORTES GRÁTIS

10%

O Inocente
17,70€
10% CARTÃO LEITOR BERTRAND
PORTES GRÁTIS

10%

Tempo de Matar
17,70€
10% CARTÃO LEITOR BERTRAND
PORTES GRÁTIS

10%

Presumível Inocente
17,70€
10% CARTÃO LEITOR BERTRAND
PORTES GRÁTIS

10%

The Last Trial
25,75€
10% CARTÃO LEITOR BERTRAND
PORTES GRÁTIS

10%

Natureza Morta
18,90€
10% CARTÃO LEITOR BERTRAND
PORTES GRÁTIS

10%

A Estátua Assassina
17,00€
10% CARTÃO LEITOR BERTRAND
PORTES GRÁTIS

10%

Mística Fatal
19,90€
10% CARTÃO LEITOR BERTRAND
PORTES GRÁTIS

10%

Knots And Crosses
13,05€
10% CARTÃO LEITOR BERTRAND
PORTES GRÁTIS

O autor norte-americano John Grisham ficou conhecido pelos seus thrillers jurídicos após vários anos a trabalhar na área da política e da advocacia. Grisham publicou em outubro A Time for Mercy, obra que traz uma personagem já bem conhecida pelos seus leitores: Jake Brigance, protagonista da primeira obra do escritor, originalmente publicada em 1989, Tempo de Matar.  

Enquanto especialista na arte de agarrar os leitores até à última página, o Goodreads convidou o autor a partilhar quais os livros que o deixaram acordado até tarde. Estes são alguns dos seus favoritos.
 


 

A Private Cathedral, de James Lee Burke

A série do detetive David Robicheaux é “uma das mais interessantes na ficção contemporânea”, segundo Grisham. Com início em The Neon Rain (1987), são 23 volumes que têm vindo a acompanhar várias gerações de leitores até A Private Cathedral, o mais recente volume da obra. Aqui, Robicheaux depara-se com duas famílias rivais, no Louisiana, que lutam pelo território partilhado. Com vários problemas internos, sendo que uma das famílias chega, inclusive, a entrar no negócio de tráfico de humanos, esta é uma história repleta de suspense e crime, mas também com uma dose de superstição e misticismo que torna este thriller tão cativante. 
 

Deacon King Kong, de James McBride

Considerada pelos críticos como “uma carta de amor à cidade de Nova Iorque”, a narrativa decorre no sul de Brooklyn, onde o diácono de uma igreja decide matar o traficante de drogas mais conhecido do bairro. James McBride decide explorar neste livro a vida das personagens afetadas pelo assassinato: a vítima, os residentes afro-americanos, os latinos que presenciaram o tiroteio, os vizinhos caucasianos, os polícias responsáveis pela investigação do crime, a máfia italiana da vizinhança, entre outros. 
 

The Last Trial, de Scott Turow

Do mesmo autor de Presumível Inocente, esta é a história do último caso do advogado de defesa criminal Sandy Stern. Com 85 anos e prestes a entrar na reforma, Stern decide defender um amigo de longa data, acusado de fraude, assassinato e insider trading (negociação através de informações privilegiadas). De acordo com John Grisham, “Scott Turow é o mestre dos thrillers jurídicos e não há nada como as cenas em tribunal que [ele] escreve.”
 

All the Devils are Here, de Louise Penny

O já conhecido detetive Armand Gamache encontra-se em Paris, prestes a celebrar o nascimento do neto, quando o seu padrinho é atingido, após uma clara tentativa de assassinato. Gamache, já conhecido pelo público português em Natureza Morta ou Mística Fatal, pretende resolver o crime e descobrir o culpado, num verdadeiro pesadelo que envolve a sua família e que, nas sombras da capital francesa, o faz duvidar sobre em quem confiar. 
 

Just Mercy, de Bryan Stevenson

Publicado em 2014, baseado numa história real - e adaptado para filme, com Michael B. Jordan no papel principal -, Just Mercy relata o percurso do autor como advogado e defensor da justiça. Bryan Stevenson abandonou Harvard e fundou a Equal Justice Initiative, uma organização sem fins lucrativos, que auxilia aqueles que foram presos injustamente. Uma obra de tal modo cativante que John Grisham a leu, pela terceira vez, durante o confinamento da pandemia. 
 

In the Valley, de Ron Rash

O escritor norte-americano Ron Rash já escreveu várias obras de poesia e ficção, pelas quais tem recebido diversos prémios e distinções. O seu mais recente livro traz-nos dez contos e uma novela. Two, Baptism e Neighbors foram publicados previamente e altamente elogiados pela crítica. Na novela, o autor volta a escrever sobre Serena, personagem que deu nome a um dos seus livros mais conhecidos, bestseller do The New York Times e adaptado ao cinema em 2014.
 

A Song for the Dark Times, de Ian Rankin

Para terminar, o thriller de Ian Rankin oferece-nos mais um mistério que passa pelas mãos do detetive John Rebus. O primeiro livro do detetive Rebus, Knots and Crosses, foi publicado em 1987. Passados mais de 30 anos desde o primeiro volume, esta continua a ser uma série altamente popular no estrangeiro. Em A Song for the Dark Times, o marido da filha, Samantha, está desaparecido há dois dias e é ao pai que ela pede ajuda. 
 


 

 

Enquanto A Time for Mercy não chega a Portugal, pode descobrir O Inocente, o thriller que relata a história de Ron Williamson, um homem adorado por todos, na cidade de Ada, em Oklahoma, até ao dia em que uma jovem empregada de mesa, Debra Sue Carta, é assassinada e os poucos indícios que existem apontam Williamson como culpado. Baseado numa história real, ocorrida na década de 1980, o livro de John Grisham deu origem a um documentário da Netflix, The Innocent Man, que estreou em 2008. Chega às livrarias a partir de 6 de novembro

X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.