Um amor para toda a vida | Elizabeth e Mr. Darcy

Por: Bertrand Livreiros a 2019-02-12 // Coordenação Editorial: Marisa Sousa

Jane Austen

Jane Austen

Importante romancista inglesa (1775-1815) cuja escrita marca a passagem do Neoclassicismo para o Romantismo. Quando era ainda criança, escreveu novelas para a família, em parte publicadas em Love and Friendship and Other Early Works (1922). Na produção literária desta autora são considerados dois períodos: de 1796 a 1798, em que escreveu Sense and Sensibility (Sensibilidade e Bom Senso) e Pride and Prejudice (Orgulho e Preconceito), publicados em 1811 e 1813, respetivamente; e a partir de 1811, com a escrita de Mansfield Park (1814), Emma (1816) e Persuasion (Persuasão, 1818).

VER +

10%

Orgulho e Preconceito
19,50€
10% CARTÃO LEITOR BERTRAND
PORTES GRÁTIS

Últimos artigos publicados

5 livros recomendados por Taylor Swift

Se for um verdadeiro “Swiftie”, de certeza que já está habituado a analisar todas as referências escondidas nas letras das canções de Taylor Swift. Mas será que sabe que elas são fortemente influenciadas pela literatura? Na semana em que Portugal recebe a cantora e compositora pela primeira vez, para dois concertos nos dias 24 e 25 de maio, partilhamos cinco livros recomendados por um dos maiores fenómenos de sempre do mundo da música.

“Deixemo-nos de tretas!” Duas ou três ideias sobre... a ilusão da comida saudável

“Quanto mais sabemos acerca de alimentação e de nutrição, pior as pessoas comem.”  Quem o afirma é Conceição Calhau, uma das mais prestigiadas investigadoras do país na área da nutrição e saúde, e autora do livro Deixemo-nos de tretas – A ilusão da comida saudável. Publicado pela Contraponto no passado mês de abril, este livro pioneiro procura desmascarar muitas das teorias que nos são vendidas sobre alimentação saudável e dietas milagrosas. Afinal, será que devemos mesmo comer tudo cozido e grelhado? Existem realmente alimentos “saudáveis”? Terão as calorias assim tanta importância? 

Cinco livros essenciais de Paul Auster

Ícone nova-iorquino, superestrela literária, santo padroeiro da cena literária de Brooklyn… Para várias gerações de leitores, Paul Auster foi isso e muito mais. A sua morte com 77 anos de idade, anunciada no passado dia 30 de abril, fez os cabeçalhos dos jornais do mundo, mas funcionou também como cruel lembrete de como o tempo, tema ao qual dedicou grande parte da sua obra, nem sempre lhe foi favorável. Autor de bestsellers como A Trilogia de Nova Iorque, Palácio da Lua e O Livro das Ilusões, nos quais se debruça de forma recorrente sobre temas como a memória, o envelhecimento, a solidão e a identidade, foi perdendo popularidade perante uma geração entre a qual acredita que: “já ninguém acredita que a poesia (ou a arte) pode mudar o mundo.”

Quem são?

Elizabeth e Mr. Darcy são as personagens principais do clássico de Jane Austen, Orgulho e Preconceito . Mr. Darcy é um homem rico e de elevado estatuto social e Elizabeth, ou Lizzie, é uma das cinco filhas da humilde família Bennet.

 

Qual a sua história ?

“É uma verdade universalmente reconhecida que um homem solteiro na posse de uma bela fortuna necessita de uma esposa.” É assim que começa o romance de Austen. Quando Mr. Bingley e Mr. Darcy chegam à região onde mora a Sra. Bennet com as suas cinco filhas, parecem responder às preces da mãe cuja principal preocupação é casar as filhas com alguém que lhes assegure estabilidade financeira. Darcy, inicialmente embaraçado pelas origens modestas da família, acaba por deixar o seu orgulho de lado e apaixonar-se por Elizabeth, a segunda filha mais velha. Lizzie, por sua vez, critica fortemente a sociedade da sua altura que obriga as mulheres a casar por conveniência e, determinada a casar por amor, recusa-se a ver para além das suas primeiras impressões de Mr. Darcy que o julgam como um homem arrogante e presunçoso.  Contudo, ao conhecê-lo melhor, Elizabeth despe os seus preconceitos e encontra em Darcy o amor que ela sempre esperou.

 

coração4

 

O que torna o seu amor especial?

A história de amor de Elizabeth e Mr. Darcy é um verdadeiro clássico da literatura, tendo sido adaptada para o cinema, para a televisão e para o teatro inúmeras vezes. A sua história ensina-nos como o amor não pode existir a não ser na ausência do orgulho e de qualquer preconceito e também como não devemos julgar as pessoas pelas primeiras impressões. Embora o livro apresente uma crítica à sociedade inglesa do início dos séculos XVIII-XIX, a sua história é intemporal e a prova de como o amor acontece quando duas pessoas põem as suas d iferenças de lado.

Opinião dos leitores

O melhor livro de Jane Austen
Marina | 27-05-2020
Um romance intemporal, o melhor livro de Jane Austen. Merece um destaque.
X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.