Bertrand.pt - O Tatuador de Auschwitz
Opinião dos livreiros
(24)
Opinião dos leitores
(5)

O Tatuador de Auschwitz

de Heather Morris; Tradução: Miguel Romeira 

Editor: Editorial Presença
Edição ou reimpressão: fevereiro de 2018
Portes
Grátis
10%
16,50€
14,85€
Em stock - Envio 24H
portes grátis

Vencedor Prémio Livro do Ano Bertrand 2018 - Ficção de Autores Estrangeiros

História verídica de um amor em tempo de guerra!

Esta é a história assombrosa do tatuador de Auschwitz e da mulher que conquistou o seu coração - um dos episódios mais extraordinários e inesquecíveis do Holocausto.

Em 1942, Lale Sokolov chega a Auschwitz-Birkenau. Ali é incumbido da tarefa de tatuar os prisioneiros marcados para sobreviver - gravando uma sequência de números no braço de outras vítimas como ele - com uma tinta indelével. Era assim o processo de criação daquele que veio a tornar -se um dos símbolos mais poderosos do Holocausto.
À espera na fila pela sua vez de ser tatuada, aterrorizada e a tremer, encontra-se Gita. Para Lale, um sedutor, foi amor à primeira vista. Ele está determinado não só a lutar pela sua própria sobrevivência mas também pela desta jovem.

Um romance baseado em entrevistas que Heather Morris fez ao longo de diversos anos a Ludwig (Lale) Sokolov, vítima do Holocausto e tatuador em Auschwitz-Birkenau. Uma história de amor e sobrevivência no meio dos horrores de um campo de concentração, que agradará a um vasto universo de leitores, em especial aos que leram A Lista de Schindler e O Rapaz do Pijama às Riscas, e que nos mostra de forma pungente e emocionante como o melhor da natureza humana se revela por vezes nas mais terríveis circunstâncias.

Críticas
«Extraordinário, comovente, avassalador, edificante… uma história sobre os limites do comportamento humano, onde atos de violência intencionais acontecem a par de atos de amor altruístas e impulsivos. Recomendo-o sem reservas.»
Graeme Simsion, autor de O Projeto Rosie

Críticas de imprensa
«Baseado na verdadeira história de Lale Sokolov, que foi forçado a tatuar os números de prisioneiro nos braços dos seus companheiros nos campos de concentração.»
The Bookseller

«Uma história bela e pungente sobre a vontade de um homem de sobreviver em Auschwitz… é uma história de esperança e perseverança, de uma beleza que emerge quando tudo à volta parece estar pintado de preto.»
Library Thing

  • O Tatuador de Auschwitz
    Verónica Castro – Livraria Bertrand Vasco da Gama | 18-06-2019

    É um livro que nos faz sentir um pouco de tudo o que a personagem sente e que nos deixa a pensar que realmente a esperança é a última a morrer e que um amor verdadeiro supera tudo! Completamente rendida pelo amor de Lale e Gita!

  • O amor sem limites
    Verónica Costa - Livraria Bertrand Alma Shopping | 31-05-2019

    Um romance histórico obrigatório, no qual é demonstrado que o amor vence muros e barreiras, testemunhando a coragem e frieza necessárias à sobrevivência, Um livro duro que relata os horrores do período (negro) nazi. Num ambiente em que tudo é horror, guerra, violência, sofrimento, um amor proibido nasce, demonstrando que o amor tudo pode e tudo supera.

  • Um livro de memórias
    Mónica Salvado - Livraria Vasco da Gama | 29-05-2019

    Uma história verídica, sobre um homem judeu que, quando era muito jovem, viveu 3 anos em Auschwitz. Ele recorda-nos que não foram só os judeus que sofreram, mas também os ciganos, prisioneiros políticos comunistas e que se enfrentavam ao regime Nazi. Dentro de Auschwitz, o protagonista conseguiu alguns privilégios através do seu trabalho como tatuador. Com estas parcas regalias, ele conseguiu proteger alguns prisioneiros. Todos os dias ele tinha de tatuar os números em todos os novos prisioneiros. É através deste trabalho que ele tenta sobreviver e conhece a sua futura esposa. Relata todas as relações que estabeleceu e tudo o que aconteceu também depois de sair do campo de concentração. Muito interessante.

  • Por vezes existem histórias com História
    José Carlos Fernandes - Porto Alameda Shop & Spot | 27-05-2019

    Existem certamente muitos livros sobre a II Guerra Mundial. Alguns feitos de pura ficção, outros reais. Porém, por mais livros que se possam escrever sobre esta época julgo que continuaremos a sentir-nos pequenos relativamente à magnitude destes terríveis acontecimentos que, apesar de tudo, foram propulsores de algumas das histórias mais belas de justiça, amor e redenção. Esta é sem dúvida uma dessas histórias...

  • Trágico e assombroso
    Ana Gil - Equipa Bertrand Covilhã | 23-05-2019

    Este livro relata a vida de Lale Sokolov, judeu nascido na Checoslováquia, que viveu na pele a Segunda Guerra Mundial e o Holocausto. Apesar de todos os horrores vividos num campo de concentração, surge também uma história de amor....

  • Dos melhores livros que li
    Daniela Dias- Livraria Bertrand Aveiro | 19-05-2019

    "O Tatuador de Auschwitz" é um livro de leitura compulsiva. Conta a história de Lale, que foi encarregue de tatuar os recém-chegados no campo de concentração, mas também conta os horrores que milhares de pessoas passaram. Aqui vemos que o amor e união são armas poderosas na luta pela sobrevivência.

  • História verídica de um amor
    Filomena Batista - Bertrand Chiado | 17-05-2019

    Baseado numa história verdadeira, o Tatuador de Auschwitz é a história de um tatuador chamado Lale e Gita a mulher que conquistou o seu coração, vítima do Holocausto. Passado em 1942, Lale é incumbido de tatuar os prisioneiros marcados para sobreviver, gravando uma sequência de números no braço. Na fila à espera da sua vez para ser tatuada, aterrorizada e a tremer, encontra-se Gita. Para Lale foi amor à primeira vista. Ele está determinado não só a lutar pela sua própria sobrevivência mas também pela desta jovem.

  • O Tatuador de Auschwitz
    Tânia Duarte Livraria Bertrand do Amoreiras | 11-05-2019

    O Tatuador de Auschwitz de Heather Morris é baseado no testemunho vivido de Lale Sokolov, uma história de sobrevivência e amor inspiradora e marcante. Uma leitura inesquecível e marcante!

  • Se acordares de manha, já é um bom dia
    José Bernardo - Livraria Parque Atlântico | 10-05-2019

    Baseado numa história verdadeira - Lale usa a sua educação e conhecimentos para conseguir um emprego como tatuador. Um testemunho de humanos como nós que, quando coagidos a explorar limites, revelaram um potencial ilimitado. Suportaram fome, torturas, espancamentos,... e, pior que tudo, um amanhã incógnito. Numa época de tamanhos horrores, acordar para cada dia, era uma vitória da vida sobre a morte! Testemunhamos em primeira mão as atrocidades que Lale vê acontecer, e também a crueldade e tortura que se sofre nas mãos dos nazistas. Livros como esse precisam ser publicados e lidos, acho que, apesar de todos saberem o que era o Holocausto, as pessoas podem estar a correr o risco de esquecer o quão horrível foi. Uma história de amor que ocorreu num campo de concentração nazi! Este sentimento que já conta com milénios de existência, não se cansa de nos surpreender com a sua resistência e ousadia!...

  • Vencedor Prémio Livro do Ano Bertrand 2018 - Ficção de Autores Estrangeiros
    Susana Sampaio, livraria Bertrand Estação Viana | 04-05-2019

    Um romance que nos faz refletir sobre este período terrível, que é a Segunda Guerra Mundial.... Para além das atrocidades, há um poder do amor....

  • Uma história impressionante!
    Fátima Ferreira - Livraria Dolce Vita Tejo | 30-04-2019

    Um livro verídico que nos traz uma história de amor em tempos de guerra. É maravilhoso, muito bem escrito e agarra-nos à trama, querendo conhecer mais e mais sobre a vida do tatuador. Incrível!

  • Apaixonante
    Mário Martins - Alma Shoping | 20-04-2019

    Uma história muito apaixonante entre um tatuador num campo de concentração e uma tatuada. Vale a pena ler, é daqueles livros que é para ler do inicio ao fim sem parar!!

  • Um amor no meio do horror
    Patrícia Ramalho - livreira Bertrand Palácio do Gelo, Viseu | 08-04-2019

    Uma história de amor que começou numa época e num dos lugares mais horrorosos da história. Um livro baseado em factos reiais, que mostra que um amor pode nascer no meio do horror. Uma história de esperança na vida e no amor. Um livro obrigatório para quem gosta do tema.

  • Muito Bom
    Rita Alcobia - Livreira Bertrand Amoreiras | 05-04-2019

    Mais um livro muito interessante sobre o Holocausto, para além de interessante é importante citar que é baseado na experiência de vida de Lale Sokolov que foi obrigado a tatuar nos braços de companheiros o número que no fundo significava o encarceramento e o terror que os esperava. O livro é capaz de mostrar que apesar de todas as dificuldades e horrores vividos as pessoas conseguem amar. Espero que gostem.

  • União e amor vencem
    Ana Santos - Aveiro | 29-03-2019

    Uma história emocionante que mostra as barreiras que um amor derruba num dos piores cenários da história Lale é "recrutado" para Auschwitz-birkenau. Lá é-lhe dada como função tatuar todos os prisioneiros recém-chegados ao campo de concentração, assim conhece a sua futura esposa. Conta a história, as maneiras que arranjaram para sobreviver e as estratégias para conseguirem manter contacto. Neste livro a união e o amor vencem.

  • Amor!!!
    Sónia Fernandes - Livreira Bertrand Guarda | 28-03-2019

    Numa atmosfera de dor e sofrimento, onde a morte e a sobrevivência andam de mãos dadas, surge uma história de amor e amizade que nos comove.

  • Uma história comovente
    Inês Maravalhas - Bertrand Póvoa de Varzim | 27-03-2019

    Este é dos melhores livros sobre a temática do Holocausto que já li. Trata-se de uma história de amor que enfrenta os horrores da guerra e que nos mostra que em todas as situações, existe sempre espaço para o amor e a esperança.

  • Um livro tocante.
    Liliana Pinto - Livraria Campus São João | 27-03-2019

    Capaz de nos fazer ter esperança que o amor existe, mesmo contra todas as adversidades que a vida nos traz. Ao mesmo tempo, lembra-nos o que o ser humano, um dia, foi capaz de fazer, com esperança que o mundo em que vivemos seja melhor do que um dia já foi.

  • Da tragédia emergiu a felicidade
    Inês Torres livreiro (a) Bertrand Nova Arcada | 20-03-2019

    Esta é a história assombrosa do tatuador de Auschwitz e da mulher que conquistou o seu coração, tratasse de um dos episódios mais extraordinários e inesquecíveis do Holocausto. Este é um livro de opostos, de sofrimento, esperança, ternura, desespero e, essencialmente, amor. Esta é, assim, uma daquelas histórias que se podem considerar arrebatadoras, principalmente se atentarmos ao facto de ser verdadeira, de que todos os horrores com que estamos a ser confrontados existiram mesmo e que um ser humano é capaz de fazer a outro ser humano as coisas mais macabras que se possam imaginar. Foi como tatuador que Lale (soldado de Auschwitz) foi atingido pelo amor à primeira vista, ao tatuar a Gita o seu número de prisioneira- “Eu tatuei o número dela no seu braço esquerdo e ela tatuou o seu número no meu coração”. Aqui fica implícito o porquê deste ser um livro de “opostos” – é uma obra onde a esperança anda de mãos dadas com o horror. Tal como é relatado ao longo das páginas do livro, muitos foram os episódios angustiantes que o casal teve de suportar e ultrapassar. Livro cheio de emoções e que recomendo.

  • Poderia ler de novo!
    Ana Azevedo | 19-03-2019

    Uma história de horror, acasos e amor que nos prende do início ao fim. Um livro obrigatório para que gosta do tema do Holocausto.

  • Viciante
    Mariana Torres | 13-03-2019

    Um livro que nos prende desde a primeira linha até à última palavra! Sem dúvida um livro obrigatório para quem gosta de saber sempre um pouco mais sobre a história de Auschwitz.

  • INESQUECÍVEL...
    Gabriela Nogueira, Livraria Estaçâo Viana, 09-03-19 | 09-03-2019

    Livro que retrata um período de história conturbado. Os Homens são capazes do pior, no entanto, por amor, Lale Sokolov irá tentar salvar Gita. Ele está determinado não só a lutar pela sua própria sobrevivência mas também pela desta jovem.

  • Um livro difícil.
    Carla Tomé - Bertrand Foz Plaza | 27-02-2019

    Dos muitos livros de Holocausto que li, esta foi a primeira vez que li sobre uma história de amor vivida nos campos de concentração. Um livro com uma narrativa cruel mas necessária para não nos esquecermos do passado. Leitura mais do que recomendada.

  • Uma Grande História de Amor
    Livraria Bertrand Porto Alameda Shop & Spot | 22-02-2019

    Uma grande história de amor, que conseguiu sobreviver àquela que foi a maior das atrocidades da História da Humanidade. Através da sua escrita apaixonante, Heather Morris revela um outro lado dos campos de concentração, sendo Lale (o tatuador) um exemplo de compaixão e coragem.

  • ver menos comentários ver mais comentários
  • Recomendo...bastante
    Diogo Carvalho | 08-08-2019

    Depois de ver a sinopse deste livro interessei-me bastante devido à sua temática e enquanto o lia conseguia sentir a dor e o sofrimento que estavam expressas naquelas palavras. Um grande livro para quem gosta do tema.

  • Tatuar na guerra o amor
    Teresa Silva | 09-07-2019

    Um livro de escrita simples, que se lê de uma assentada. Narra o amor em tempo de uma guerra na qual parecia não haver lugar para sentimentos. Fiquei horrorizada com alguns relatos das atrocidades nazis. Fiquei esperançada na coragem e solidariedade que há no interior do ser humano, mesmo no meio do inferno. Amor vivido por pessoas reais que viveram o inferno vá terra, num lugar o de os se ti e tos parecia não existir. Este livro mostra horrores de um campo que ficou para a história como o fim do mundo e que ajuda a que se não perca a memória dos muitos seres humanos de vários países, religiões, crenças e idades aos quais roubaram a vida por um ideal sarcástico. Cada vez mais actual porque está memória se está a perder e a História repete-se. O amor cresce na mais árida das terras. E a esperança nunca se perde.

  • Tatuador de Auschwitz
    Márcia Pinheiro | 17-04-2019

    Sem duvida um dos melhores romances de 2018 para mim. Muito intenso e comovente numa altura de guerra e que sem duvida ficou para marcada pela sua violência.

  • História emocionante
    Carolina Pires | 07-10-2018

    Uma história imperdivel que traz a realidade daquele tempo, varias emoções que surgiram ao ler este livro fascinante!

  • Apaixonante, imperdivel.
    Cláudia Meireles | 01-04-2018

    O livro é cativante, comovente, de fácil leitura. Incrível a história de vida destes sobreviventes.

  • ver menos comentários ver mais comentários

Outros livros da coleção

A Paciente Silenciosa
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
17,90€
Editorial Presença
O Colecionador de Quadros Perdidos
10%
portes grátis
18,90€ 17,01€
Editorial Presença
O Tatuador de Auschwitz
ISBN: 9789722361668 Ano de edição ou reimpressão: 02-2018 Editor: Editorial Presença Idioma: Português Dimensões: 148 x 228 x 15 mm Encadernação: Capa mole Páginas: 232 Tipo de Produto: Livro Coleção: Grandes Narrativas Classificação Temática: Livros  >  Livros em Português  >  Literatura  >  Romance

Sugestões

Lá, onde o vento chora
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
18,80€
Porto Editora
Foi Sem Querer Que Te Quis
10%
portes grátis
15,50€ 13,95€
Manuscrito Editora
X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.