O fascinante mundo da cortiça

Por: Bertrand Livreiros a 2020-06-15 // Coordenação Editorial: Marisa Sousa

10%

Ciclo da Cortiça
9,90€
10% CARTÃO LEITOR BERTRAND
PORTES GRÁTIS

A cortiça faz parte do nosso dia-a-dia. Quando os adultos bebem um pouco de vinho à refeição, deparamo-nos com rolhas de cortiça, que tapam as garrafas de vinho para manter a sua qualidade. Na maioria das escolas, existem também quadros de cortiça nas paredes, onde são afixadas informações importantes. Podemos ter sapatos, estojos, carteiras, malas e até guarda-chuvas feitos de cortiça. Afinal, que material maravilhoso é este que se adapta tão facilmente à satisfação das nossas necessidades?



A cortiça é a casca de uma árvore chamada sobreiro, que, para além de cortiça, fornece também a lande ou bolota, um fruto que alimenta mamíferos como porcos e javalis. Há várias espécies de pássaros que, para além de se deliciarem com as landes, escolhem sobreiros para construir os seus ninhos. Esta árvore é muito comum em Portugal, principalmente no Algarve e no Alentejo, o que faz com que o nosso país seja o principal produtor de cortiça a nível mundial! A importância do sobreiro para a economia e para o ambiente levou a que o órgão responsável por fazer as leis portuguesas, a Assembleia da República, tenha consagrado o sobreiro como Árvore Nacional de Portugal. No Alentejo, existe um sobreiro muito especial, o Sobreiro Assobiador. É o maior e mais velho sobreiro do mundo, tendo já alcançado fama no estrangeiro: em 2018, foi distinguido numa competição europeia com o título de Árvore Europeia 2018. Na sua longa história conta, certamente, com a produção de muita cortiça.

 

 

 
Quando se retira a casca de um sobreiro, uma nova camada começa a crescer. Passados cerca de 9 anos, as pessoas que trabalham arduamente neste ofício podem extrair uma nova camada, pois esta já atingiu a grossura necessária para o chamado descortiçamento. É como quando o nosso cabelo está muito comprido e vamos ao cabeleireiro cortá-lo. Como esta camada volta sempre a crescer, não se esgotando, dizemos que a cortiça é um material sustentável. O facto de escolhermos recursos sustentáveis é muito importante para a manutenção do nosso planeta.


As árvores são essenciais à produção de oxigénio e, consequentemente, à garantia de qualidade do ar que respiramos, pelo que cortá-las para benefício dos humanos acaba por ter consequências muito negativas a longo prazo. Porém, neste caso, o descortiçamento não só mantém os sobreiros vivos e saudáveis, como ainda faz com que estes absorvam mais dióxido de carbono do que quando têm a sua casca completa, contribuindo, assim, para o combate às alterações climáticas. Depois de transformada nos mais diversos produtos, a cortiça permanece biodegradável e reciclável, ou seja, pode ser decomposta até desaparecer por completo, ou transformada num outro artigo.

 


Os benefícios ambientais são, sem dúvida, características atrativas para quem escolhe a cortiça em vez do plástico ou outro material menos sustentável. No entanto, estão longe de ser os únicos argumentos a favor da cortiça. Este material é flexível, duradouro, resiliente (ou seja, consegue retomar à sua forma original após ter sido moldado), leve, flutuante, resistente ao fogo e praticamente impermeável.  É ainda muito utilizado na construção de edifícios, nomeadamente nos seus acabamentos interiores, devido à sua capacidade de isolar tanto o som como a temperatura.


Podemos encontrá-la em contextos extraordinários, como é o caso da indústria aeroespacial. A aplicação de cortiça em foguetões e naves espaciais da NASA previne a sua carbonização. Quando estes veículos partem para o espaço, estão sujeitos a mudanças de temperatura muito drásticas às quais a cortiça, ao contrário de outros materiais, consegue resistir.


No mês de maio inicia a época do descortiçamento, que dura até agosto. Por todo o país, os chamados “tiradores de cortiça”, com a ajuda de um machado especial, dão o primeiro passo no longo percurso que terminará no fabrico dos vários produtos de cortiça que podes comprar. Para descobrir mais sobre este assunto, lembra-te que os livros são fontes infindáveis de conhecimento. Recomendamos-te o livro O Ciclo da Cortiça, de Cristina Quental e Mariana Magalhães, mas existem muitos outros que podes encontrar nas livrarias Bertrand ou na biblioteca da tua área de residência.

X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.