Pulitzer 2019 | E os vencedores são…

Por: Sónia Rodrigues Pinto a 2019-04-16 // Coordenação Editorial: Marisa Sousa

Richard Powers

Richard Powers

Richard Powers nasceu, em 1957, no Illinois. É autor de oito romances Prisoner's Dilemma (1988), The Gold Bug Variations (1991), Operation Wandering Soul (1993), Galatea 2.2 (1995), Gain (1998), Plowing the Dark (2000), The Time of Our Singing (2003) e O Eco da Memória (2006).
Foi agraciado com vários prémios, incluindo a MacArthur Fellowship, o Lennan Literary Award e o James Fenimore Cooper Prize, atribuído a obras de ficção histórica. É, sem dúvida, um dos escritores americanos mais originais dos últimos tempos.

VER +

10%

The Overstory
15,00€
10% CARTÃO LEITOR BERTRAND
PORTES GRÁTIS

10%

Frederick Douglass
25,02€
10% CARTÃO LEITOR BERTRAND
PORTES GRÁTIS

10%

The New Negro
32,51€
10% CARTÃO LEITOR BERTRAND
PORTES GRÁTIS

10%

Be With
16,25€
10% CARTÃO LEITOR BERTRAND
PORTES GRÁTIS

10%

Amity & Prosperity
26,25€
10% CARTÃO LEITOR BERTRAND
PORTES GRÁTIS

The Overstory, de Richard Powers, é o grande vencedor, na categoria de Ficção, do Pulitzer 2019, um prémio concedido pela Universidade de Columbia, em Nova Iorque, e que, todos os anos, celebra os melhores trabalhos na área da comunicação social e das artes. A lista dos vencedores da edição de 2019 foi anunciada esta segunda-feira e, entre outros, destaca também Frederick Douglass: Prophet of Freedom, de David W. Blight, que venceu na categoria de História e narra a vida daquele que foi um dos mais importantes afro-americanos do séc. XIX.

Criado em 1917 por Joseph Pulitzer, americano que fez a sua fortuna enquanto editor de jornais, o Prémio Pulitzer é considerado como a maior homenagem de jornalismo norte-americano. “The New York Times” e “The Wall Street Journal” foram os jornais homenageados pelas reportagens sobre Donald Trump, atual Presidente norte-americano, e a agência internacional Associated Press ganhou na categoria de Reportagem Internacional sobre os horrores da guerra civil no Iémen.

Dana Canedy, administradora do prémio, assegura que o painel de jurados teve em mente a atmosfera tensa que se vive nos Estados Unidos a nível político. No que diz respeito ao campo artístico consagrado, “os vencedores refletem a dedicação do propósito que é revelado através de um trabalho extraordinário, que ilumina o orgulho, o potencial e também a dor dos tempos atuais”, declarando ainda que são obras que representam a liberdade artística e que nos fazem pensar “no impacto que as nossas ações e políticas podem ter nas comunidades e no mundo que habitamos”.

A obra que ganhou o prémio na categoria de Ficção, The Overstory, de Richard Powers, é “um trabalho abrangente e apaixonado sobre ativismo e resistência, acabando também por ser uma evocação impressionante do mundo natural”. Uma história que ronda em torno de árvores e pessoas, que viaja desde Nova Iorque até a uma Califórnia politicamente tensa, no final do séc. XX, onde decorre um protesto ambiental, mais tarde denominado Timber Wars.

Frederick Douglass: Prophet of Freedomde David W. Blight, aborda a história marcante de Frederick Douglass, o escravo que conseguiu fugir e que se tornou numa figura incontornável do séc. XIX, usando o seu dom da palavra para fazer frente à realidade drástica que ainda se fazia sentir um pouco por todo o país. Douglass também criou o seu próprio jornal e escreveu ainda três versões diferentes da sua autobiografia.

Confira os vencedores, na categoria de Literatura, do Prémio Pulitzer 2019:

Ficção: The Overstory, de Richard Powers

Drama: Fairview, de Jackie Sibblies Drury

História: Frederick Douglass: Prophet of Freedom, de David W. Blight

Biografia: The New Negro: The Life of Alain Locke, de Jeffrey C. Stewart

Poesia: Be With, de Forrest Gander

Não-Ficção: Amity and Prosperity: One Family and the Fracturing of America, de Eliza Grisworld

 

A lista completa pode ser consultada aqui.

X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.