Eyvind Johnson

Biografia

PRÉMIO NOBEL DA LITERATURA 1974

Escritor sueco, Eyvind Johnson nasceu a 29 de julho de 1900 em Svartbjörsbyn, uma localidade da província de Norrbotten, no Norte do país. O pai, obreiro ao serviço da construção do caminho de ferro da Lapónia, contraiu silicose à força de tanto partir pedra, pelo que a mãe o deixou aos cuidados de uns tios, que o criaram.
Abandonando a escola aos treze anos de idade, Eyvind Johnson passou por diversos trabalhos, entre os quais o de lenhador, serrador, lavador de locomotivas, bilheteiro de cinema, projecionista, aprendiz de canalizador e de eletricista. Em 1919 conseguiu quem lhe emprestasse dinheiro e partiu para Estocolmo, onde passou a trabalhar como operário até que, em 1920, uma greve o fez pensar em ganhar a vida como escritor. Ligou-se por algum tempo ao Socialismo e participou na fundação da revista Vår Nutid.
Em 1921 viajou até à Alemanha, passando por Paris e ganhando o seu sustento a laborar em hotelaria e a escrever para os jornais suecos.
Publicou o seu primeiro livro em 1924, uma compilação de contos intitulada De Fyra Främlingarna. Seguiram-se Timans Och Rättfärdigheten (1925), Stad I Mörker (1927) e Stad I Ljus (1928).
Regressando à Suécia em 1930, onde começou a escrever uma série de cariz autobiográfico, composta por cinco volumes, e que conta as andanças de Mårten Topare. Destacam-se entre eles Avsked Till Hamlet (1930), Regn I Gryningen (1933, Chuva na Madrugada) e Nattövning (1938).
Em 1932 publicou Bobinack e entre 1934 e 1937 surgiu um épico em quatro volumes, que se tornou num clássico da literatura sueca, intitulado Roman Om Olof, baseado nas experiências do autor enquanto lenhador.
Com a deflagração da Segunda Guerra Mundial, Johnson desempenhou um papel crucial ao serviço da Resistência Norueguesa, coeditando com Willy Brandt a publicação desse organismo, o Et Handslåg. Escreveu nessa altura uma trilogia de nome Krilon (1941-1945), em que condena a neutralidade sueca. Em 1946 procedeu a um balanço da guerra com Strändernas Svall (Regresso a Ítaca).
Eleito membro da Real Academia Sueca em 1957, Eyvind Johnson foi galardoado em 1974 com o célebre Prémio Nobel da Literatura, atribuído por aquela instituição. Faleceu a 25 de agosto de 1976, em Estocolmo.

Eyvind Johnson. In Infopédia. Porto: Porto Editora, 2003-2011.

Prémios

1974 - Prémio Nobel da Literatura
partilhar
O tempo de Sua Graça
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
24,99€
Cavalo de Ferro
Le Temps De Sa Grâce
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
24,41€
ESPRIT OUVERT
Dolorosa Et Autres Nouvelles
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
9,54€
AGONE
Le Nouveau Spartiate Et Autres Nouvelles
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
9,54€
AGONE
Ecartez Le Soleil
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
20,99€
AGONE
Les Nuages Sur Métaponte
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
23,77€
ESPRIT OUVERT
Le Roman D'Olof
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
9,04€
STOCK
Heureux Ulysse...
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
9,83€
GALLIMARD
X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.