Bertrand.pt - O Culto das Marcas

O Culto das Marcas

Quando os consumidores se tornam verdadeiros crentes

de Douglas Atkin 

Editor: Tinta da China
Edição ou reimpressão: fevereiro de 2008
Portes
Grátis
10%
20,09€
Poupe 2,01€ (10%) Cartão Leitor Bertrand
Em stock - Envio 24H
portes grátis

Director de planeamento estratégico na Merkley and Partners, uma agência de publicidade internacionalmente reconhecida, Douglas Atkin desenvolveu, ao longo da sua bem-sucedida carreira, um fascínio pelos processos através dos quais as pessoas se tornam incondicionalmente fiéis a algumas marcas de grande consumo: a Harley-Davidson, a Apple, a Body Shop, a eBay. Rapidamente, Atkins descobriu que o tipo de devoção manifestada por aqueles consumidores era muito parecido com a devoção religiosa. Quais seriam as semelhanças entre cultos e marcas?
Depois de sete anos de investigação sobre o tema, Douglas Atkin traz-nos algumas conclusões extraordinárias: as pessoas costumam aderir a cultos por boas razões, e não por sofrerem de alguma espécie de instabilidade ou desequilíbrio psicológico. Pelo contrário: os membros de cultos são pessoas inteligentes, bem formadas e socialmente aptas. Os cultos integram-nas numa comunidade e dão um sentido à sua existência, um lugar onde podem ser elas próprias, com um papel importante nos grupos em que se integram.

Em O Culto das Marcas, Atkin defende, com argumentos e exemplos práticos de solidez inquestionável, que as pessoas se tornam viciadas em «marcas de culto» como a jetBlue, a Apple, o eBay ou a Mary Kay pelas mesmas razões que as levam a aderir a cultos de verdade, como o Hare Krishna. Podemos assim compreender a maneira como estas e outras empresas impulsionaram a adesão sem limites dos seus clientes, tal como os mórmons e outros cultos fizeram com os seus fiéis.
As estratégias aqui envolvidas não são anti-éticas. Aquelas empresas apenas conseguiram alcançar o modo eficaz de divulgar uma mensagem crucial: as pessoas que aderissem às suas marcas tornar-se-iam membros privilegiados de uma elite muito especial. Ou seja, maior envolvimento = mais lucros.
A sustentar estas teses, O Culto das Marcas inclui uma extensa lista de entrevistas a actuais e antigos membros de cultos, a clientes apaixonados da Häagen Dazs ou dos computadores Apple, e a alguns dos mais criativos «marketers» da actualidade.

Críticas

Gerar um culto é uma das melhores maneiras de criar e promover uma marca. Ninguém como Atkin sabe explicar como se geram cultos. Uma leitura obrigatória para quem acredita que as marcas podem trazer lucros às empresas.
Al Ries, criador do «branding»

O Culto das Marcas
Quando os consumidores se tornam verdadeiros crentes
ISBN: 9789728955502 Ano de edição ou reimpressão: Editor: Tinta da China Idioma: Português Dimensões: 152 x 219 x 18 mm Encadernação: Capa mole Páginas: 288 Tipo de Produto: Livro Coleção: Deixar Marcas Classificação Temática: Livros  >  Livros em Português  >  Gestão  >  Marketing

Sugestões

Marketing Digital 360
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
22,90€
Actual Editora
A Força do Hábito
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
20,90€
Dom Quixote
X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.