Bertrand.pt - A Televisão e a Instituição Escolar

A Televisão e a Instituição Escolar

Os Efeitos Cognitivos das Mensagens Televisivas e a sua Importância na Aprendizagem

de Manuel João Vaz Freixo 

Editor: Instituto Piaget
Edição ou reimpressão: abril de 2003
24H
Portes
Grátis
10%
23,09€
Poupe 2,31€ (10%) Cartão Leitor Bertrand
Em stock - Envio imediato
portes grátis

(...) a era digital e a pós-televisão têm no horizonte um novo modelo de comunicação audiovisual que, muito provavelmente, entrará em nossas casas sem nos termos dado conta das impurezas do «velho» meio generalista, analógico e de certo modo «autista». Trabalhos como o de Manuel João Vaz Freixo contribuirão grandemente para superarmos essa linha do desconhecido e nos abalançarmos a melhor enquadrar e pensar essa nova era do audiovisual, que é, sem dúvida, uma era de convergência de tecnologias e de discursividades, mais complexa no seu dispositivo do que a própria televisão o é. Consciente destas realidades e desta analítica, esta obra (...) sobre a utilização da televisão no contexto educativo — intitulado significativamente A Televisão e a Instituição Escolar - os Efeitos Cognitivos das Mensagens Televisivas e a sua Importância na Aprendizagem, para além de uma preocupação teórica e epistemológica, tem também um objectivo empírico extremamente claro, facto que é de assinalar, muito em particular no contexto de uma dissertação de doutoramento num domínio emergente como o das ciências da comunicação. Nela se procura pensar, num primeiro momento, as diferentes contribuições provenientes do âmbito da sociologia, da teoria da comunicação audiovisual e da teoria da televisão, no fundo, da epistemologia da comunicação aplicada ao estudo de caso aqui em presença. E desde logo, no que concerne às práticas, discursos e modelos televisivos, construindo um método analítico que problematiza os novos ambientes e dispositivos logotécnicos, performativos e instrumentais, de enorme complexidade, criados pela «máquina» televisiva nessa interacção com o campo da educação e pelos seus processos de enunciação do real. Num segundo momento, definindo as suas opções metodológicas, aplicando no terreno os seus princípios e procedimentos e apresentando os resultados do estudo empírico.
Faz-se também neste trabalho o aprofundamento da reflexão entre o campo educativo e o campo de comunicação, analisando-se os dispositivos de interacção mútua, designadamente a partir da noção de agenda temática, definindo os efeitos cognitivos como construção social da realidade. É, aliás, através do trabalho analítico, «arqueológico», dos contextos, discursos, modos de recepção e condições de produção de um sentido que se chega à descrição intrínseca do dispositivo e dos seus efeitos. A analítica do contexto específico das estratégias públicas e privadas — isto é, dos modelos televisivos e em especial das atribuições e competências do serviço público de televisão, também claramente enunciados no âmbito da defesa da dissertação, o permitem conceptualizar o modelo proposto neste trabalho sobretudo no que se refere ao domínio do «interface» televisivo como meio privilegiado na aquisição de valores, modelos e normas de conduta.
Finalmente, perspectivando-se a relevância deste trabalho no novo contexto da pós-televisão — pensando já no multimédia interactivo —, há que extrair desta reflexão algumas das questões centrais no âmbito do dispositivo, onde se trabalham tópicos inclusivamente para uma crítica do modelo tradicional de recepção, ou sobre o modo de produção da «grelha» televisiva e dos seus segmentos, fazendo incidir a análise nos seus efeitos designadamente no público infanto-juvenil. Sem dúvida que a reflexão sobre a nova «socialização» comunicacional, gerida numa outra autonomia face aos media interactivos, não poderá esquecer a analítica do modelo analógico, que é, enfim, aquele que ainda vai dominando os processos produtivos das novas linguagens interactivas, reflexão que tem, já, neste trabalho de Manuel João Vaz Freixo, um estudo de referência na bibliografia portuguesa da área das ciências da comunicação.

A Televisão e a Instituição Escolar
Os Efeitos Cognitivos das Mensagens Televisivas e a sua Importância na Aprendizagem
ISBN: 9789727715589 Ano de edição ou reimpressão: Editor: Instituto Piaget Idioma: Português Dimensões: 158 x 232 x 40 mm Encadernação: Capa mole Páginas: 570 Tipo de Produto: Livro Coleção: Epistemologia e Sociedade Classificação Temática: Livros  >  Livros em Português  >  Ciências Sociais e Humanas  >  Comunicação e Jornalismo

Sugestões

A Emissora Nacional e as Mudanças Políticas (1968-1975)
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
17,00€
Edições Minerva Coimbra
Correspondência em Português
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
9,90€
Porto Editora, S.A.
X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.