Outono

de Ali Smith; Tradução: Manuel Alberto Vieira 

Editor: Elsinore
Edição ou reimpressão: maio de 2017
Portes
Grátis
10%
16,99€
Poupe 1,70€ (10%) Cartão Leitor Bertrand
Em stock
portes grátis

«Ela percebe-lhe um terrível abatimento nos olhos. Ele percebe que ela o percebe. Ele põe-se ainda mais severo. Abre uma gaveta, dela retira uma chapa laminada e coloca-a no balcão. Balcão Fechado. Isto não é ficção, diz o homem. Isto é a estação dos correios.»

Daniel tem a idade de um século. Elisabeth, nascida em 1984, está de olho no futuro. O Reino Unido e a Europa estão despedaçados, divididos por um verão histórico. Ganha-se amor, perde-se amor. A esperança caminha de mãos dadas com o desespero. As estações sucedem-se, como sempre, assim como as perguntas: Qual é o nosso valor? Quem somos? De que matéria somos feitos?

Eis o lugar em que vivemos. Eis o tempo na sua forma mais contemporânea e naquilo que tem de mais cíclico.

Eis uma história sobre o envelhecer e o tempo e o amor e as próprias histórias. Este é o primeiro livro do quarteto.

Da imaginação única de Ali Smith nasce uma tetralogia feita a partir da ideia de transição, abrangente na sua escala temporal e marcada por um caminhar leve através das suas narrativas.

Eis o Outono.

Críticas de imprensa
«Uma belíssima e pungente sinfonia de memórias, sonhos e realidades efémeras; a "interminável triste fragilidade" das vidas mortais.»
Guardian

  • MISTO DE EMOÇÕES, PENSAMENTOS , RISOS E DESILUSÕES.
    Pedro Rebelo | 16-07-2020

    "Foi o pior dos tempos, foi o pior dos tempos. De novo. É esse o problema das coisas. Desfazem-se, sempre se desfizeram, sempre se desfarão, está-lhes na natureza" Este livro, o 1º da tetralogia das estações do ano, é um misto de emoções, pensamentos , risos e desilusões. Se no início começa bem, a 1/3 do livro perde-se um pouco a essência da história e da escrita. Dei por mim a gostar bastante do livro no início e ao mesmo tempo, a fazer um sacrifício para o terminar no fim. Relativamente à análise do livro: A história centra-se à volta de, diria, 3 personagens centrais : Elisabeth Demand (personagem principal), a mãe de Elisabeth e Daniel ou Mr. Gluck. Começa com a história de um trabalho da escola, onde é pedido a Elisabeth, uma série de questões a serem feitas ao vizinho. Que são: como era o sítio onde o vizinho cresceu e como era a vida dele quando tinha a sua idade. A mãe pede À filha para inventar, para não incomodar, dada a idade. Ao qual Elisabeth responde que não pode mentir, porque é para um noticiário. A mãe responde-lhe: "Inventa. E de qualquer das formas, as notícias verdadeiras são sempre inventadas. As notícias verdadeiras não são inventadas, disse Elisabeth. São as notícias. Essa é uma discussão que voltaremos a ter quando fores um bocado mais velha, disse a mãe." A partir daqui, desenrola-se assiti-se a um enredo cheio de peripécias e aventuras entre Daniel e Elisabeth. Relembro que, ambos tem diferenças substanciais de idade. Elisabeth ainda é uma criança e Daniel já tem cerca de 85 anos. Uma amizade pouco comum, e estranha para alguns, no qual Elisabeth justifica à mãe: "Isso depende da tua definição de normal, disse Elisabeth. Que será diferente da minha definição de normal. Porque todos vivemos na relatividade e a minha, no momento presente, não é, e suspeito que nunca será, igual à tua." Ao longo do livro, somos presenciados com peripécias e aventuras entre ambos, que se denvolve numa grande amizade e cumplicidade entre os dois. O papel de Daniel, acaba por ser preparar e mostrar a Elisabeth que a realidade deste mundo , não é exatamente como ela pensa. "Devemos estar sempre a ler alguma coisa, disse ele. Mesmo que não estejamos a ler fisicamente. Caso contrário, como seremos nós capazes de ler o mundo? Imagina o processo como uma constante" Essencialmente, a história fala da troca de peripéicas e aventuras entre estas duas personagens e um acontecimento intenso que muda tudo. Cerca de 70 pagínas do livro acabar, senti que a história começa a perder qualidade. Penso que tem haver com um dos acontecimentos importantes da história, que faz com que o rumo da história e a sua caraterização seja completamente diferente. Isto porque, a história começa a ficar demasiado complexa e desinteressante para quem esta a acompanhar. Em suma: Daniel e Elisabeth amigos por acaso Como algo improvável tornou-se uma amizade sem compasso Sem compasso está a mãe, que não vê pela hora chegar Que estes dois se separem,que se acabem por desencontrar Idades diferentes e ideologias bem distintas Como estes dois continuam num loop de amizades infinitas Infinitas ou não, tudo tem razão de ser Daniel mostra o cru do mundo, a realidade que arde sem se ver.

Outono
ISBN: 9789898864031 Ano de edição ou reimpressão: 05-2017 Editor: Elsinore Idioma: Português Dimensões: 155 x 233 x 12 mm Encadernação: Capa mole Páginas: 224 Tipo de Produto: Livro Classificação Temática: Livros  >  Livros em Português  >  Literatura  >  Romance

Quem comprou também comprou

Dias sem Fim
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
17,70€
Bertrand Editora
Gilead
18,02€
Editora Nova Fronteira
X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.