Bertrand.pt - O que eu ouvi na barrica das maçãs

O que eu ouvi na barrica das maçãs

de Mário de Carvalho 

Prémio PEN Clube Português Ensaio
Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco
Prémio Fernando Namora
Prémio Vergílio Ferreira
Grande Prémio de Literatura ITF/DST
Prémio PEN Clube Português Ficção
Grande Prémio APE
Prémio Fernando Namora
Prémio Literário Giuseppe Arcebi
Prémio Pégaso de Literatura
Prémio de Romance e Novela da APE
Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco
Prémio Dom Diniz
Prémio Cidade de Lisboa
Editor: Porto Editora
Edição ou reimpressão: abril de 2019
Formatos Disponíveis:
Portes
Grátis
10%
15,50€
Poupe 1,55€ (10%) Cartão Leitor Bertrand
Em stock - Envio 24H
portes grátis

Reconhecido como um dos mais importantes escritores portugueses da actualidade, a sua faceta de cronista passou despercebida à maior parte dos leitores; daí esta selecção das suas melhores crónicas publicadas nas décadas de oitenta e noventa do século passado no Público e no Jornal de Letras. Delas emergem o ficcionista, o cidadão, o comunicador e o memorialista, em textos que alguns diriam proféticos e, nas palavras de Francisco Belard: «testemunhos de um largo campo de assuntos, abordagens, dimensões e estilos, através de eras e lugares, sinais de um escritor que declaradamente prefere viajar no discurso e decurso do tempo e do espaço doméstico a fazê-lo em itinerários geográficos, programados e turísticos. Por tudo isto […], os leitores dos romances o vão reencontrar em mudáveis cenários e perspectivas, de outros pontos de vista, na familiaridade e na estranheza diante do seu mundo, que faz nosso.»


Críticas de imprensa
Um dos meus prazeres, ao ler um texto de Mário de Carvalho, é tropeçar em vocábulos e locuções que já só raramente vejo escritos e ainda mais raramente oiço, de viva e alta voz. Junte-se a isto uma apuradíssima e, sobretudo, impassível ironia, e eis o prazer dobrado e redobrado.

Público (4 ****)

Mais do que a qualidade da escrita — imaculada, inventiva, sempre a testar os limites do que é possível fazer com a língua portuguesa (e nunca aquém daquilo a que nos habituou em outros livros) —, surpreende-nos a acuidade do cronista na leitura de sinais que estariam talvez encobertos no momento em que escrevia, mas já anunciavam alguns dos males hoje prevalecentes, passados 20 ou 30 anos.

Expresso (4 ****)

O que eu ouvi na barrica das maçãs
ISBN: 978-972-0-03169-3 Ano de edição ou reimpressão: 04-2019 Editor: Porto Editora Idioma: Português Dimensões: 142 x 210 x 20 mm Encadernação: Capa mole Páginas: 256 Tipo de Produto: Livro Coleção: Obras de Mário de Carvalho Classificação Temática: Livros  >  Livros em Português  >  Literatura  >  Crónicas

Sugestões

No passado e no futuro estamos todos mortos
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
16,60€
Porto Editora
Pintado com o Pé
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
17,00€
Relógio D'Água
X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.