Bertrand.pt - A Edição em Portugal 1970-2010

A Edição em Portugal 1970-2010

Percursos e perspetivas

de Rui Beja 

Editor: A.P.E.L.
Edição ou reimpressão: maio de 2012
10,00€
Esgotado ou não disponível.

Estou convicto de que a condensação sistematizada da crónica do livro e da edição em Portugal no período 1970 - 2010, pode contribuir para a compreensão alargada da respectiva relevância na vida da sociedade portuguesa contemporânea. Contemplando aspectos factuais e outros de índole prospectiva, que de alguma forma se baseiam no saber adquirido, pretende-se também, com a presente dissertação, sublinhar as diferentes características que a edição foi assumindo na história recente do nosso país, os desafios que foi enfrentando com sucesso, e as ameaças que podem provir da entrada de novos concorrentes alheios ao mercado editorial.… Ao longo destes quarenta anos - 1970-2010 - a edição em Portugal enfrentou desafios e sofreu transformações de vulto, mesmo radicais, em todos os domínios de actuação: direitos de autor, políticas editoriais, técnicas de produção gráfica, marketing do livro, meios de comunicação e divulgação, estrutura do mercado, ordenamento legal, regras ortográficas, organização empresarial, organização associativa, instituições públicas, projectos de incentivo ao livro e à leitura, hábitos de consumo, novos meios de informação e entretenimento, novos suportes digitais de leitura, e permanente reinvenção de sofisticados processos para obtenção de cópias ilegais. O crescimento exponencial da internet a partir de 1993 e a revolução digital que se lhe vai seguindo, constituem, mais que um desafio, uma mudança de paradigma: do meio milénio que o ser humano viveu na era da «galáxia Gutenberg» para a entrada na nova era da«informação globalizada». Num processo em que cada editor deu o seu melhor, os múltiplos contributos assumiram formas diversas e foi também diverso o nível de sucesso obtido; a qualidade do resultado final, sendo particularmente devedora dos editores mais bem sucedidos, é também fruto da acção de todos, da ampla e renhida competição entre ideias e projectos e, acima de tudo, da acção dos portugueses na sua demanda de horizontes cada vez mais largos que só a sociedade do conhecimento em geral, e o livro em particular, lhes poderiam proporcionar. A turbulência que se vive a nível planetário, por via da passagem ao paradigma digital, constitui um novo grande desafio para o sector editorial e livreiro em Portugal, como também para a sociedade portuguesa na sua globalidade. São estas as linhas gerais de um trabalho que, para além do repositório histórico e factual da evolução e desafios que desde sempre se têm colocado à edição, se pretende valha também como contributo para que se abram campos de discussão sobre o seu futuro e sobre o impacte económico e sociocultural dos novos modelos de negócio, já em curso, ou que se perspectivam no horizonte. (Da Introdução do autor à tese de mestrado em Estudos Editoriais pela Universidade de Aveiro)

A Edição em Portugal 1970-2010
Percursos e perspetivas
ISBN: 9789729202513 Ano de edição ou reimpressão: 05-2012 Editor: A.P.E.L. Idioma: Português Dimensões: 137 x 197 x 13 mm Encadernação: Capa mole Páginas: 185 Tipo de Produto: Livro Classificação Temática: Livros  >  Livros em Português  >  Literatura  >  Outras Formas Literárias

Quem comprou também comprou

Como Não Escrever um Romance
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
10,00€
Pergaminho
X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.