Yslaire

Yslaire

Biografia

Bernard Hislaire nasceu em 1957 em Bruxelas. Argumentista e desenhador, inicia-se muito jovem na banda desenhada, no fanzine Robidule, ao mesmo tempo que frequenta a sessão de artes plásticas do Institut Saint-Luc, tendo colaborado na revista Spirou a partir de 1975. É para este semanário que, em 1978, assina "Bidouille et Violette", uma série em 4 volumes que, ao narrar as histórias de dois adolescentes, se tornaria a primeira história de amor "melancómica" da BD franco-belga.
Paralelamente, de 1980 a 1983 publicou vários "cartoons" no La Libre Belgique. Em 1985 muda completamente de registo gráfico, passa a usar o pseudónimo Yslaire, e cria, com Balac (alias Yann), "Sambre", uma saga romântica que surge inicialmente na revista Circus e será publicada em álbum pela Glenát.
A partir de 1987, novamente na Spirou, assina a série "Gang Mazda", (Dupuis). Paralelamente, foi co-fundador do teatro de vanguarda Ideal Standard, e assegurou a comunicação gráfica do Théâtre Impopulaire e do Rideau de Bruxelles. A sua participação artística estendeu-se ao cinema (tendo trabalhado com os realizadores Jaco Van Dormael e Didier Roten), ao teatro (onde colaborou com Jacques Neefs e Alain Populaire) e às cenografias públicas (com o arquitecto Francis Metzger).
Entre 1997 e 2000, com a ajuda da psicanalista Laurence Erlich, Yslaire produziu e dirigiu uma das primeiras séries web, "Mémoires du XXe ciel". A História é adaptada para banda desenhada sob o título de XX Ciel.com, com dois finais alternativos. Le Ciel au-dessus de Bruxelles (2006-2007) confirmará as questões do autor sobre a História e a sua cobertura mediática, tal como o seu gosto pelo diálogo plástico com a fotografia e o digital.
Em 2009, Yslaire assina com o escritor Jean-Claude Carrière, Le Ciel au-dessus du Louvre, uma evocação de uma pintura inacabada do pintor David. Como extensão do livro, totalmente desenhado em formato digital, Yslaire expõe no Museu do Louvre "quadros videográficos", onde os seus esboços são auto-desenhados em telas, em tempo real. A cenografia dá a volta ao mundo, acompanhando uma exposição coletiva.
Em 2012, com Laurence Erlich, criou e dirigiu a Úropa, uma revista digital pioneira na área. Sendo uma mistura de ficção política sobre a Europa de 2032, composta por artigos, fotos, vídeos e banda desenhada, o projeto questiona o nosso futuro num misto de imaginário e real. Em 2021, Yslaire regressa à editora Dupuis onde assina um álbum memorável na coleção "Aire libre": trata-se de Menina Baudelaire (Mademoiselle Baudelaire, no original), no qual nos conta a história de amor frustrado entre o poeta Charles Baudelaire e sua amante Jeanne Duval, conhecida como a "Vênus Negra". Soberbamente desenhado e narrado, este álbum foi objeto de uma edição de colecionador nos 3 volumes dos Cahiers Baudelaire.
A obra de Yslaire foi galardoada com quinze prémios internacionais e tem sido objeto de múltiplas exposições em várias galerias e museus internacionais, em cidades como Paris, Bruxelas, Tóquio, Praga, Seul, Taiwan, Barcelona, Lausanne... Em 2009, o Ministério Francês da Cultura nomeou Yslaire Cavaleiro das Artes e das Letras e, em 2015, elevou-o ao posto de oficial.
Yslaire é ainda, desde 2017, presidente da Victor-Rossel Comics Academy.
partilhar

bibliografia

Sambre - Volume III e IV
10%
portes grátis
29,50€ 26,55€
Arte de Autor
Sambre - Volume I e II
10%
portes grátis
27,00€ 24,30€
Arte de Autor
Sambre - Volume V e VI
10%
portes grátis
27,00€ 24,30€
Arte de Autor
Menina Baudelaire
10%
portes grátis
32,00€ 28,80€
Ala dos Livros
X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.