Bertrand.pt - Rádio em Angola

Rádio em Angola

Como eu a vivi

de Pereira Monteiro 

Editor: Mar da Palavra
Edição ou reimpressão: abril de 2018
Portes
Grátis
10%
16,96€
Poupe 1,70€ (10%) Cartão Leitor Bertrand
Em stock - Envio 24H
portes grátis

A Angola do futuro irá premiar e reconhecer a incomensurável utilidade, provavelmente ainda no presente, deste trabalho que reflete o talento investigacional histórico-social e também o registo dos âmbitos regulamentar e do modus faciendi da Rádio em Angola, entre 1937 e 1975, de Diamantino Pereira Monteiro.

Jornalista de referência, personalidade de esmerado sentido ético e profissional, culto e observador atento de finíssimo recorte, angolano de coração, português de nascimento das terras de Viriato, Pereira Monteiro viveu parte da infância e juventude na antiga colónia portuguesa de Angola. Naquela terra africana sonhou em fazer rádio. A vocação foi concretizada ao assumir um estatuto profissional numa das várias estações existentes.

A rádio em Angola, na ausência de sistemas de televisão no período estudado e retratado, perante um reduzido número de jornais impressos e um caudal volumoso de analfabetismo, foi o «médium» de excelência protodemocrático, informativo e de entretenimento; foi, por consequência, um natural aglutinador/congregador das populações pronto-a-servir e a escutar jorrando adesão crescente. Subiam as audiências (sem cientificidade na obtenção destes dados) perante o aumento, à vista desarmada, da existência e venda de recetores de rádio e a salutar proliferação das estações emissoras, por norma locais/regionais.

As atuais rádios locais de Portugal e as futuras congéneres de Angola podem encontrar boas sementes nos modelos organizacionais e de gestão que, em terras angolanas, permitiram realizar um serviço de utilidade pública que os governos da época, a nível de Lisboa e da então Província de Angola, viam bem ou mal, consoante a ação editorial dessas rádios e os contextos políticos regionais, nacionais e internacionais.

(…) Diamantino Pereira Monteiro, retomando nas derradeiras páginas um fluxo narrativo na primeira pessoa, reporta a sua apressada saída do seu rádio clube - a parte reflete o todo: deixar a amada Angola. Há uma discreta nota de dor, misto de saudade e de esperança de que a rádio e também a História estejam sempre em movimento, no ar; e de que - quem sabe? - talvez seja possível voltar, confraternizar, conviver, recordar, historiar.

Este livro é importante para os políticos, para os economistas, para os sociólogos e estudiosos ou, ainda, para os profissionais da Comunicação Social. É um indispensável arquivo histórico da radiodifusão Angolana.

(Sansão Coelho)

Rádio em Angola
Como eu a vivi
ISBN: 9789728910808 Ano de edição ou reimpressão: Editor: Mar da Palavra Idioma: Português Dimensões: 162 x 228 x 11 mm Encadernação: Capa mole Páginas: 168 Tipo de Produto: Livro Classificação Temática: Livros  >  Livros em Português  >  Ciências Sociais e Humanas  >  Comunicação e Jornalismo

Sugestões

Correspondência em Português
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
9,90€
Porto Editora
O Bairro dos Jornais
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
19,90€
Quetzal Editores
X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.