Bertrand.pt - Por Uma Distribuição Fundamentada do Ónus da Prova

Por Uma Distribuição Fundamentada do Ónus da Prova

de Pedro Ferreira Múrias 

Editor: Lex-Edições Jurídicas
Edição ou reimpressão: abril de 2000
11,21€
Esgotado ou não disponível.

NOTA PRELIMINAR

O estudo agora publicado tem por base a dissertação de mestrado em ciências jurídicas entregue pelo autor na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa em 13 de Outubro de 1998 e aí discutida em 22 de Julho do ano seguinte. Em relação a esse, texto, há, porém, diferenças significativas. Foram numerosos os esclarecimentos, correcções e desenvolvimentos introduzidos. Além disso, o actual ponto 13 é novo. quase na totalidade, e os aspectos nele tratados assumem alguma importância no conjunto do escrito. Quem ler as páginas seguintes poderá experimentar alguma decepção. Encontrará poucos auxílios para a descoberta da solução final de problemas de distribuição do ónus da prova. As teses defendidas são essencialmente destrutivas, tentando mostrar como não se pode repartir o ónus. A intenção negativa só se atenua no referido ponto 13 e nalguns temas acessórios. Pensa-se, contudo, que tal trabalho era imprescindível, pois o objecto impugnado, a chamada «teoria das normas», tem um acolhimento esmagadoramente maioritário na doutrina e jurisprudência, apesar das crescentes críticas que vem sentindo, e, em certa medida, é «consagrado» no art. 342.°, n.°s l e 2, do Código Civil. O estudo monográfico de critérios alternativos de distribuição do ónus da prova não caberia na dimensão pretendida para esta investigação, que visa justamente abrir caminho a esses outros entendimentos. Deve sublinhar-se, de toda a maneira, que a posição aqui adoptada se reporta ao direito português vigente. Discute-se de iure condito, o que é dizer que se apontam as grandes limitações daquele preceito do Código Civil; defende-se uma sua compreensão fortemente restritiva.

ÍNDICE

INTRODUÇÃO
1. O tema
2. Ónus objectivo e ónus da produção de prova. Versão onerada e parte onerada. Localização e âmbito do ónus objectivo
3. Distinção e discrepâncias entre ónus da alegação e ónus da prova

A TEORIA DAS NORMAS E O ART. 342.º N.º1 E 2
4. A «teoria das normas» de ROSENBERG
5. A aceitação crítica da «teoria das normas»
6. Pressuposto e estrutura formais da decisão de ónus da prova
7. Natureza meramente verbal das «normas constitutivas». «Normas impeditivas de segundo grau». «Normas conservativas»
8. O problema legislativo
9. Limites da «teoria das normas» e limites do ónus da prova
10. «Teoria das normas» e princípio do agressor
11. O surgimento da «teoria das normas» no direito português
12. «Teoria das normas» sem BGB?
13. Tópicos- normas. A afirmada coincidência entre ónus da prova e ónus da alegação. Explicação da «teoria». Sentido do art. 342.º
14. A necessidade de fundamentos da distribuição do ónus da prova

Por Uma Distribuição Fundamentada do Ónus da Prova
ISBN: 9789729495939 Ano de edição ou reimpressão: Editor: Lex-Edições Jurídicas Idioma: Português Dimensões: 169 x 241 x 9 mm Encadernação: Capa mole Páginas: 180 Tipo de Produto: Livro Classificação Temática: Livros  >  Livros em Português  >  Direito  >  Direito Civil

Sugestões

Código Civil - Edição Académica
9,90€
Porto Editora
Novo Código de Processo Civil
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
22,90€
Porto Editora
X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.