Bertrand.pt - Obra Poética

Obra Poética

de Afonso Duarte 

Editor: INCM - Imprensa Nacional Casa da Moeda
Edição ou reimpressão: agosto de 2008
Portes
Grátis
10%
26,25€
Poupe 2,63€ (10%) Cartão Leitor Bertrand
Em stock - Envio 24H
portes grátis

Nada melhor que assinalar os cinquenta anos sobre a morte de Afonso Duarte, com a publicação, pela Imprensa Nacional-Casa da Moeda, da primeira edição crítica da sua obra poética, com o crivo do tão prestigiado autor, Prof. Doutor José Carlos Seabra Pereira. Discreto na vida, Afonso Duarte (Ereira, Montemor-o-Velho, 1 de Janeiro de 1884-Coimbra, 5 de Março de 1958) continua presente através da sua escrita: «Eu posso lá morrer, terra florida.» assinalando esta efeméride, pretendemos manter vivo o poeta que transformou a ilha da Ereira, Guernesey dorida, sua terra natal, num lugar mágico.
Afonso Duarte ainda hoje nos inspira pela forma como sempre assumiu e reivindicou a sua raiz popular, sem nunca cair no extremo do localismo. Como ele bem escreveu: «Eu cá mesmo no extremo ocidental / Duma Europa em farrapos, eu / Quero ser Europeu / Num canto qualquer de Portugal.»
À sombra do castelo de Montemor, com o Mondego como fundo, o poeta marcou a vida cultural do País.
Convicto da democracia, foi afastado do ensino pela ditadura salazarista, quando era professor na cidade de Coimbra. Sempre resistente, não só como poeta, mas também enquanto Homem.
Apoderamo-nos das palavras de despedida de Miguel Torga ao Poeta da Ereira, para dizer que nos resta «a recordação do que foste e o respeito pelos versos que escreveste. E dela e deles tiraremos o lenitivo possível. Mas tínhamo-nos acostumado à eternidade da tua presença.»

Críticas de imprensa
«A Obra Poética, de Afonso Duarte, com introdução, fixação do texto, registo de variantes e apêndices de José Carlos Seabra Pereira, é um dos lançamenros amis importantes, pelo menos dos últimos meses. O autor de Ossadas é um dos poetas portugueses de primeira linha, do século XX, que começa n? A Águia e acaba como companheiro dos jovens neo-realistas de Coimbra (e seriam Carlos de Oliveira e João José Cochofel a cuidar da 1ª edição da sua obra reunida, há meio século, antes da sua morte), sendo por isso de saudar este “regresso”.»
JL

Obra Poética
ISBN: 9789722716994 Ano de edição ou reimpressão: Editor: INCM - Imprensa Nacional Casa da Moeda Idioma: Português Dimensões: 150 x 238 x 34 mm Páginas: 550 Tipo de Produto: Livro Coleção: Biblioteca de Autores Portugueses Classificação Temática: Livros  >  Livros em Português  >  Literatura  >  Poesia

Sugestões

As Rimas de Petrarca
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
22,20€
Quetzal Editores
Labareda
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
21,90€
Tinta da China
X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.