Bertrand.pt - Memórias de um Desertor

Memórias de um Desertor

De Aljustrel a Bruxelas via Penamacor

de Sérgio Palma Brito 

Editor: Edições Colibri
Edição ou reimpressão: junho de 2020
Portes
Grátis
10%
16,00€
Poupe 1,60€ (10%) Cartão Leitor Bertrand
Envio até 10 dias
portes grátis

«A 1 de abril de 1965 sei que vou ser incorporado na Companhia Disciplinar de Penamacor. A PIDE não me prende na leva de 21 de janeiro e opta por me afastar de Lisboa e das Associações de Estudantes. Perco o adiamento do Serviço Militar, serei soldado raso com criminosos de delito comum, politicamente marcado e em quartel de regime muito duro. No tempo de um relâmpago tomo consciência de passar o Natal no exílio ou no primeiro dos seis anos de prisão no Forte de Elvas, conhecido pela tortura da barrilada. A 3 de maio de 1965 pelo meio-dia, entro no quartel da 1.ª Companhia Disciplinar acompanhado pelo padre Lobato, pároco de Aljustrel. Durante estes meses sou o soldado n.º 30/65 da 1.ª C. D. A 3 de setembro tenho licença de 10 dias. Às sete horas da manhã de 24 de setembro, sou desertor. Em 23 de setembro chego a Paris e completo com sucesso o salto para a Liberdade indissociável da deserção. A 26 chego a Bruxelas e começa o exílio. Em 1 de fevereiro de 1977 regresso a Portugal. Esta obra de Sérgio Palma Brito é um singular testemunho de memória, importante. Um contributo para a história da nossa terra durante os anos da ditadura impressivo.
Também um olhar curioso sobre a nossa imigração política e o exílio. Sempre na primeira pessoa do singular mas sem egocentrismo. Sobre um percurso pessoal rico. Que começa com a infância, e juventude, em Aljustrel. Onde desperta, como nos conta de forma saborosa, a sua consciência social, solidária. Raiz depois da sua militância política no PCP. Corajosa e audaz como não poderia deixar de ser durante esses anos de chumbo. (…) Incorporado pela PIDE na Companhia Disciplinar de Penamacor, de onde depois desertará, o relato memória de Sérgio Palma Brito coloca, para além do fascinante interesse de algumas histórias contadas, questões sobre as quais importa reflectir. E também sobre as quais faltam outros testemunhos reflexões. A ver, a colaboração entre militares e órgãos repressivos da ditadura nomeadamente a PIDE. E a questão da deserção de uma guerra colonial, estúpida, injusta, criminosa. A deserção que é então, faço questão de o sublinhar, um acto de grande coragem e audácia. Por maioria de razão de Penamacor.»

[João Barroso Soares]

Memórias de um Desertor
De Aljustrel a Bruxelas via Penamacor
ISBN: 9789896899554 Ano de edição ou reimpressão: 06-2020 Editor: Edições Colibri Idioma: Português Dimensões: 159 x 229 x 15 mm Encadernação: Capa mole Páginas: 284 Tipo de Produto: Livro Classificação Temática: Livros  >  Livros em Português  >  Literatura  >  Memórias e Testemunhos

Sugestões

O Carteiro de Auschwitz
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
17,45€
Alma dos Livros
O Diário de Anne Frank
20%
portes grátis
20% Cartão Leitor Bertrand
16,60€

de Anne Frank 

Livros do Brasil
X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.