Lugar de Massacre

de José Martins Garcia 

Bertrand.pt - Lugar de Massacre
Opinião dos leitores
(1)
Editor: Companhia das Ilhas
Portes
Grátis
20%
16,00€
12,80€
Em stock
portes grátis

Neste livro não há amanhãs que cantam, nem sequer um requiem por um Portugal moribundo, nem tampouco qualquer glorificação da luta do inimigo pela sua emancipação. O inimigo é invisível, mas existe no coração do mato e é dessa fantasmagoria que emerge o horror. A selva esconde um perigo de morte, causa de um vigilante "horror que adivinha o inquietante mais do que vê, mas que por isso mesmo o homem é apanhado por ele nas suas garras poderosas".
A citação de Ernst Jünger é transplantada de O Coração Aventuroso, mas o horror que se vive na Guerra da Guiné está mais próximo da fronteira de temor que ecoa no Coração das Trevas de Joseph Conrad. Em Lugar de Massacre, rio acima até à Ponta do Inglês, sítio não cartografado e de indecifrável valor estratégico-militar, a guarnição, ao atingir o seu inútil destino, salta da lancha de patrulha "atascando-se até ao joelho num solo traiçoeiro" para ser emboscada pela "sombria e pensativa floresta", de que nos fala Conrad, e de cujo coração aparecem seres humanos "como se saíssem da terra". O horror telúrico é o mesmo que povoa o Coração das Trevas, sendo que temos Pierre Avince no lugar de Marlow e o Rio Geba é o equivalente do Rio Congo.
Em ambos, os homens à deriva estão à mercê da "grande muralha de vegetação - exuberante, emaranhado de troncos, ramos, folhas, rebentos e grinaldas - que lembra uma invasão violenta de silenciosa vida, uma alta onda vegetal, prestes a desabar na enseada e a varrer os homens insignificantes", citando Conrad.
[João Nuno Almeida e Sousa, em "À Deriva no Império Morto" texto de abertura de Lugar de Massacre]

  • Satirizar o horror
    Henrique Fialho – Livraria Bertrand La Vie Caldas da Rainha | 06-05-2019

    “Lugar de Massacre” é um dos melhores romances em língua portuguesa, vindos a lume no séc. XX, que tive oportunidade de ler. 160 breves páginas de uma intensidade e de um fulgor impressionantes, com a Guerra Colonial Portuguesa em pano de fundo mas sobre muito mais do que essa experiência traumática. Desenganem-se, porém, aqueles que esperarem da narrativa um testemunho pessoal, biográfico ou confessional, desenganem-se também os que pretenderem leituras políticas engajadas e vinculadas a esta ou àquela tendência. O tom é de sátira e balanceia, nas suas duas partes, entre a pura comédia e o trágico à moda clássica, deixando-nos emocionalmente ambivalentes se formos, como eu fui, desprevenidos para a leitura.

Outros livros da coleção

A Fome
20%
portes grátis
16,00€ 12,80€
Companhia das Ilhas
Contrabando Original
20%
portes grátis
16,00€ 12,80€
Companhia das Ilhas
Lugar de Massacre
ISBN: 9789898828064 Editor: Companhia das Ilhas Idioma: Português Dimensões: 140 x 219 x 10 mm Encadernação: Capa mole Páginas: 168 Tipo de Produto: Livro Coleção: Biblioteca Açoriana Classificação Temática: Livros  >  Livros em Português  >  Literatura  >  Contos

Quem comprou também comprou

Histórias de um Tempo Só
20%
portes grátis
12,72€ 10,18€
Oro
Fúria Cruel
10%
portes grátis
17,00€ 15,30€
Chiado Books
X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.