Bertrand.pt - Lilith - A Mulher Primordial

Lilith - A Mulher Primordial

O Feminino e o Sagrado

de Rosa Leonor Pedro 

Editor: Zéfiro
Edição ou reimpressão: janeiro de 2020
Portes
Grátis
10%
19,90€
Poupe 1,99€ (10%) Cartão Leitor Bertrand
Envio até 5 dias
portes grátis

A cisão arquetípica do feminino: anjo e demónio.

O nosso mundo ocidental encontra-se dominado e dividido por uma dicotomia profunda da Mulher que tem a sua origem na Bíblia, portanto desde há cerca de 5 mil anos. Tudo o que é anterior foi votado ao esquecimento e ao descrédito, vive nos escombros da nossa memória colectiva.

Lilith é a Primeira Mulher, aquela que foi banida da história do homem porque não aceitou o seu domínio e foi perseguida como um demónio. Só após a rebelião desta Mulher Original é que surgiu Eva, a partir da costela de Adão. Foi a esta mulher inferior que a Serpente do Paraíso deu a comer a maçã do conhecimento. Mas essa Serpente não era senão Lilith, a parte da mulher que ficaria para sempre reduzida à sua sombra e condenada a viver no exílio da nossa psique, enquanto Eva serviria o homem e a comunidade patriarcal, sujeita às suas leis e às suas normas.

O trabalho da mulher consciente da sua cisão deve ser encontrar a totalidade em si mesma, realizar-se enquanto mulher integral, abandonar a visão da mulher secularmente dividida em duas e que vive uma crucificação de si mesma. Esta divisão manifestou-se mais tarde sob a forma de Maria, a Virgem Mãe no altar, e Maria Madalena, a pecadora: a santa e a prostituta. A mulher comum sofre este dilema e, quando julga ter entrado no mundo da espiritualidade, cai na armadilha da realização espiritual, não tendo integrado a totalidade da sua psique, sofrendo assim desestruturações graves no plano mental e emocional (histeria, bipolaridade, fibromialgia, depressões, etc., e todo o tipo de doenças auto-imunes e psicossomáticas).

Tal acontece devido a uma rejeição sistemática e sistémica da sua natureza fulcral enquanto mulher matriz e telúrica, ligada ao instintivo, ao sensual-sexual-mediúnico, que são inibidos pelo crivo da moral judaico-cristã que a condena, arriscando-se a nunca mais se encontrar na sua totalidade, continuando a anular a parte do seu ser que é a Mulher Original, ligada à Terra-Mãe e ao culto da Deusa, o que, em última análise, é prejudicial para a evolução do próprio planeta.

Sem uma verdadeira identidade feminina de base, a Mulher Cálice, a Rainha e a Musa, jamais se encontrará na sua plenitude. Só através da integração do Princípio Masculino e do Feminino poderão os homens e as mulheres realizar-se, estando ambos conscientes das suas diferenças a nível biológico e psíquico. À mulher que assim o permitir, este livro poderá acender o fogo de Lilith e a consciência da Mulher Primordial, Aquela que pode verdadeiramente transformar o mundo!

Outros livros da coleção

Ayahuasca - Da Serpente ao Jaguar
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
19,90€

de Yves Duc 

Zéfiro
O Livro da Lei
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
18,90€
Zéfiro
Lilith - A Mulher Primordial
O Feminino e o Sagrado
de Rosa Leonor Pedro 
ISBN: 9789896771744 Ano de edição ou reimpressão: 01-2020 Editor: Zéfiro Idioma: Português Dimensões: 158 x 227 x 17 mm Encadernação: Capa mole Páginas: 248 Tipo de Produto: Livro Coleção: Triskel Classificação Temática: Livros  >  Livros em Português  >  Literatura  >  Outras Formas Literárias

Sugestões

Larga quem não te agarra
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
14,90€
Manuscrito Editora
Branco
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
18,79€
Elsinore
X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.