Bertrand.pt - Kaos

Kaos

de Ruben A. 

Editor: Assírio & Alvim
Edição ou reimpressão: abril de 2003
24H
Portes
Grátis
10%
20,00€
Poupe 2,00€ (10%) Cartão Leitor Bertrand
Em stock - Envio imediato
portes grátis

Romance póstumo do autor de "A Torre de Barbela", será romance inacabado ou primeiro volume de uma série de quatro (mas independente) que o autor tinha na cabeça quando a morte o surpreendeu em Londres, corria o ano de 1975? Ultrapassemos essa questão e atentemos no que disse Ruben-ele-mesmo em carta a Liberto Cruz (responsável por esta edição e pela publicação da Obra Completa do autor de "O Mundo à Minha Procura"): esta é a "minha obra máxima".
Liberto Cruz descreve a obra assim, no prefácio a esta edição:
"Conquanto na sua carta de 17 de Outubro de 1974 Ruben A. escreva que ‘este KAOS vai de 1900 a mais ou menos 1916’, é forçoso dizer que os seus horizontes não são tão limitados. Pelo contrário. Como diz acertadamente Vasco Pulido Valente: ‘O Kaos é aparentemente a República. Mas também é 1820, o liberalismo, a revolução, Portugal.’ E é também, acrescento eu, o 25 de Abril de 1974 contado através da história da nossa Primeira República. O presente vivido pelo escritor relatava os acontecimentos contados pelo historiador. O conhecimento do passado contribuía para melhor entender a actualidade e para melhor compreender o fim da Monarquia. Afinal Brito Camacho parecia não ter exagerado ao dizer que só as moscas eram diferentes."

" [..] trata-se de um grande romance, onde as trapalhadas pátrias são pretexto para uma ironia incomum nas letras portuguesas, subtraídos Eça, Almada, O’Neill e poucos mais.[...] Mas o que faz a delícia maior deste romance é, sem dúvida, a sua actualidade. Portugal, ‘esse lugar mal frequentado’ de que falava Eça, expõe em ‘Kaos’ os seus rídículos, de ontem e de hoje."
Ana Cristina Leonardo, Expresso, Actual, 30/08/07

Críticas de imprensa

" [..] trata-se de um grande romance, onde as trapalhadas pátrias são pretexto para uma ironia incomum nas letras portuguesas, subtraídos Eça, Almada, O'Neill e poucos mais.[...] Mas o que faz a delícia maior deste romance é, sem dúvida, a sua actualidade. Portugal, 'esse lugar mal frequentado' de que falava Eça, expõe em 'Kaos' os seus rídículos, de ontem e de hoje."
Ana Cristina Leonardo, Expresso, Actual, 30/08/07

Kaos
ISBN: 978-972-37-0698-7 Ano de edição ou reimpressão: Editor: Assírio & Alvim Idioma: Português Dimensões: 136 x 211 x 19 mm Encadernação: Capa mole Páginas: 296 Tipo de Produto: Livro Classificação Temática: Livros  >  Livros em Português  >  Literatura  >  Romance

Sugestões

Quem Nunca Morreu de Amor
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
16,00€
Lua de Papel
O Ano da Morte de Ricardo Reis
10%
portes grátis
17,70€ 15,93€
Porto Editora, S.A.
X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.