Bertrand.pt - Furriel não é Nome de Pai
Opinião dos leitores
(1)

Furriel não é Nome de Pai

Os filhos que os militares portugueses deixaram na Guerra Colonial

de Catarina Gomes 

Editor: Tinta da China
16,90€
Esgotado ou não disponível

«Filhos do vento»: as crianças que os militares portugueses deixaram na Guerra Colonial
Chamavam «resto de tuga» a Fernando e ele não percebia porquê; Adulai era acusado de tudo pelos irmãos e era sovado todos os dias pelo padrasto por ter nascido com a pele mais clara; e os gémeos Celestina e Celestino guardam, aos 40 anos, uma fotografia desbotada de um jovem militar que não os quer conhecer, nem com o incentivo da «Exma. Mana» portuguesa. Foi para ir atrás destas histórias que Catarina Gomes partiu para a Guiné-Bissau em 2013, levando na mala um dos maiores tabus entre os militares portugueses: os filhos da guerra, crianças que ficaram para trás depois da Guerra Colonial, e que chegaram ao mundo como filhas do «inimigo» e condenadas a não conhecer os pais. Além do círculo masculino de silêncios que os mantém afastados, estes filhos africanos são também ignorados pelo Estado português, que nunca fez um esforço por conhecer a dimensão desta realidade ou por lhes garantir quaisquer direitos. Estão há anos em busca de uma identidade perdida, mas esta é a primeira vez que alguém conta a sua história.

«Os filhos nascidos da guerra sofrem com a falta de conhecimento em relação aos seus pais biológicos. Os governos, assim como as instituições nacionais e internacionais, são incentivados a pôr de pé medidas que garantam o seu direito à identidade e, tanto quanto possível, a conhecerem os seus pais.»
(Recomendação da organização internacional Chibow: Children Born of War)

  • Brilhante!
    José Medeiros Câmara | 02-04-2021

    Tive conhecimento deste livro através do programa de televisão intitulado ‘Todas as Palavras’. O livro trata um tema tabu na sociedade portuguesa, porque aborda algo relacionado com os filhos de militares no Império Colonial Português durante a guerra no ultramar. Este assunto foi amplamente difundido na comunicação social há uns anos. A presente obra reúne, de certa forma, o que foi divulgado na altura, principalmente o desespero de muitos filhos na busca de pais ‘desaparecidos’. Afinal, os militares portugueses que conceberam filhos durante a guerra em Angola, Moçambique e na Guiné assumiram a paternidade? Ou terão sido apenas alguns? Será que pais, irmãos e filhos daqueles militares aceitaram os seus parentes mulatos? Através de vários testemunhos relatados no livro podemos encontrar as respostas… confesso que tive momentos em que fiquei colérico durante a leitura. Ao menos quebrou-se um grande silêncio, pois garantidamente FURRIEL NÃO É NOME DE PAI!!!

Furriel não é Nome de Pai
Os filhos que os militares portugueses deixaram na Guerra Colonial
ISBN: 9789896714369 Editor: Tinta da China Idioma: Português Dimensões: 138 x 208 x 16 mm Encadernação: Capa mole Páginas: 224 Tipo de Produto: Livro Classificação Temática: Livros  >  Livros em Português  >  História  >  História de Portugal

Quem comprou também comprou

Adeus, Até ao Meu Regresso
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
24,50€
Âncora Editora
Angola 1975 - O Testemunho de uma Tragédia
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
19,00€
Âncora Editora
X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.