Bertrand.pt - A Terra Devastada

A Terra Devastada

de T. S. Eliot 

Prémio Nobel da Literatura
Editor: Relógio D'Água
Edição ou reimpressão: abril de 1999
Portes
Grátis
20%
8,55€
6,84€
Envio até 10 dias
portes grátis

«T. S. Eliot, por certo um dos maiores e sem dúvida um dos mais influentes dos poetas e críticos modernos, nasceu em 1888, em Saint-Louis, Missouri, descendente de imigrantes ingleses que se haviam estabelecido no Massachussetts, no século XVII. Criado em casa rica e de ambiente culto, formou-se em Harvard, em filosofia, e prosseguiu estudos superiores em Paris, Oxford, e na Alemanha. Estabeleceu-se em Londres, primeiro como professor secundário, e depois como empregado bancário, que durante longos anos foi até passar à direcção de uma grande editorial britânica. A sua estreia poética deu-se em 1915, na revista Poetry, de Chicago, aonde saiu um dos seus mais belos e famosos poemas, The Love Song of J. Alfred Prufrock. Este e outros poemas constituíram, em 1917, o seu primeiro livro. Como crítico e orientador do novo gosto literário, em Londres dirigiu (1917-9) The Egoist, foi principal colaborador (1919-21) de The Athenaeum (o jornal literário em que Pessoa publicou um poema), e fundou e dirigiu a importante revista The Criterion (1922-39). Em 1922, o poema The Waste Land foi um dos mais belos e mais importantes poemas do Modernismo. Sucessivas publicações de poesia culminaram nos Collected Poems de 1936, que o consagraram definitivamente. Entretanto, desenvolvia outra das grandes realizações poéticas modernas, com os Quatro Quartetos, publicados de 1934 a 1942. Um dos renovadores do teatro poético a partir de Murder in the Cathedral (1935), foram também numerosos os seus volumes de ensaios, que lançaram as bases de grande parte da moderna crítica anglo-saxónica e de uma compreensão modernista da poesia. Cidadão britânico em 1927, Prémio Nobel da Literatura em 1947, Eliot morreu em Londres, em 1965.»
Jorge de Sena em «Poesia do Século XX

Críticas de imprensa
"Poucas dúvidas apresentará, a não ser para alguém com um projecto poético muito específico e muito estrangulado (o que pode não o impedir de ser meritório, em poesia é sempre assim) que, ao ter em conta a globalidade poética do século XX, A Terra Devastada de T.S. Eliot é o poema cimeiro deste século."
Joaquim Manuel Maglhães, In Expresso, 25 de Setembro de 2004

A Terra Devastada
ISBN: 9789727085446 Ano de edição ou reimpressão: Editor: Relógio D'Água Idioma: Português Dimensões: 138 x 209 x 1 mm Encadernação: Capa mole Páginas: 68 Tipo de Produto: Livro Classificação Temática: Livros  >  Livros em Português  >  Literatura  >  Poesia

Sugestões

Poesia
20%
portes grátis
44,00€ 35,20€
Assírio & Alvim
Horto de Incêndio
20%
portes grátis
12,20€ 9,76€
Assírio & Alvim
X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.