Bertrand.pt - A Psicologia do Futuro

A Psicologia do Futuro

Lições da investigação moderna sobre a consciência

de Stanislav Grof 

Editor: Via Optima
Edição ou reimpressão: maio de 2007
Portes
Grátis
10%
22,21€
Poupe 2,22€ (10%) Cartão Leitor Bertrand
Em stock - Envio 24H
portes grátis

Stanislav Grof, um dos fundadores da psicologia transpessoal, defende que as suposições e conceitos actuais e básicos da psicologia e da psiquiatria requerem uma revisão radical baseada na investigação intensiva e sistemática dos estados invulgares de consciência.

Em A Psicologia do Futuro, que serve como um sumário introdutório a meio século de carreira, Grof apresenta as contribuições que fez para os campos da psiquiatria e da psicologia - em especial o seu conceito central de experiência holotrópica, em que holotrópico significa "movendo-se em direcção à totalidade" -, desde as primeiras tentativas de proceder a uma cartografia da psique humana mediante psicoterapia com LSD, passando pela prática clínica com pessoas moribundas e pelo seu trabalho com respiração holotrópica, técnica terapêutica que desenvolveu, até às suas reflexões mais recentes sobre a consciência e as perspectivas para lidarmos com uma crise planetária crescente.

Excertos
Em estados holotrópicos, a consciência é alterada qualitativamente de uma forma muito profunda e fundamental, mas não é brutalmente danificada como nas condições que têm causas orgânicas. Tipicamente, permanecemos completamente orientados em termos de espaço e de tempo e não perdemos totalmente o contacto com a realidade quotidiana. Ao mesmo tempo, de uma forma que pode ser muito intensa e até avassaladora, o nosso campo de consciência é invadido por conteúdos de outras dimensões da existência. Assim, experienciamos simultaneamente duas realidades.
(...)
Várias características importantes da terceira matriz distinguem-na da constelação sem-saída descrita anteriormente. Aqui a situação é desafiadora e difícil, mas não parece desesperada e não nos sentimos desamparados. Estamos activamente envolvidos numa luta tenaz e temos a sensação de que o sofrimento tem uma direcção, um objectivo e um significado definidos. Em termos religiosos, esta situação relaciona-se mais com o conceito de purgatório do que com o inferno.
(...)
Embora muitos profissionais advoguem uma abordagem ecléctica que reconheça uma interacção complexa entre Natureza e cultura, ou biologia e psicologia, a abordagem biológica domina o pensamento nos círculos académicos e na prática psiquiátrica rotineira quotidiana. Como resultado do seu complexo desenvolvimento histórico, a psiquiatria estabeleceu-se enquanto subespecialidade da medicina, o que lhe confere uma forte propensão biológica. O pensamento conceptual convencional na psiquiatria, a abordagem a indivíduos com distúrbios emocionais e problemas de comportamento, a estratégia de investigação, instrução básica e formação, e medidas forenses, todos estes são dominados pelo modelo médico.
(...)
Muitas das experiências acima descritas foram relatadas por místicos, santos, profetas e mestres espirituais de todas as épocas. É absurdo, como já vimos, atribuir todas estas experiências a algum processo patológico desconhecido no cérebro ou noutra parte do corpo, o que é uma prática comum na psiquiatria moderna. Naturalmente, isto levanta a questão da relação entre psicose e psicótico, como é comum na psiquiatria académica. Como veremos, as observações e experiências obtidas em estados holotrópicos sugerem que o conceito de psicose tem de ser radicalmente redefinido.
(...)
A incapacidade de reconhecer o potencial curativo de tais estados extremos reflecte o modelo conceptual restrito da psiquiatria ocidental que se limita à biografia pós-natal e ao inconsciente individual. Experiências para as quais este modelo restrito não tem uma explicação lógica são então atribuídas a um processo patológico de origem desconhecida. A cartografia expandida da psique que inclui os domínios perinatal e transpessoal fornece uma explicação natural para a intensidade e conteúdo de tais estado extremos.
(...)
Para muitas pessoas, o primeiro encontro com as dimensões sagradas da existência ocorre no contexto do processo de morte e renascimento, quando as experiências de etapas diferentes do nascimento são acompanhadas de visões e cenas do domínio arquetípico do inconsciente colectivo. No entanto, a ligação completa ao reino espiritual estabelece-se quando o processo se desloca para o nível transpessoal da psique. Quando isso acontece, várias experiências espirituais aparecem na sua forma pura, independentemente dos elementos fetais.
(...)
Estados holotrópicos de consciência podem também proporcionar revelações profundas sobre a cosmovisão das culturas que acreditam que o cosmos é povoado por seres mitológicos e que é governado por várias divindades beatíficas e iradas. Nestes estados, podemos conseguir acesso experiencial directo ao mundo arquetípico de deuses, demónios, heróis lendários, entidades sobre-humanas e espíritos guias. Podemos visitar o domínio de realidades mitológicas, paisagens fantásticas e residências do além.

A Psicologia do Futuro
Lições da investigação moderna sobre a consciência
ISBN: 9789729360336 Ano de edição ou reimpressão: Editor: Via Optima Idioma: Português Dimensões: 140 x 208 x 30 mm Páginas: 372 Tipo de Produto: Livro Classificação Temática: Livros  >  Livros em Português  >  Ciências Sociais e Humanas  >  Psicologia

Sugestões

Mulheres Inteligentes, Relações Saudáveis
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
7,00€
11 X 17
Comportamento Criminal e Avaliação Forense
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
31,95€
Pactor
X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.