Bertrand.pt - Sport Europa e Benfica

Sport Europa e Benfica

A história contada por quem a viveu por dentro

de Mais Futebol 

Editor: Prime Books
Edição ou reimpressão: fevereiro de 2006
14,40€
Esgotado ou não disponível.

A completa história de um gigante entre gigantes!

269 jogos, 129 vitórias, 469 golos marcados por 101 jogadores, 264 jogadores utilizados por 25 treinadores, 45 presenças em provas da UEFA, 8 finais, 2 Taças dos Campeões Europeus.
Se fosse possível reduzir a números a dimensão europeia do Benfica, estas seriam as principais referências de um percurso iniciado em Sevilha, a 19 de Setembro de 1957.
Porém, não é possível traduzir em simples dados estatísticos momentos únicos como o angustiante cerco de Viena, a fortuna de Berna em 1961, a histórica passagem de testemunho do mítico Real Madrid em Amesterdão, as dolorosas finais perdidas de Wembley em 63 e 68, o adeus de Eusébio, o renascer grandioso no Olímpico de Roma pela mão de um sueco revolucionário, os penaltis da final mais táctica da história da Taça dos Campeões Europeus, a noite mágica de Highbury, ou a loucura irrepetível de Leverkusen.
Por isso, este livro dá prioridade a 50 jogos marcantes, tendo as declarações de vários participantes como fio condutor e ilustrando-os com episódios inéditos, na firme convicção de que as histíras da História não têm que ser contadas sempre da mesma forma.

A História do Benfica Europeu, contada por quem a viveu por dentro, no ano em que se comemoram os 50 anos das competições da UEFA.

Excertos

2 de Maio de 1962
Benfica-Real Madrid 5-3
Taça dos Campeões Europeus - Final

Quando Coluna tocou para Eusébio, Di Stefano deu um salto em frente para sair da barreira. A bola passou-lhe por baixo do pé, bateu nos pitons e ressaltou na relva. Sobrevoou os braços estendidos de Araquistain e entrou na baliza. O Benfica selava naquele instante a conquista da segunda Taça do Campeões consecutiva. O simbolismo da passagem de testemunho escapou a quase todos os observadores, mas foi descrito por «don» Alfredo na sua autobiografia. A consagração do novo rei da Europa acabara de passar pelos pés do rei deposto.
A vitória começou a ser cultivada pela fé. Ninguém duvidava de que era possível bater o gigante, mesmo assim todas as ajudas eram poucas. Cavém surgiu outra vez em campo com uma barba crescida, cumprindo a promessa que lhe fora sugerida em sonhos. «Uns benzem-se quando pisam o campo, eu entrava sempre com o pé direito. Ele deixou crescer a barba e só a rapou quando foi campeão europeu. Andou uns meses assim», conta José Augusto.
Poucos seriam tão hábeis como Guttmann na capacidade de motivar jogadores. O mote para a final foi repetido vezes sem conta em Amesterdão: «Eles estão velhos.» Era verdade. Puskas e Di Stéfano tinham 35 anos cada, o Benfica contava com Simões e Eusébio, respectivamente com 18 e 19. Era uma questão de tempo, dizia Guttmann. Os «monstros» não iam aguentar os 90 minutos.

(...)

Eu estive lá - Eusébio

«Foi um grande jogo. Foi muito importante para mim jogar com o Real Madrid. Tinha apenas 19 anos e o Real Madrid tinha conquistado a Taça dos Campeões nas primeiras cinco edições, e podia alcançar a sexta da sua história, depois de ter sido eliminado pelo Barcelona, um anos antes. O Benfica travou-o, foi a primeira equipa a fazê-lo num só jogo. Eu e o Simões éramos estreantes em finais, não tínhamos estado no ano anterior em Berna, onde o Benfica tinha vencido a primeira Taça, com o Barcelona. Foi uma grande satisfação, das melhores que tive na minha carreira de futebolista. Mas a taça não me dizia nada, o que eu queria era a camisola do Di Stefano. Era mais importante para mim, ele estava noutro patamar. Havia muitos outros grandes jogadores, mas ele era o maior. Pedi ao Coluna, que já o conhecia, para lhe pedir a camisola. No final tirei a minha e corri para ele. Os outros corriam para a taça, eu corria para a camisola. É das melhores recordações que tenho em casa, ao lado das camisolas de outros tantos amigos. Mas essa é especial. E pronto, ganhámos 5-3 e eu marquei dois golos.»

Sport Europa e Benfica
A história contada por quem a viveu por dentro
ISBN: 9789728820848 Ano de edição ou reimpressão: Editor: Prime Books Idioma: Português Dimensões: 148 x 228 x 34 mm Encadernação: Capa mole Páginas: 240 Tipo de Produto: Livro Classificação Temática: Livros  >  Livros em Português  >  Desporto e Lazer  >  Futebol

Sugestões

O Polvo Encarnado
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
14,40€
Ideias de Ler
Béla Guttmann
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
18,90€
Oficina do Livro
X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.