Bertrand.pt - Revoltada

Revoltada

de Evgénia Iaroslavskaia-Markon 

Editor: Editora Guerra & Paz
Edição ou reimpressão: outubro de 2017
24H
Portes
Grátis
10%
15,50€
Poupe 1,55€ (10%) Cartão Leitor Bertrand
Em stock - Envio imediato
portes grátis

Cem anos depois da Revolução de Outubro uma história de choque. Como é que uma anarquista viveu a revolução comunista? Um relato autobiográfico escrito por uma jovem de 29 anos à espera de ser fuzilada, no mesmo local onde o marido, o poeta Alexander Iaroslavski, fora já executado.
Uma autobiografia sem qualquer indício de fraqueza, cheia de um ódio de morte aos agentes da Tcheka, a polícia secreta bolchevique. Um relato escrito por quem carrega consigo a «farpa do perdão universal», odiando o sistema soviético, mas nunca as pessoas.
Em 1917, a autora de Revoltada, vagueia pelas ruas gritando «carrascos». Activista, percorre a União Soviética dando conferências. Descobrirá a sua verdadeira convicção política na marginalidade, no roubo, no crime e no fascínio pelo perigo.
Uma vida intensa e breve: infância e adolescência, o casamento, o episódio do comboio que lhe amputou os pés, a vagabundagem entre bandidos, criminosos, prostitutas, que são, para a autora de Revoltada a única classe verdadeiramente revolucionária e que poderia derrotar o bolchevismo, fazendo do futuro uma apologia da anarquia.
Um testemunho intenso descoberto nos arquivos secretos russos.

Excertos
Excerto do despacho de acusação, datado de 28 de Outubro de 1930:

Convocada na qualidade de acusada no âmbito do presente processo, a prisioneira IAROSLAVSKAIA MARKON, Evgénia Isaacovna, declarou que o seu objectivo final é «uma luta contra o Governo soviético por todos os meios, fazer agitação, propaganda e preparar as massas do campesinato e do Exército Vermelho para um golpe armado contra o Governo soviético e a prática de actos terroristas contra os agentes da OGPU, mais, dar apoio por qualquer meio ao mundo do crime e aos “meliantes”, utilizando os para o mesmo fim». Ela considera que o Governo soviético desacredita a ideia de Revolução, escudando se no nome dos sovietes e não os respeitando de maneira nenhuma, mais afirma que quem governa o país é um punhado de intelectuais, liderados pelo Comité Central do PCUS.
Ela diz que o Governo soviético está podre até à raiz e que irá cair em breve. Além disso, em Solovki, tencionava desenvolver trabalho no mundo do crime, a fim de organizar uma revolta nos campos de prisioneiros, bem como a organização de fugas em massa dos campos de prisioneiros e cometer os actos terroristas contra os funcionários civis da OGPU, actos que ela tinha planeado há muito tempo, antes de realizar a tentativa de assassinato do Chefe dos campos. A autobiografia de IARO-LAVSKAIA, anexa ao processo e escrita pessoalmente pela própria, revela que ela, gozando de liberdade, antes de ser detida, praticava roubos sistemáticos e geria o crime organizado.
Com base no acima exposto, a prisioneira IAROSLAVSKAIA MARKON, Evgénia Isaacovna, nascida em 1902 em Moscovo, possuidora de licenciatura, judia, domina alemão e francês, folhetinista de profissão, não partidária, inválida (sem pés), anteriormente julgada três vezes nos termos do Art.º 162 do Código Penal, uma vez nos termos do Art.º 169 do Código Penal e uma vez nos termos do Art.º 76 do Código Penal, é condenada pela Sessão da Reunião Extraordinária do Conselho local da OGPU, no dia 6 09 1930, nos termos do Art.º 82 e Art.º 17 82 do Código Penal por um período de três anos que terminará em 17 08 1933.

Revoltada
ISBN: 9789897023224 Ano de edição ou reimpressão: Editor: Editora Guerra & Paz Idioma: Português Dimensões: 151 x 230 x 11 mm Encadernação: Capa mole Páginas: 152 Tipo de Produto: Livro Classificação Temática: Livros  >  Livros em Português  >  Literatura  >  Biografias

Sugestões

De que Cor é o Medo
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
15,50€
Bertrand Editora
Não Sou o Único
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
17,50€
Editorial Presença
X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.