Bertrand.pt - Memórias de um Craque

Memórias de um Craque

de Fernando Assis Pacheco 

Editor: Assírio & Alvim
Edição ou reimpressão: abril de 2005
24H
Portes
Grátis
10%
12,20€
Poupe 1,22€ (10%) Cartão Leitor Bertrand
Em stock - Envio imediato
portes grátis

Não há maus assuntos, às vezes há é maus jornalistas - esta consigna podia aplicar-se, por inteiro, a Fernando Assis Pacheco (193?-95). Repórter sem par na sua geração, ele escrevia como ninguém, sempre capaz de transformar o nada em ouro. São disso um exemplo flagrante estas Memórias de Um Craque, segundo título das Obras de Assis em publicação pela Assírio & Alvim.
Prefaciado pelo organizador, com posfácio de Manuel António Pina, Memórias de Um Craque reúne 30 crónicas, escritas em 1972 para o Record e nunca depois saídas em livro. Em boa hora o foram agora, porque são uma maravilha. O craque é o prórpio Assis, e a matéria evocada é a do futebol, melhor dizendo a do futebol que o puto que Assis foi praticou na rua, algures na cidade de Coimbra, a da sua infância.
E aqui torna-se difícil separar o Assis jornalista do Assis escritor. Ele escrevia para um jornal, mas, sentindo-se à rédea solta, a sua escrita ganhou asas até atingir um pícaro sem paralelo entre nós. Indiscritível pela graça, a auto-ironia, o domínio pleno da língua e das suas expressões mais populares, nestas crónicas reabilitadas com cartas de nobreza. Uma pequena grande obra, da qual o jornalista não está de todo arredado, porque estas Memórias possuem igualmente o cunho de repórter, capazes como são de reconstituir tanto um cenário dos tempos idos, quanto o espírito de uma época. Assis, no seu melhor.

Críticas de imprensa
"Livrinho-Bíblia do verdadeiro gostar e sentir futebol. Futebol como dantes, como nos tempos do Bentes e demais craques dos futebóis dos idos de cinquenta e sessenta, futebol de suor e chorar, de correr e «vestir camisolas por amor aos clubes» (...) a prosa de Assis Pacheco é um inventário brilhante de uma linguagem duplamente literata e corriqueira, onde a poética e a inteligência da escrita se casa na perfeição com o jargão e com um registo prosaico de calão e humor sublimes e deliciosos."
RCS, Magazine Artes, Junho 2005

Excertos
Sabe-se que o futebol teve lugar de relevo no trabalho de jornalista de Fernando Assis Pacheco: reportagens, comentários, colunas regulares, entrevistas… e estas «Memórias de Um Craque», decerto o mais característico do largo conjunto. Na verdade, valerá menos como pequeno livro sobre futebol do que enquanto testemunho da importância do futebol na infância: fragmento de autobiografia cruzado com narrativa de episódios infanto-juvenis na Coimbra dos anos 40. Como testemunho autobiográfico, é precioso a vários títulos, e não será o menor deles aquele respeitante à própria constituição literária de Fernando Assis Pacheco, que em certos aspectos permaneceu fiel ao pequeno «craque» aqui retratado em clave auto-irónica.
A primeira, e até agora única, publicação das «Memórias de Um Craque» fez-se em folhetim no «Record», aos sábados, trinta capítulos sem qualquer interrupção entre 22 de Abril e 25 de Novembro de 1972. É esse texto que aqui se reproduz […]
(Abel Barros Baptista, Nota do Organizador)

Sabe-se que o futebol teve lugar de relevo no trabalho de jornalista de Fernando Assis Pacheco: reportagens, comentários, colunas regulares, entrevistas… e estas «Memórias de Um Craque», decerto o mais característico do largo conjunto. Na verdade, valerá menos como pequeno livro sobre futebol do que enquanto testemunho da importância do futebol na infância: fragmento de autobiografia cruzado com narrativa de episódios infanto-juvenis na Coimbra dos anos 40. Como testemunho autobiográfico, é precioso a vários títulos, e não será o menor deles aquele respeitante à própria constituição literária de Fernando Assis Pacheco, que em certos aspectos permaneceu fiel ao pequeno «craque» aqui retratado em clave auto-irónica.
A primeira, e até agora única, publicação das «Memórias de Um Craque» fez-se em folhetim no «Record», aos sábados, trinta capítulos sem qualquer interrupção entre 22 de Abril e 25 de Novembro de 1972. É esse texto que aqui se reproduz […]
(Abel Barros Baptista, Nota do Organizador)

Memórias de um Craque
ISBN: 978-972-37-0889-9 Ano de edição ou reimpressão: Editor: Assírio & Alvim Idioma: Português Dimensões: 145 x 205 x 8 mm Encadernação: Capa mole Páginas: 112 Tipo de Produto: Livro Coleção: Obras de Assis Classificação Temática: Livros  >  Livros em Português  >  Literatura  >  Outras Formas Literárias

Sugestões

Larga quem não te agarra
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
14,90€
Manuscrito Editora
Prometo Falhar Todos os Dias
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
15,50€
Desrotina
X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.