Bertrand.pt - História do Feio

História do Feio

de Umberto Eco 

Editor: Difel
Edição ou reimpressão: outubro de 2007
40,39€
Esgotado ou não disponível

Perguntai a um sapo o que é a beleza, o verdadeiro belo. Responder-vos-á que consiste na sua mulher, com os seus belos olhos redondos que se projectam para fora da pequena cabeça, o pescoço grosso e achatado, o ventre verde e as costas castanhas. Interrogai o diabo: dir-vos-á que o belo é um par de cornos, quatro patas com garras e um rabo.
In Introdução

História do Feio vem na sequência do anterior - História da Beleza. Aparentemente, beleza e fealdade são conceitos que mutuamente se exigem: habitualmente entende-se a fealdade como o oposto da beleza, de modo que bastaria definir a primeira para se saber o que é a outra. Mas as diversas manifestações do feio através dos séculos são mais ricas e imprevisíveis do que comummente se julga. Por isso, não só os textos antológicos, mas também as ilustrações extraordinárias deste livro, levam-nos a percorrer um itinerário surpreendente entre pesadelos, terrores e amores de quase trinta mil anos, onde os actos de repulsa caminham de mãos dadas com comoventes movimentos de paixão, e a rejeição da deformidade é acompanhada de êxtases decadentes que, as mais das vezes, são violações sedutoras de todos os cânones clássicos.

Entre demónios, loucos, inimigos horríveis e presenças perturbantes, entre abismos revoltantes e deformidades que atingem o sublime, freaks e mortos-vivos, descobre-se uma veia iconográfica vastíssima e, muitas vezes, inimaginável. Assim, ao longo deste livro, vamos encontrando feio de natureza, feio espiritual, assimetria, desarmonia, desfiguração, numa sequência de mesquinho, débil, vil, banal, casual, arbitrário, grosseiro, repugnante, desajeitado, horrendo, sensaborão, nauseabundo, criminoso, espectral, bruxo, satânico, repelente, desagradável, grotesco, abominável, odioso, indecente, imundo, porco, obsceno, pavoroso, abjecto, monstruoso, horripilante, medonho, terrível, terrificante, tremendo, repulsivo, nojento, nauseabundo, fétido, ignóbil, desgraçado, sem graça nenhuma nem decência.

O primeiro editor estrangeiro que viu esta obra exclamou: «Como é bela a fealdade!»

Outros livros da coleção

As Vidas de Jesus
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
5,00€

de Mark Tully 

Terramar
Cristo na Arte
55,52€
Difel
História do Feio
ISBN: 9789722908542 Ano de edição ou reimpressão: 10-2007 Editor: Difel Idioma: Português Dimensões: 175 x 242 x 34 mm Páginas: 456 Tipo de Produto: Livro Coleção: Álbuns Ilustrados Classificação Temática: Livros  >  Livros em Português  >  Literatura  >  Ensaios
Livros  >  Livros em Português  >  Literatura  >  Estória

Sugestões

Manual de Sobrevivência de um Escritor
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
15,90€
Companhia das Letras
Homo Deus - História Breve do Amanhã
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
23,99€
Elsinore
X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.