Bertrand.pt - Habitação Humanizada

Habitação Humanizada

TPI 46

de António Baptista Coelho 

Editor: LNEC
Edição ou reimpressão: abril de 2008
56,00€
Esgotado ou não disponível.

O presente programa de investigação do LNEC foi desenvolvido para ser apresentado no âmbito de uma candidatura à prestação de provas públicas a realizar para obtenção do título de habilitado para o exercício de funções de coordenação científica.
Este programa de investigação refere-se à ampla e muito interessante temática da Habitação Humanizada, integra-se na área científica da arquitectura e do urbanismo, inclui uma síntese dos conhecimentos existentes sobre o tema, apresenta e comenta as matérias que já têm sido tratadas neste tema e tenta apontar, sistematicamente, os problemas em aberto; aspectos estes desenvolvidos nas Partes I, II e III do trabalho, sendo que na Parte III são desenvolvidos, em sete capítulos, sete "projectos" de estudo que integram a grande área temática da habitação humanizada, cada um deles, naturalmente, estruturado com alguma autonomia e com uma ampla base bibliográfica própria. Sequencialmente e em estreita relação com as temáticas mais específicas desenvolvidas e aprofundadas nos sete capítulos/"projectos" de conteúdo que integram a Parte III do trabalho, desenvolve-se, na sua Parte IV, em primeiro lugar, um programa de estudos pormenorizados, cobrindo os sete "projectos" considerados, e relativos a alguns dos problemas identificados no desenvolvimento do trabalho; estudos estes que visam, sistematicamente, o enquadramento de jovens licenciados nas diversas áreas ligadas aos projectos e que contemplam, em alguns casos, a apresentação de linhas-mestras de planos de teses de mestrado ou de doutoramento que podem ser desenvolvidas no âmbito das áreas dos diversos projectos. Finalmente, e ainda na Parte IV, apresenta-se e estrutura-se um programa ou leque conjugado de actividades na área da pós-graduação e da formação complementar nestas matérias da habitação humanizada, incluindo-se, aqui, designadamente, as propostas de programas de um seminário de especialização e de uma cadeira de mestrado nestas temáticas, mas também uma série de outras actividades diversificadas no domínio da formação/informação especializada nestas áreas, com destaque para programas editoriais e de formação e sensibilização, com recurso a diversos meios e associando iniciativas internas e externas ao LNEC.
O desenvolvimento de uma habitação humanizada, com o sentido amplo de um habitar positivamente marcado pelo Homem e positivamente influenciador da sua vida individual, gregária e cívica, deveria ser uma exigência básica numa sociedade que preze o seu passado e vise um futuro com valia solidária e cultural. Nesse sentido e após uma introdução à importância de um habitar humanizado e de uma aproximação à humanização do habitar, considerando desejo, teoria e realidade, apontam-se as seguintes áreas temáticas: Escalas e tempos do habitar: A habitação que está também na rua e está também na praça, e as deve marcar subtilmente, e se não estiver é porque não se está a habitar a cidade e não se estando a habitar a cidade estão a criar-se problemas. O habitar tem de ser cumprido como um verdadeiro programa existencial — e afinal até onde ele não deve ir como espaço cuidado e humanizado?
Humanidades e habitar: As afinidades e as pontes entre o habitar e as humanidades; afinal, como refere Eduardo Prado Coelho: "Há alguma coisa nessa actividade, que é o filosofar, que tem alguma afinidade com o caminhar". A constante e diversificada reflexão sobre os conceitos fundamentais da (re)invenção do abrigo e da definição e apropriação de espaços delimitados e protectores.
Habitar cidades amigas: Passar a considerar as cidades como sistemas amigos dos humanos e designadamente daqueles mais sensíveis e desprotegidos em matérias como a segurança, a acessibilidade e a funcionalidade. Mas as cidades devem ser também amigáveis e estimulantes em termos de convívio e de riqueza cultural.
História e tipologias do habitar: Uma tipologia formal e funcionalmente rica, que seja historicamente consistente, caracterizada por uma perspectiva por um lado extremamente ligada à prática dos habitares e dos sítios habitados, e, por outro lado, muito "construtiva ou orgânica", solta de preconceitos, mas que integra a experiência da história do habitar. Desenho do habitar: O habitar projectado tem de ser não apenas funcional, confortável e adequado a cada situação, mas também estimulante, e nesta matéria designável como "forma convidativa", a forma que possui mais afinidade com as pessoas.
Habitar integrado: Reflecte-se sobre os diversos temas ligados à importância do reforço da integração cívica e física, privilegiando-se a vitalização e o construir no construído, seja na perspectiva de um habitar humanizado, seja na fundamental opção de requalificação do espaço urbano e paisagístico.
Natureza, cidade e lugar habitados: Aborda-se uma perspectiva ecológica e humana ampla, que considera a importância do lugar, como sítio específico e com identidade específica, e da protecção e do protagonismo da natureza e do verde urbano.

Descritores: Habitação / Habitat / Qualidade de vida / Programa de investigação / PT

Habitação Humanizada
TPI 46
ISBN: 9789724921204 Ano de edição ou reimpressão: Editor: LNEC Idioma: Português Dimensões: 208 x 293 x 35 mm Páginas: 590 Tipo de Produto: Livro Classificação Temática: Livros  >  Livros em Português  >  Arte  >  Arquitetura
Livros  >  Livros em Português  >  Engenharia  >  Engenharia Civil

Sugestões

A Herança do Muratore
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
24,24€
Dafne Editora
Urbanismo
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
36,00€
Vida Económica
X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.