Bertrand.pt - Do Mal o Menos

Do Mal o Menos

de Pedro Paixão 

Editor: Cotovia
Edição ou reimpressão: abril de 2000
7,57€
Esgotado ou não disponível.

A editora de Pedro Paixão resolveu em boa hora reunir os seus livros de ficção (com excepção do publicado em 2000, "Saudades de Nova Iorque" - o autor publicou também nos últimos anos os livros de fotografias e textos, "Barely Legal" e "47 W 17"), num belíssimo volume, a que chamou "Do Mal o Menos". Começa com "A Noiva Judia", o seu primeiro livro de ficção, datado de 1992, e continua com "Vida de Adulto", do mesmo ano, "Boa Noite" (1993), "Histórias Verdadeiras" (1994) "Viver Todos os Dias Cansa" (1995), "Muito, Meu Amor" (1996), "Nos Teus Braços Morreríamos" (1998), e termina com "Amor Portátil" (1999). O escritor fez algumas emendas, e para os/as incondicionais da sua obra (e são muitos/as) é um excelente motivo (a par com ter os livros reunidos num só) para também adquirir este. E para os que não conhecem Pedro Paixão (nascido em Lisboa em 1956, doutorado em Filosofia, que também ensina, pai de um filho, casado, fundador da empresa de publicidade "Massa Cinzenta" e do jornal "O Independente", como consta nas notas autobiográficas que acompanham os seus livros) esta antologia é do melhor o mais para penetrar na escrita cativante (como o demonstra o pequeno excerto que a seguir lhe damos a ler) de um dos autores cimeiros revelados na última década.

"No Inverno há dias luminosos. Ao domingo, por exemplo, íamos para a praia. Ela sentava-se com os braços a atar as pernas, o queixo apoiado sobre os joelhos, a fitar o horizonte e a pensar os pensamentos dela. Eu andava descalço pela orla do mar intrigado a pensar no que ela estaria a pensar. Ela era intrigante. Faltava-lhe a necessidade natural que têm as pessoas de falar de si, de se justificarem. Eu não sabia nada dela, nunca soubera nada, e era por isso obrigado a inventar tudo e depois obrigado a desfazer o que tinha inventado e a recomeçar de novo. Era uma forma de amor em que eu fazia de Penélope. Ela era calada e, por instantes, clarividente. "Passado um mês exactamente, uma sexta-feira ao fim da tarde, estava eu sentado na mesa redonda da sala a ler com crescente interesse quando ela se aproximou de mim e me disse que tinha de partir. Perguntei-lhe se ela precisava do carro e ela disse-me, com uma brusquidão inútil, que ia partir mas não ia voltar, que qualquer um de nós deve estar preparado para uma travessia sem fim. E tudo voltou a ser o que era antes." de "Nos Teus Braços Morreríamos"

Do Mal o Menos
ISBN: 9789728423902 Ano de edição ou reimpressão: Editor: Cotovia Idioma: Português Dimensões: 155 x 232 x 36 mm Encadernação: Capa mole Páginas: 648 Tipo de Produto: Livro Classificação Temática: Livros  >  Livros em Português  >  Literatura  >  Outras Formas Literárias

Sugestões

Prometo Falhar Todos os Dias
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
15,50€
Desrotina
Larga quem não te agarra
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
14,90€
Manuscrito Editora
X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.