Bertrand.pt - Terramotos e Tsunamis

Terramotos e Tsunamis

 

Editor: Livro Aberto
Edição ou reimpressão: janeiro de 2006
16,05€
Esgotado ou não disponível.

Especialistas de Sismologia e Tectónica juntaram-se para que fossem elaborados os modelos de gestão e de comportamento das estruturas geológicas.

Críticas
O testemunho de um cidadão britânico que residia na capital, citado na mesma obra, fala da destruição junto ao Terreiro do Paço "As ondas furiosas depedação as âncoras, quebram as amarras, e entrão pelas ruas, e praças vizinhas. O Caes da Pedra se aparta da terra e rola no rio, e a Alfândega se abate com todas as suas fazendas (...)."

Depois da ruína dos edifícios que sepultou milhares de pessoas - 10 mil, 50 mil, os números diferem consoante as fontes - foi a vez da água chegar em fúria. Sem aviso, tal como terramoto. Calcula-se que o tsunami tenha vitimado 900 pessoas, só em Lisboa.

Sabe-se hoje que não foi uma onda, mas "uma sucessão de três e que a maior não terá sido necessariamente a primeira", explica Maria Ana Baptista, a investigadora do Centro de Geofísica da Universidade de Lisboa que fez o estudo do tsunami de 1755.

A uma velocidade muitíssimo inferior à do sismo (cujas ondas se propagam a 7 km p/s), o tsunami gerado pelo terramoto viajou através do Atlântico a 600 km p/h em mar aberto, reduzindo o andamento para 60 km p/h no estuário do Tejo. Em 15 minutos, a onda gigante (15 metros) chegou à costa algarvia. Oeiras foi atingida 25 minutos após o abalo sísmico e Lisboa 65 minutos depois disso. Aqui a onda atingiu seis metros e entrou 250 metros dentro de terra, inundando toda a parte baixa da cidade.

A costa portuguesa, no entanto, não foi a única afectada. Espanha e Marrocos foram também duramente atingidos por ondas de dez metros e, embora em muito menor dimensão, o fenómeno chegou à Madeira e Açores e propagou-se às costas do Atlântico Norte, havendo registo de perturbação até à Escócia e Cornualha, onde os efeitos chegaram mais de seis horas depois. Na própria América do Norte há registo da alteração oceânica.

Este é o tsunami histórico melhor documentado para a costa portuguesa, mas ele não foi de maneira nenhuma o único. O catálogo dos tsunamis históricos para Portugal, feito na década de 90 por Maria Ana Baptista, conta pelo menos com uma dezena deles (menores que o 1755) e mostra que este é um risco a que Portugal está sujeito.

in Diário de Notícias, 01.11.2005

Terramotos e Tsunamis
ISBN: 9789725930168 Ano de edição ou reimpressão: Editor: Livro Aberto Idioma: Português Dimensões: 198 x 251 x 4 mm Encadernação: Capa mole Páginas: 112 Tipo de Produto: Livro Classificação Temática: Livros  >  Livros em Português  >  Ciências Exatas e Naturais  >  Geologia

Sugestões

Património Geológico / Geological Heritage
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
22,00€
Porto Editora
Guia dos Minerais
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
14,90€
Editorial Presença
X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.