Bertrand.pt - Para Lá da Boca do Dragão

Para Lá da Boca do Dragão

de Shiva Naipaul 

Editor: Difel
Edição ou reimpressão: abril de 1990
8,08€
Esgotado ou não disponível

Assim Shiva Naipaul abre a sua retrospectiva autobiográfica Para lá da Boca do Dragão, publicada em 1984, um ano antes da sua morte prematura. Foi a morte súbita e inexplicável de um amigo, originário como ele das Caraíbas, quando iniciava os seus estudos universitários em Oxford, que lançara Shiva Naipaul numa busca de si próprio e das suas raízes. Ele tinha apenas dezanove anos quando, em 1964, abandonara Trinidad, no navio que o levaria, para lá do estreito conhecido por Boca do Dragão, até Londres e até ao mundo.
Considerado pelo Times «um elegante e melancólico esboço autobiográfico», Para lá da Boca do Dragão é um mergulho sem contemplações na infância e na adolescência de um rapaz solitário, que desde cedo se foi desligando quase sem dar por isso dos laços que o prendiam à comunidade hindu familiar, ela própria flutuante e perdida num mundo que lhe era alheio.
Não admira que entre as paixões da primeira juventude de Shiva Naipaul nos confesse a sua admiração por Dostoievski. De facto, as figuras humildes que atravessam as memórias da sua meninice têm a grandeza trágica e despertam compaixão e melancolia semelhantes à dos pobres humilhados e ofendidos que povoam a obra do romancista russo. Mas uma luz especial e uma resignação kármica emprestam-lhes um recorte que as torna indissociáveis da própria errância do Autor, transportado da ilha colonial perdida no mar de sargaço às capitais do grande império.

Críticas de imprensa
«É um mergulho sem contemplações na infância e adolescência de um rapaz solitário, que desde cedo se foi desligando, quase sem dar por isso, dos laços que o prendiam à comunidade hindu familiar…»
Jornal de Leiria

Excertos
«Lembro-me de uma bela tarde de Verão, suave, azul e vulgar. Era o meu segundo ano em Oxford. 1966... Um ano em que se usavam as saias extravagantemente curtas; em que era moda nos homens deixarem crescer o cabelo e mostrarem desprezo pelas comodidades materiais; em que era quase uma obrigação fumar marijuana (ou simular fazê-lo), considerar «o máximo» a realidade mais vulgar e mostrar-se preocupado com a guerra do Vietname e em que a juventude aventureira sempre audaciosa estava convencida de que possuía uma sabedoria superior a todas as sabedorias do passado... A mais bela e a pior das épocas.»

Para Lá da Boca do Dragão
ISBN: 9789722900287 Ano de edição ou reimpressão: Editor: Difel Idioma: Português Dimensões: 150 x 230 x 20 mm Encadernação: Capa mole Páginas: 96 Tipo de Produto: Livro Coleção: Pequenos Textos de Grandes Autores Classificação Temática: Livros  >  Livros em Português  >  Literatura  >  Romance

Sugestões

Quem Nunca Morreu de Amor
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
16,00€
Lua de Papel
O Ano da Morte de Ricardo Reis
10%
portes grátis
17,70€ 15,93€
Porto Editora, S.A.
X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.