Bertrand.pt - Os Vigilantes

Os Vigilantes

de Tahar Djaout 

Editor: Assírio & Alvim
Edição ou reimpressão: abril de 2004
24H
Portes
Grátis
10%
13,00€
Poupe 1,30€ (10%) Cartão Leitor Bertrand
Em stock - Envio imediato
portes grátis

Tahar Djaout nasceu em 1954 na Cabília marítima (Argélia) e dedicou a sua vida ao jornalismo e à elaboração de uma obra poética e narrativa que foi abruptamente encerrada com o seu assassinato em 1993, por terroristas islâmicos. Este atentado foi, na Argélia, o primeiro de uma longa série com que se tem procurado silenciar os jornalistas e todos aqueles que defendem uma sociedade argelina mais aberta e tolerante. Para se compreender a importância deste brutal assassínio, salienta-se apenas três notas que são, ao mesmo tempo, bem reveladoras da encruzilhada social e politica que a Argélia actualmente vive.

A primeira é que, face à efervescência social que o atentado sobre Tahar Djaout provocou, apareceu na televisão argelina, quatro dia! s depois, um jovem a "confessar" quem tinham sido os executantes do assassinato (cujos corpos apareceram mais tarde abatidos pelas forças da ordem) e a mando de quem (um chefe bem conhecido das GIA, as forças integristas argelinas); porém, em tribunal, o jovem declarou que a sua "confissão" tinha sido obtida sob tortura policial, ficando, portanto, sem efeito e, consequentemente, o crime impune.
A segunda é que o jornal Ruptures, que Tahar Djaout ajudara a fundar, desapareceu das bancas em Agosto de 1993, devido a constantes ameaças de morte sobre outros membros da equipa jornalística - que os obrigou a refugiarem-se em Paris - e a conflitos constantes com a empresa gráfica onde o jornal era impresso (saliente-se que o jornal era rentável e tinha uma tiragem média de 70 000 exemplares).
Por fim, a nota mais sinistra: o assassinato de Tahar Djaout foi o primeiro de várias dezenas de atentados a jornalistas na Argélia que têm ficado, na maior parte dos casos, como no seu, na total impunidade.
A nível literário, Tahar Djaout deixou-nos uma obra que integra cinco colectâneas de poesia, uma de contos e cinco romances. Foi em 1975 que publicou o seu primeiro livro de poesia, "Solstice barbelé", e em 1981, o seu primeiro romance, "L'Exproprié". Seguidamente, publica a sua colectânea de contos, "Les Rets de l'oiseleur", e três romances: "Les Chercheurs d'os" (1984), "L'Invention du desert" (1987) e, por último, o romance que agora se publica, "Os Vigilantes".
"Os Vigilantes" é considerado unanimemente, em particular pela articulação harmónica dos seus elementos, um romance exemplar no conjunto da obra de Tahar Djaout e, por conseguinte, a melhor forma de ! introduzir o leitor de língua portuguesa na produção narrativa deste malogrado escritor.
Redigido como uma parábola, o romance "Os Vigilantes" (galardoado com o prestigiado "Prix Mediterranée", em 1991) é não só um retrato amargo e cru da actual sociedade argelina, mas também uma denúncia de todas as sociedades fechadas, temerosas da inovação e de tudo o que inevitavelmente os tempos trazem de transformador de relações sociais anquilosadas. Com uma ironia cáustica, mas também com um intenso lirismo sobre as reminiscências da infância e de um mundo rural em absoluto perdido, "Os Vigilantes", na sua aparente simplicidade narrativa, é também uma obra de uma luminosidade "mediterrânica" que inebria o leitor com as cores (e até os odores…) de um terra ao mesmo tempo longínqua e próxima da memória do leitor.

Os Vigilantes
ISBN: 978-972-37-0915-5 Ano de edição ou reimpressão: Editor: Assírio & Alvim Idioma: Português Dimensões: 134 x 208 x 12 mm Encadernação: Capa mole Páginas: 176 Tipo de Produto: Livro Classificação Temática: Livros  >  Livros em Português  >  Literatura  >  Romance

Sugestões

O Ano da Morte de Ricardo Reis
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
17,70€
Porto Editora
O Reino do Meio
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
22,00€
Gradiva
X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.