Bertrand.pt - Os Sistemas de Supervisão Prudencial na União Europeia

Os Sistemas de Supervisão Prudencial na União Europeia

 

Editor: Edições Almedina
Edição ou reimpressão: abril de 2003
16,15€
Esgotado ou não disponível

A supervisão do sistema financeiro tem vindo a ganhar particular importância em Portugal, nomeadamente a partir da publicação do Regime Geral das Instituições de Crédito e Sociedades Financeiras. Com a integração europeia, a criação do mercado único de serviços bancários, a constituição do Banco Central Europeu, a introdução da moeda única e o aparecimento de grandes conglomerados financeiros, surgiram novos desafios.
Quem deve ser responsável pela supervisão dos grupos financeiros? Este estudo discute as várias opções no quadro nacional e da União Europeia, fazendo um balanço entre sistemas de supervisão especializada e sistemas monistas — com uma autoridade única.
Tendo como pano de fundo esta questão analisaram-se os princípios da harmonização comunitária da supervisão bem como os problemas que resultaram da internacionalização e diversificação da actividade financeira e da criação de uma autoridade monetária europeia independente, confrontando com o sistema dos Estados Unidos da América, que será para muitos o modelo da construção europeia.

ÍNDICE

Modo de citar e principais abreviaturas utilizadas

PARTE I
Os bancos e a supervisão bancária


CAPÍTULO I - Os Bancos
CAPÍTULO II - A supervisão bancária
CAPITULO III - Sistemas institucionais de supervisão

PARTE II
A harmonização comunitária da supervisão bancária


CAPÍTULO I - Os primeiros passos
CAPÍTULO II - Â Primeira Directiva de Coordenação Bancária
CAPÍTULO III - As outras directivas e as dificuldades da Comissão Europeia
CAPÍTULO IV - A situação em meados dos anos 80
CAPÍTULO V - O Livro Branco e o Acto Único Europeu
CAPÍTULO VI - A Segunda Directiva de Coordenação Bancária
CAPÍTULO VII - À cooperação nas directivas bancárias
CAPÍTULO VIII - Outras instâncias de cooperação multilateral
CAPÍTULO IX - Apreciação crítica da harmonização comunitária da supervisão bancária

PARTE III
O Banco Central Europeu e a supervisão bancária


CAPÍTULO I - O Banco Central Europeu
CAPÍTULO II - A independência do Banco Central Europeu
CAPÍTULO III - O objectivo primordial do Sistema Europeu de Banco Centrais
CAPÍTULO IV - A supervisão bancária no TICE
CAPÍTULO V - A natureza jurídica do BCE

PARTE IV
A experiência dos Estados Unidos da América

PARTE V
A supervisão prudêncial em Portugal


PARTE VI
Confronto entre os vários sistemas institucionais de supervisão prudêncial


CAPÍTULO I - A relação entre os bancos centrais e a supervisão prudêncial
CAPÍTULO II - Confronto entre os sistemas monistas e os sistemas de supervisão especializada
CAPÍTULO III - Supervisão prudêncial pelo Banco Central Europeu?

Conclusões
Índice Bibliográfico
Índice

Os Sistemas de Supervisão Prudencial na União Europeia
ISBN: 9789724016993 Ano de edição ou reimpressão: 04-2003 Editor: Edições Almedina Idioma: Português Dimensões: 150 x 230 x 20 mm Encadernação: Capa mole Páginas: 280 Tipo de Produto: Livro Classificação Temática: Livros  >  Livros em Português  >  Direito  >  Direito Comunitário

Sugestões

Tratados da União Europeia
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
17,90€
Porto Editora
O Estado da União Europeia
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
19,90€
Petrony Editora
X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.