Bertrand.pt - O Poder e a Justiça em Portugal no Século XIX

O Poder e a Justiça em Portugal no Século XIX

de Isabel Graes 

Editor: AAFDL
Edição ou reimpressão: junho de 2014
45,00€
Esgotado ou não disponível

Do prefácio

[…]"Mas são inúmeras as transformações constitucionais e institucionais que ainda hoje são marcantes do nosso entendimento acerca da função de julgar. A igualdade perante a lei é também igualdade perante os tribunais. No século XIX a questão tinha sobretudo que ver com os inúmeros privilégios jurisdicionais próprios da sociedade de ordens do absolutismo, que são extintos. A inamovibilidade dos juízes contrasta com o instrumento político do Estado que é o Ministério Público. Sem dúvida que o tema merece detalhada análise: o que pretende cada sociedade dos seus juízes? O prestígio e a estimação social da magistratura devem ser compreendidos no contexto político e o século XIX, como também aqui se revela, não é isento de contradições e de paradoxos. Paradoxos que levam à afirmação constitucional da independência dos julgadores mas à criação prática de instrumentos de controlo e que explicam a criação de uma burocracia judiciária, respeitadora do jogo político e, em especial, do predomínio do poder executivo. E de uma elite burocrática mal paga e frequentemente desprestigiada socialmente. Compreende-se, a esta luz, a questão central, também no contexto político e na reflexão jurídica, da natureza jurídica da jurisprudência, em especial, das decisões proferidas pelo Supremo Tribunal de Justiça. A reconstrução da teoria oitocentista das fontes de direito revela-se difícil, não apenas pela extensão do período considerado, mas também pela relação sempre tensa e complexa entre jurisdição e apolítica. O século XIX há-de ainda criar uma outra jurisdição suprema, no âmbito administrativo, para assegurar, neste âmbito, os mesmos resultados. Em conclusão, a tese doutoral de Isabel Graes que agora se publica constitui um trabalho de grande fôlego e uma referência essencial para o estudo histórico do constitucionalismo liberal e das suas instituições e para a interpretação do constitucionalismo histórico português e das suas instituições jurisdicionais. "

António Pedro Barbas Homem

O Poder e a Justiça em Portugal no Século XIX
ISBN: 5606939007797 Ano de edição ou reimpressão: Editor: AAFDL Idioma: Português Dimensões: 150 x 230 x 80 mm Páginas: 1189 Tipo de Produto: Livro Classificação Temática: Livros  >  Livros em Português  >  Direito  >  Geral

Sugestões

A Afirmação do Poder Judicial como Poder Soberano na Era da Comunicação
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
13,00€
Edições Esgotadas
Agenda Jurídica 2019 - Rosa
14,20€
Vida Económica
X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.