O Diário de Anne Frank

de Anne Frank 

Bertrand.pt - O Diário de Anne Frank
Opinião dos livreiros
(12)
Opinião dos leitores
(5)

Descubra mais VER +

Os miúdos foram a votos e escolheram os ‘livros mais fixes’ "Não Abras Este Livro", "Avozinha Gangster" e a saga incontornável de "Harry Potter" são alguns dos livros favoritos dos alunos do ensino básico e secundário, que participaram numa eleição nacional denominada “Miúdos a Votos: Quais os livros mais fixes?”, uma iniciativa da Rede de Bibliotecas Escolares e da Visão Júnior. Os miúdos foram a votos e escolheram os ‘livros mais fixes’ "Não Abras Este Livro", "Avozinha Gangster" e a saga incontornável de "Harry Potter" são alguns dos livros favoritos dos alunos do ensino básico e secundário, que participaram numa eleição nacional denominada “Miúdos a Votos: Quais os livros mais fixes?”, uma iniciativa da Rede de Bibliotecas Escolares e da Visão Júnior. Entrevista do Ponto de Interrogação a José Jorge Letria Mais conhecido como jornalista e escritor, José Jorge Letria foi também político e cantor de intervenção. Autor de uma obra extensa para crianças e adultos, dedicou vários livros à memória do 25 de Abril, um dia que recorda com alegria e que descreve como «uma forma, e talvez a mais bela, de dizer Liberdade em português». Em 1999, no 25.º aniversário do 25 de Abril, publicou O 25 de Abril Contado às Crianças… e aos Outros que conta agora com uma nova edição, 25 anos depois. O Ponto de Interrogação conversou com o autor sobre a importância desta reedição e o papel dos livros no 50.º aniversário do 25 de Abril. 
Editor: Livros do Brasil
Edição: janeiro de 2022
Formatos Disponíveis:
Portes
Grátis
10%
16,65€
Poupe 1,67€ (10%) Cartão Leitor Bertrand
Em stock online

Nova edição ampliada com materiais de apoio.

Escrito entre 12 de junho de 1942 e 1 de agosto de 1944, O Diário de Anne Frank foi publicado pela primeira vez em 1947, por iniciativa de seu pai, revelando ao mundo o dia a dia de dois longos anos de uma adolescente forçada a esconder-se, juntamente com a sua família e um grupo de outros judeus, durante a ocupação nazi da cidade de Amesterdão.

Todos os que se encontravam naquele pequeno anexo secreto acabaram por ser presos em agosto de 1944, e em março de 1945 Anne Frank morreu no campo de concentração de Bergen-Belsen, a escassos dois meses do final da guerra na Europa. O seu diário tornar-se-ia um dos livros de não ficção mais lidos em todo o mundo, testemunho incomparável do terror da guerra e do fulgor do espírito humano.

Conheça todas as obras da Educação Literária na nossa página especial.

  • Ler para não esquecer
    Mónica Salvado - Livraria Vasco da Gama | 26-02-2020

    Este diário é essencial e deve ser lido por toda a gente, para que a História nunca mais se volte a repetir. Anne Frank recebeu o diário quando fez 13 anos. As primeiras entradas são de uma adolescente normal, que começa por sentir a pressão sobre os judeus, mas ainda só comenta sobre os colegas e amigos da escola. Cerca de 1 mês depois a irmã Margot recebe um telefonema a indicar que iria trabalhar para um campo de concentração, e é aí que a família foge e se refugia na num anexo na Holanda. Neste esconderijo viveram 8 pessoas numa convivência apertada, onde Anne se dedica aos estudos, tendo particular paixão pelos idiomas, e à escrita do seu diário. Era uma vida tensa, onde tinham que estar em absoluto silêncio durante o dia e na absoluta escuridão durante a noite, para não serem encontrados. Anne Frank revela uma maturidade enorme, nesta situação tão difícil, mas por vezes, em questões mais quotidianas, demonstra a idade que tem, porque não nos podemos esquecer que era uma menina de 13 anos. Lemos os sonhos e as esperanças para o futuro desta brilhante adolescente, enfrentamos com ela a sua revolta contra a guerra e as pessoas que a praticam, as suas ideias sobre vários temas, uma das mais interessantes é uma entrada sobre o feminismo. E, apesar do triste final, sabemos que Anne queria escrever, queria ser escritora, queria produzir algo para o mundo, chegando mesmo a editar ela própria o seu diário, quando soube que todos os documentos escritos por judeus escondidos estavam a ser recolhidos, conseguiu assim que o seu livro fosse publicado e lido por milhares e milhares de pessoas ao longo dos anos. É uma leitura imprescindível.

  • Leitura essencial
    Raquel Mateus, Livreira Bertrand Fórum Coimbra | 23-02-2020

    Um livro que nos retrata a história de Anne Frank e da sua família, que viveu escondida naquela que foi uma das épocas mais tristes da história da Humanidade. Uma leitura essencial, que nos permite conhecer o dia-a-dia de Anne Frank no anexo onde viveu durante o período da Segunda Guerra Mundial e, simultaneamente, acompanhar as incertezas, dúvidas e frustrações próprias da idade.

  • Leitura indispensável
    Andreia Ocha - Bertrand Strada Outlet | 31-05-2019

    Diário de Anne Frank é uma das obras que retrata um dos períodos mais horrendos da humanidade. Uma obra típica de uma adolescente de 13 anos, cheia de sofrimento mas também de esperança. Conhecemos todos os seus pensamentos, de uma forma muito bem escrita e ficamos a admirar uma das mulheres que deu um rosto a todos aqueles que morreram durante o Holocausto.

  • Emocionante
    Equipa da Bertrand da Covilhã | 22-05-2019

    Um livro que conta como foi viver no campo de concentração. Podemos ver como era o dia a dia e todo o sofrimento que eles passavam. Um livro que nos leva a refletir muito e a desejar que nunca mais volte a acontecer algo assim na nossa história da humanidade.

  • O diário de uma menina
    Filomena Batista - Bertrand chiado | 18-05-2019

    Um diário escrito por uma adolescente que nos revela o seu dia a dia durante dois longos anos onde foi forçada a esconder-se num pequeno anexo secreto, juntamente com a sua família e um grupo de outros judeus, durante a ocupação nazi da cidade de Amesterdão. O seu diário tornar-se-ia um dos livros mais lidos em todo o mundo.

  • Um livro para todos!
    Fátima Ferreira - Livraria Dolce Vita Tejo | 30-04-2019

    Um daqueles livros que todos devemos ler, independentemente da faixa etária. Tem a capacidade de nos pôr a refletir, não só sobre o passado mas também sobre o futuro – de nós próprios e da humanidade.

  • Um clássico para todos
    Luis Soeiro - Livreiro Bertrand Norteshopping | 31-03-2019

    Apesar de estar recomendado para os alunos do 8º ano, acho que é um clássico que todos, de todas as idades, devem ler. Ajuda-nos a perceber e saber mais sobre a época em que Anne Frank viveu e é uma excelente lição real de história para aprendermos.

  • Uma referência.
    Daniela Barbosa - Livraria Bertrand Nova Arcada | 27-03-2019

    O holocausto é um tema que sempre me interessou bastante. Foi uma época horrível, que demonstrou como os humanos podem ser cruéis, podem ser bondosos, podem ter muita força, dependendo do lado que vemos. Fiquei bastante surpreendida com a escrita. Nunca pensei que um diário, com o intuito de desabafar e não ser lido por outros, pudesse ser tão interessante e ter uma escrita tão cativante. Gostei bastante das partes relativas à guerra e à situação que viviam na casa, mas também gostei muito de ver o crescimento e desenvolvimento de Anne ao longo do tempo que esteve fechada na casa. Uma história que não tem um final feliz, mas que vale muito a pena ler.

  • Essencial
    Suzete Araújo - Livreira Bertrand Fórum Algarve | 22-03-2019

    Um diário escrito por uma adolescente. Mas não é um diário qualquer, este revela vidas e tempos difíceis numa Europa de opressão. A narrativa em forma de diário mostra um lado forte e outro sensível e amedrontado que todos experimentaram. A rotina da jovem refugiada arrepia todos, nesta obra essencial onde percebemos como era a vida daquelas pessoas, vidas suspensas e muitas não retomaram um mínimo de normalidade.

  • Emocionante
    Inês Torres livreiro (a) Bertrand Nova Arcada | 20-03-2019

    Livro emocionante que retrata o dia a dia de uma jovem que sonhava ser escritora, mas infelizmente a concretização do seu sonho não foi possível dada a época histórica (guerra) em que a mesma se encontrava. É um livro emocionante baseado numa história real com pormenores arrebatadores descritos pela jovem Anne Frank do seu dia a dia. A obra retrata a vida de uma adolescente forçada a esconder-se, juntamente com a sua família e um grupo de outros judeus, durante a ocupação nazi da cidade de Amesterdão. Todos os que se encontravam naquele pequeno anexo secreto acabaram por ser presos até que a jovem Anne Frank morre no campo de concentração a escassos dois meses do final da guerra na Europa. Trata-se de testemunho incomparável do terror da guerra e do fulgor do espírito humano. Recomendo a leitura a 100%.

  • O diário de Anne Frank
    Susana Cassiano - Bertrand RioSul Shopping | 03-03-2019

    O diário de um menina que a guerra impediu de realizar os sonhos. Um relato que retrata os problemas angustiantes da adolescência, a relação com outros assim como a violência passada na altura. Uma história emocionante.

  • Os Horrores da II Guerra Mundial...
    Patrícia Dengucho - Livraria Bertrand Porto Alameda Shop & Spot | 23-02-2019

    O “Diário de Anne Frank” é uma narrativa na primeira pessoa sobre os horrores da II Guerra Mundial, onde o leitor assume o papel de confidente de Anne, uma jovem judia de apenas 13 anos, e é através dela que mergulhamos nas sombras do Holocausto. Anne fala-nos sobre os seus sonhos, medos e alegrias enquanto luta contra as atrocidades do mundo em que vive. Ensina-nos também sobre amor, amizade e compaixão durante um dos períodos mais negros da história. Uma obra surpreendentemente relevante para a atualidade e que terá sempre algo a oferecer a todos nós.

  • ver menos comentários ver mais comentários
  • Ser menina, ser mulher durante a guerra
    Carlos Daniel Pimenta | 08-01-2023

    Um livro que pretendia ler ha alguns anos. No entanto a sua carga e tema sempre me fizeram pensar que deveria estar mentalmente preparado para o ler. Não é o que esperava. Não é um livro sobre a guerra. É um livro sobre uma jovem mulher que nos fala sobre a sua vida, sobre os seus sonhos, e que infelizmente, devido à guerra, se vê fechada num espaço pequeno com desconhecidos e à qual se vê obrigada a partilhar o seus pensamentos num diário. Recomendo vivamente a sua leitura.

  • Intemporal
    Maria José | 05-08-2022

    Este é um daqueles livros intemporais. Diria até, obrigatório e indicado para todas as idades Presumo que todos conhecem a história de Anne Frank, que se tornou um símbolo da segunda guerra mundial. Personificando todas as crianças que sofreram com esta guerra e todas aquelas que sofreram e sofrem com os conflitos dos adultos. Anne era uma menina, uma criança como qualquer outra. Dotada de uma imaginação incrível, usou o seu diário como um porto seguro, onde podia libertar as suas mágoas, as suas alegrias, os seus sonhos, as suas frustrações.. Neste diário, que foi publicado pela primeira vez há 75 anos, pelo seu pai, Anne, descreve os tempos passados num minúsculo anexo, durante 2 anos, enquanto ela e a sua família se escondiam dos nazis. Escreve também sobre coisas normais para uma adolescente da sua idade. Sobre amor, sobre a família, sobre o futuro. Futuro que lhe foi roubado tão precocemente, de um modo tão cruel, tão violento. Mas nestas páginas não vão encontrar as agruras que sofreu no campo de concentração. Infelizmente não teve tempo para reportar o que lhe aconteceu. Não sobreviveu, não cumpriu o seu sonho de ser jornalista…mas tornou-se escritora do diário mais famoso de sempre. Este é um livro que vou recomendar sempre, pela sua importância e pelo seu simbolismo.

  • Livro:
    Matilde Costa | 22-04-2022

    Livro ótimo!! Recomendo a 100%. Também recomendo: O rapaz de pijama ás riscas, O rapaz do caixote de madeira. Melhor Livro de sempre!!!

  • Leitura obrigatória
    Daniel Costa | 19-05-2021

    Um livro duro. A forma como acompanhamos o crescimento de Anne, as suas relações com os demais e a maturidade das suas opiniões. É, sem dúvida, um livro de leitura obrigatória para todos!

  • A ler e nunca esquecer!
    Fátima Ferreira - Livreira Bertrand Dolce Vita Tejo | 19-05-2017

    É um retrato da tragédia do Holocausto mas que ao mesmo tempo se torna num clássico, algo que devemos ler para nos relembrar daquilo que nunca se poderá repetir. Tudo se torna ainda mais real pelo facto de ter sido escrito na primeira pessoa por Anne Frank – é impossível fugir da realidade das situações que por ela são relatadas.

  • ver menos comentários ver mais comentários

Da mesma coleção

O estrangeiro
30%
portes grátis
30% Cartão Leitor Bertrand
12,20€
Livros do Brasil
Os Anos
30%
portes grátis
30% Cartão Leitor Bertrand
16,65€
Poupe 5,00€
Livros do Brasil
O Diário de Anne Frank
ISBN:
978-989-711-174-7
Ano de edição:
01-2022
Editor:
Livros do Brasil
Idioma:
Português
Dimensões:
152 x 235 x 29 mm
Encadernação:
Capa mole
Páginas:
472
Tipo de Produto:
Livro
Coleção:
Dois Mundos

Quem comprou também comprou

O Último Grimm
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
14,40€
Edições Asa
Mar Me Quer
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
12,00€
Editorial Caminho
X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.