Bertrand.pt - Geografia do Caos

Geografia do Caos

de Nuno Júdice e Duarte Belo 

Editor: Assírio & Alvim
Edição ou reimpressão: outubro de 2005
24H
Portes
Grátis
20%
20,00€
Poupe 4,00€ (20%) Cartão Leitor Bertrand
Em stock - Envio imediato
portes grátis

A ideia para este livro, com fotografias de Duarte Belo e poemas de Nuno Júdice, surgiu de uma conversa entre os dois autores sobre o confronto entre o espaço arqueológico e o espaço urbano. Esse paralelo é explorado pelas palavras do poeta e por imagens de peças arqueológicas de vários museus algarvios, bem como por imagens de aspectos do espaço urbano contemporâneo de algumas cidades dessa região do país. Apercebemo-nos como a fisionomia humana não sofreu alterações através dos séculos, ao contrário do que sucede com o espaço urbano contemporâneo.

Críticas de imprensa

"Trata-se de um livro feito a dois. De um lado, com fotografias de Duarte Belo. Do outro, com poemas de Nuno Júdice. Nesta dança a dois, quem conduz são as fotografias. Mas os poemas avançam paralelamente numa espécie de autonomia As fotografias de Duarte Belo são reproduções de figuras do período romano, em mármore ou calcário, e que se encontram, de maneira geral, no inventário do Museu de Silves ou do Museu de Faro. Pelo meio, temos uma espécie de parênteses a cores, com imagens actuais de Faro, da Praia da Rocha, de Monte Choro, do Alvor[...] Que sentido ganha neste contexto a intervenção de Nuno Júdice? São poemas diferentes daqueles a que nele estamos habituados, porque executam uma série de incisões no mundo. [...] O que Nuno Júdice pretende é tocar o centro das coisas, quer como o elemento expansivo de um qualquer 'big bang', quer como o núcleo puro, virginal, nupcial e não contaminado das coisas tal como as vemos em nosso redor. [...] "Eis um livro que nos faz rodar para o essencial: uma fotografia pode ser uma bilha de água. Uma bilha de água pode dar forma a um verso. As formas deslocam-se como rostos apagados e iluminam-se no olhar para o céu. O mar anda sempre perto, mesmo quando fica longe da terra."
Eduardo Prado Coelho, Público, Mil Folhas

Excertos
Por entre lápides e estátuas, o tronco
da árvore que perdeu as raízes, e se funde
com a memória que devasta o vazio
destes rostos, refloresce: flores
de sal, captando um vento de naufrágio,
a que se junta o murmúrio pensativo
das folhas.

Geografia do Caos
ISBN: 978-972-37-1061-8 Ano de edição ou reimpressão: Editor: Assírio & Alvim Idioma: Português Dimensões: 170 x 240 x 16 mm Encadernação: Capa mole Páginas: 128 Tipo de Produto: Livro Coleção: Livros de fotografia Classificação Temática: Livros  >  Livros em Português  >  Arte  >  Fotografia
Livros  >  Livros em Português  >  Literatura  >  Poesia

Sugestões

FOTOPortugal | PHOTOPortugal
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
39,90€
Edições Centro Atlântico
Pedrês
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
14,00€
Chiado Books
X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.