Bertrand.pt - Do Abuso de Representação

Do Abuso de Representação

Uma análise da problemática subjacente ao artigo 269º do código civil de 1966

de Helena Mota 

Editor: Coimbra Editora
Edição ou reimpressão: abril de 2001
9,52€
7,62€
Esgotado ou não disponível

ÍNDICE GERAL

NOTA PRÉVIA
ABREVIATURAS

PARTE I - INTRODUÇÃO
1. Objecto do estudo. Referência metodológica
2. O mecanismo representativo voluntário: um problema actual
3. Delimitação do instituto da representação voluntária
3.1. Figuras afins
a) A representação indirecta
b) A figura do núncio
c) O contrato de agência
d) Os contratos de distribuição
e) A gestão de negócios
f) O contrato a favor de terceiro
4. Antecedentes históricos
5. A natureza jurídica da representação voluntária: teorias explicativas do fenómeno representativo
5.1. A teoria da «ficção legal»
5.2. A teoria de Savigny
5.3. A teoria do «duplo contrato», de Thõll
5.4. A «teoria da representação», de Laband e Ihering
5.5. A teoria «teológica» de Badr
5.6. A teoria da «cooperação», de Mitteis
5.7. A teoria de Müller-Freienfels

PARTE II - A REPRESENTAÇÃO E A RELAÇÃO DE GESTÃO: AUTONOMIA OU DEPENDÊNCIA?
1. As teses autonomistas
1.1. Corolários
a) A estrita separação entre relações internas e externas e a natureza abstracta dos poderes representativos
b) A autonomia da procuração em relação ao mandato: o mandato sem representação, a representação sem mandato, a representação isolada
1.2. A experiência jurídica alemã
1.3. A originalidade da tese autonomista italiana
1.3.1. O pensamento de Salvatore Pugliatti
2. As teses heteronomistas
2.1. O Código Civil Francês e o contrato de mandato como fonte única de representação
2.2. A tentativa do direito espanhol de autonomizar as regras do mandato e da representação
3. O direito português. A evolução do Código de Seabra até ao Código Civil de 1966

PARTE III - AS IMPLICAÇÕES JURÍDICAS DE UMA REPRESENTAÇÃO «AUTÓNOMA» OU «DEPENDENTE»
1. A concretização jurídico-prática da natureza autónoma dos poderes representativos: a inoponibilidade geral das vicissitudes da relação gestória ao terceiro contraente. A invalidade, extinção ou violação contratual da relação gestória e a manutenção da vinculação do representado ao negócio representativo
1.1. A protecção do interesse do representado
1.2. O caso paradigmático do abuso de representação
2. A consequência lógica da dependência e fusão entre representação e mandato: a desvinculação tout court do representado
2.1. A protecção de terceiros e a construção da teoria da aparência
3. A Convenção de Genebra de 1983 sobre a representação na compra e venda internacional de mercadorias

PARTE IV - O ABUSO DE REPRESENTAÇÃO
1. O conceito de abuso de representação
2. Os problemas mais comuns
2.1. O conflito de interesses
2.2. O risco do representado e a culpa do representante
2.3. As instruções a latere da procuração
2.3.1. A protecção dos terceiros confrontados com as instruções a latere da procuração. A diferente disciplina dos arts. 260.°, 265.°, 266.º e 269.º do Código Civil de 1966. Crítica
3. A representação sem poderes e o abuso de representação: diferença de conceito e de regime
4. O artigo 269.º do Código Civil de 1966: análise do facti species legal
5. O abuso de representação nas relações civis e comerciais. Conclusões

Do Abuso de Representação
Uma análise da problemática subjacente ao artigo 269º do código civil de 1966
ISBN: 9789723210163 Ano de edição ou reimpressão: Editor: Coimbra Editora Idioma: Português Dimensões: 160 x 232 x 7 mm Encadernação: Capa mole Páginas: 188 Tipo de Produto: Livro Classificação Temática: Livros  >  Livros em Português  >  Direito  >  Direito Civil

Sugestões

Código Civil - Edição Académica
9,90€ 7,92€
Porto Editora
Novo Código de Processo Civil - Edição Académica
20%
portes grátis
14,90€ 11,92€
Porto Editora
X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.