Bertrand.pt - A Resolução do Contrato no Novo Regime do Arrendamento Urbano

A Resolução do Contrato no Novo Regime do Arrendamento Urbano

Causas de resolução e questões conexas (em especial a cláusula geral resolutiva do n.º 2 do Art. 1083.º do CC)

de Fernando Oliveira Baptista 

Editor: Edições Almedina
Edição ou reimpressão: dezembro de 2007
Portes
Grátis
10%
35,33€
Poupe 3,53€ (10%) Cartão Leitor Bertrand
Envio até 4 dias
portes grátis

Com a introdução da cláusula resolutiva geral do n.° 2 do art.° 1083° do Cód. Civil., o NRAU abriu "escancaradamente" (?) as portas à resolução do contrato.
Ora, se é certo que a abolição da taxatividade das causas resolutivas, prevista no anterior RAU, tem a virtude de conceder maior campo de manobra à ponderação e aplicação efectivas de princípios que constituem uma trave mestra, certa e segura da nossa ordem jurídica, como é o da boa fé, não é menos certo que essa opção legislativa veio, também, permitir uma bem maior instabilidade da posição do locatário.
Daí parecer não restarem dúvidas que o novo regime da locação vai exigir uma maior preparação, ponderação e responsabilidade de todos os que participam no processo de aplicação da lei.
(In Nota Introdutória)

Constitui o n.°2 do art.° 1083° do CC (NRAU) "uma norma aberta ou de conteúdo indefinido, que atribui ao aplicador da lei, com vista à procura da solução justa para cada caso concreto, um papel muito mais activo na delimitação dos comportamentos que podem fundamentar a resolução.
O trabalho elaborado, com grande ponderação, pelo Senhor Juiz Desembargador Fernando Baptista de Oliveira (em que o autor veio a incluir, a título informativo, referências de direito comparado e de jurisprudência estrangeira) representa um importante contributo para a interpretação do novo regime legal".
(Prof. Doutor M. Henrique Mesquita, in Prefácio.)

Índice Geral

1. Da Figura Jurídica da Resolução
2. Dos Modos de Exercício da Resolução
3. Das Causas de Resolução do Contrato de Arrendamento Urbano
4. Do Artigo 1084.º do CC
5. Da Falta de Pagamento de Rendas Vencidas na Pendência da Acção de Despejo
6. Da (possível?) Inserção de Cláusulas Resolutivas no Contrato de Arrendamento
7. Da Resolução pelo Arrendatário:
Fundamentos de resolução previstos nos Arts. 1050.º e 1083.º, n.º4, do CC, bem assim nos Arts. 36.º, n.º3 da Lei n.º 6/2006 e 5.º, n.º7, do Dec.-Lei n.º 160/2006, de 8 de Agosto, e noutras disposições legais
8. Do Conteúdo da Declaração Resolutiva Extrajudicial
9. Dos Efeitos da Resolução
10. Da Caducidade do Direito de Resolução
11. Da Desocupação do Locado e Entrega do Imóvel
12. Do Âmbito de Aplicação do NRAU

A Resolução do Contrato no Novo Regime do Arrendamento Urbano
Causas de resolução e questões conexas (em especial a cláusula geral resolutiva do n.º 2 do Art. 1083.º do CC)
ISBN: 9789724033204 Ano de edição ou reimpressão: 12-2007 Editor: Edições Almedina Idioma: Português Dimensões: 160 x 231 x 30 mm Encadernação: Capa mole Páginas: 590 Tipo de Produto: Livro Classificação Temática: Livros  >  Livros em Português  >  Direito  >  Direito Civil

Sugestões

Código Civil
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
12,90€
Porto Editora
Código Civil - Edição Académica
9,90€
Porto Editora
X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.