Bertrand.pt - A Refundação do Papel do Estado nas Políticas Socias

A Refundação do Papel do Estado nas Políticas Socias

 

Editor: Edições Almedina
Edição ou reimpressão: abril de 2001
Portes
Grátis
10%
16,00€
Poupe 1,60€ (10%) Cartão Leitor Bertrand
Em stock - Envio 24H
portes grátis

Em tempos marcados pelo envelhecimento demográfico, pela emergência de formas de trabalho atípico e, sobretudo, pela crise do Estado - Providência, importa avaliar qual o papel reservado aos diversos participantes nos processos de regulação social, num contexto de refundação das políticas sociais.
Tendo por base a evolução diacrónica dos modos de protecção social, atendendo aos agentes que compõem a matriz tripolar da regulação - o Estado, o mercado e a sociedade civil -, este trabalho dedica particular atenção às potencialidades e aos limites do mutualismo português, perante os desafios decorrentes da reformulação dos sistemas públicos de protecção social.

Índice

Nota da autora
Prefácio
Lista de quadros
Nota prévia

Capítulo l - Terceiro sector, mutualismo e globalização
1.1 - Sobre o conceito de terceiro sector
1.2 - Terceiro sector ou economia social?
1.3 - Das solidariedades primárias à emergência do mutualismo
1.4 - O terceiro sector e os processos de globalização

Capítulo 2 - A construção do Estado-Providência - a criação e o desenvolvimento dos sistemas públicos de protecção social
2.1 - A heterogeneidade dos sistemas públicos de protecção social
2.1.1 - Condicionantes históricas
2.1.2 - Condicionantes temporais
2.1.3 - Condicionantes de acesso
2.1.4 - Estruturas fiscais e modos de tributação
2.1.5 - Níveis efectivos de protecção prestada
2.2 - A questão do financiamento: considerações em torno do binómio repartição/capitalização
2.3 - Do crescimento do Estado
2.3.1 - A análise marxista do Estado
2.3.2 - As teorias explicativas do crescimento do Estado
2.4 - Da eficácia do Estado-Providência

Capítulo 3 -Das causas da crise dos sistemas públicos de protecção social
3.1 - A amplitude das transformações demográficas
3.1.1 - Fecundidade e mortalidade
3.1.2 — Fluxos migratórios
3.1.3 - Relações de dependência
3.2 - A amplitude das transformações sociais
3.2.1 - Estabilidade das estruturas familiares
3.2.2 - Feminização do emprego
3.3 - A amplitude das transformações laborais
3.3.1 - O fim da «sociedade salarial»
3.3.2 - Crescimento e emprego: a controvérsia no fim do século

Capítulo 4 -Da privatização à re-socialização das políticas sociais
4.1 - A resposta do mercado: o surgimento dos planos de pensões
4.2 - Os ecos da privatização: breve relato de algumas experiências
4.3 - As virtualidades do sistema público
4.4 - Um regresso à socialização?

Capítulo 5 -O mutualismo português perante a refundação das políticas sociais: potencialidades e limites
5.1 - Breve perspectiva do terceiro sector à escala europeia
5.2 - Contexto actual do mutualismo português
5.3 - As potencialidades e os limites do mutualismo em Portugal
5.3.1 - Algumas questões fundamentais
5.3.2 - Metodologia utilizada
5.3.3 - Resultados obtidos
5.4 - Em jeito de síntese

Nota Final

Anexo I - Estruturas fiscais e composição das receitas e das despesas da Segurança Social

Anexo II - Estrutura Demográfica na União Europeia - Estatísticas e Projecções

Anexo III - Elenco dos membros da Association Internationale de la Mutualité

Anexo IV - Inquérito às associações mutualistas nacionais

A. Universo considerado
B. Formulário utilizado

Informação bibliográfica

A Refundação do Papel do Estado nas Políticas Socias
ISBN: 9789724014944 Ano de edição ou reimpressão: Editor: Edições Almedina Idioma: Português Dimensões: 160 x 229 x 13 mm Encadernação: Capa mole Páginas: 288 Tipo de Produto: Livro Classificação Temática: Livros  >  Livros em Português  >  Política  >  Política em Geral

Sugestões

General Loureiro dos Santos
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
22,20€
Temas e Debates
Mundo Sem Mente
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
18,80€
Temas e Debates
X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.