Bertrand.pt - A Função Subjectiva da Competência Prejudicial do Tribunal de Justiça das Comunidades Europeias

A Função Subjectiva da Competência Prejudicial do Tribunal de Justiça das Comunidades Europeias

de Inês Quadros 

Editor: Edições Almedina
Edição ou reimpressão: janeiro de 2007
Portes
Grátis
10%
15,15€
Poupe 1,52€ (10%) Cartão Leitor Bertrand
Em stock - Envio 24H
portes grátis

No estado actual do Direito, são problemas correntes o modo como o Direito da União Europeia é aplicado nos tribunais dos Estados Membros e a exigência de legitimidade das decisões judiciais. Por outro lado, a densificação progressiva do Direito da União Europeia multiplica os litígios que, nos tribunais nacionais, implicam a aplicação deste ramo do Direito. O mecanismo das questões prejudiciais surge como resposta a estas dúvidas. Esta investigação procura indagar de que forma podem as partes, num litígio perante um tribunal nacional, exigir o cumprimento da obrigação de reenvio para o Tribunal de Justiça das Comunidades, e quais os meios de protecção que têm ao seu dispor quando essa obrigação tenha sido ignorada pelos tribunais nacionais.

Prefácio

O texto que agora se publica corresponde à tese apresentada em Julho de 2004 e submetida a provas públicas em Maio de 2005, no âmbito do Programa de Mestrado em Ciências Jurídico-Políticas da Faculdade de Direito da Universidade Católica Portuguesa. A investigação que lhe serviu de base culminou no início de 2004 e, por conseguinte, não levou em conta o Direito Constitucional dos dez novos Estados membros da União Europeia e, em concreto, o papel que têm assumido quanto às questões prejudiciais a submeter ao Tribunal de Justiça.
Muito nos honramos por com este texto se iniciar uma colecção que leva o nome do Prof. António de Sousa Franco, antigo Director daquela Faculdade e grande entusiasta das questões comunitárias. Recordamos com saudade a sua personalidade, sempre atenciosa e amiga nas vezes que nos cruzámos na Faculdade.
Parece indispensável referir algumas outras pessoas, sem as quais este trabalho não teria sido possível: o Professor Vasco Pereira da Silva, pela orientação sempre oportuna; os meus Pais, pelo apoio presente, disponível e amigo. Mas o maior agradecimento vai para o João, a quem a realização da tese impôs tantos sacrifícios, pela presença e encorajamento constantes nos momentos mais difíceis e mais áridos desta investigação. Obrigada.
Lisboa, Julho de 2006

Primeira Parte
A natureza objectiva da competência prejudicial do Tribunal de Justiça

Segunda Parte
Requalificação do problema: Os benefícios de uma compreensão integral do reenvio prejudicial

Terceira Parte
O incumprimento da obrigação de reenvio: meios de tutela subjectiva do particular

A Função Subjectiva da Competência Prejudicial do Tribunal de Justiça das Comunidades Europeias
ISBN: 9789724029467 Ano de edição ou reimpressão: Editor: Edições Almedina Idioma: Português Dimensões: 159 x 230 x 10 mm Encadernação: Capa mole Páginas: 226 Tipo de Produto: Livro Classificação Temática: Livros  >  Livros em Português  >  Direito  >  Direito Comunitário

Sugestões

Tratados da União Europeia
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
16,90€
Porto Editora
Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados
10%
portes grátis
10% Cartão Leitor Bertrand
14,90€
Edições Almedina
X
O QUE É O CHECKOUT EXPRESSO?


O ‘Checkout Expresso’ utiliza os seus dados habituais (morada e/ou forma de envio, meio de pagamento e dados de faturação) para que a sua compra seja muito mais rápida. Assim, não tem de os indicar de cada vez que fizer uma compra. Em qualquer altura, pode atualizar estes dados na sua ‘Área de Cliente’.

Para que lhe sobre mais tempo para as suas leituras.